Censura transforma Deathgasm em Heavy Metal Apocalypse nos Estados Unidos

0
(0)
Deathgasm fez sua estreia no festival SXSW
Deathgasm foi considerado um dos filmes mais divertidos do ano

As palavras ‘Censura’ e ‘Terror’ são frequentemente vistas na mesma sentença desde muito tempo atrás. O caso da vez ocorreu nos Estados Unidos, mais especificamente na rede Walmart, que decidiu que o título do terrir Neozelandês Deathgasm (fusão das palavras Morte e Orgasmo, em inglês) e a arte de capa com demônios e pentagramas era imprópria para exibição em suas prateleiras. O título foi mudado para Heavy Metal Apocalypse e a capa abriu mão do pentagrama para colocar uma arma de fogo.

A troca se mostrou piada pronta na internet, com várias pessoas apontando a ironia de se considerar satanismo mais prejudicial que armas de fogo, nos Estados Unidos. O Walmart é um dos principais pontos de venda de mídia física nos Estados Unidos, motivo pelo qual os distribidores do filme se viram forçados a fazer tais mudanças. O diretor do filme brincou com o ocorrido em seu Facebook, dizendo: “Olhando pelo lado bom, pelo menos Deathgasm será vendido no Walmart. Nos anos 70/80 filmes de terror costumavam ter dúzias de nomes diferentes”.

O novato na cidade, Brodie, e o bad boy, Zakk, logo se tornam amigos por conta de sua admiração mútua pelo heavy metal. Mas, quando estes dois metaleiros perdedores invocam forças maléficas por acidente, seus sonhos de estrelato precisarão ser adiados.

Deathgasm foi um dos maiores sucessos de público e crítica em 2015, considerado um dos filmes mais divertidos do ano pela maioria dos sites especializados.

Qual sua capa preferida?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 113 times, 1 visits today)

Daniel Rodriguez

Belorizontino, professor de inglês, psicólogo de formação e fã do bizarro, do estranho, do surreal, do sanguinário e do monstruoso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.