Cary Fukunaga não vai mais dirigir remake de A Coisa

0
(0)
Fukunaga não queria comprometer sua visão artística após mudança de estúdio
Fukunaga não queria comprometer sua visão artística após mudança de estúdio

O diretor Cary Fukunaga (True Detective) se desligou do remake de A Coisa, de Stephen King. De acordo com o The Wrap, Fukunaga entrou em conflito com a New Line, estúdio responsável pela adaptação depois de receber os direitos da Warner Bros. há algumas semanas.

Aparentemente, Fukunaga não queria comprometer sua visão artística para se adaptar aos cortes de orçamento pelos quais o filme passou na mudança de estúdio. A New Line confirmou que o projeto foi postergado e que não será mais filmado no verão americano, como planejado.

As locações também se tornaram um problema, já que Fukunaga queria gravar o filme em Nova York, que é mais cara do que outros pontos. Além disso, rumores indicam que a New Line estava desanimada com o projeto após a estreia pouco satisfatória de Poltergeist na última semana. Assim como A Coisa, o filme também conta com um palhaço.

Até o momento, não se sabe se a New Line vai procurar por outro diretor ou se abandonará o projeto. Mais informações devem ser divulgadas em breve.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

3 thoughts on “Cary Fukunaga não vai mais dirigir remake de A Coisa

  • 19/07/2015 em 11:16
    Permalink

    Nossa, tô falando que esses executivos não entendem de nada. Desde quando IT é só sobre palhaços? Perderam o melhor diretor possível.

    Resposta
  • 10/06/2015 em 19:36
    Permalink

    Tá muito enrolado isso aí. Eu gosto do filme (mini-série) feito pra TV em 1990, exceto o final broxante. Aí essa obra do Stephen King (uma das mais legais dele) tem a chance de ganhar uma adaptação mais bem produzida (dessa vez pro cinema) e começam a acontecer essas merdas.

    Resposta
  • 29/05/2015 em 19:17
    Permalink

    Que pena! Ele era o diretor certo pra este filme.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.