30 Dias de Noite (2019)

30 Dias de Noite
Original:30 Days of Night
Ano:2019•País:EUA
Autor:Steve Niles, Ben Templesmith•Editora: Darkside Books

Barrow, norte do Alasca. Uma cidadezinha calma, com poucos corajosos habitantes que se arriscam a viver no Círculo Polar Ártico. Porém, Barrow possui uma peculiaridade: durante o verão, seus moradores desfrutam de dias a fio de sol consecutivos, sem cair a noite. Entretanto, durante o inverno… Os gloriosos dias de sol dão lugar a gelados e sombrios dias. No final do ano, a pacata cidade enfrenta um período de 30 dias de noite. E essa é a época favorita de certos tipos de predadores.

A graphic novel, escrita por Steve Niles e ilustrada por Ben Templesmith, foi publicada pela primeira vez em 2002, e agora retorna pela editora DarkSide, pelo selo Darkside Graphic Novel. Nessa edição, temos as três partes dessa história sanguinária.

Nela, acompanhamos  os policiais Eben e Stella, fazendo a última ronda antes da cidade cair em escuridão. Ao último pôr do sol, o casal avista vultos estranhos, e acontecimentos ainda mais estranhos começam a acontecer quase imediatamente. Cada vez mais vultos aparecem, e cada vez mais mortes começam a acontecer, e a cidade descobre que as lendas não são apenas lendas. Barrow está sob o ataque de vampiros, e eles não pretendem deixar um sobrevivente sequer. Como pedir ajuda externa e dizer que estão sendo caçados por vampiros? Como chegar qualquer tipo de ajuda, quando estão mergulhados em escuridão total pelo próximo mês?

30 dias de noite retrata a brutalidade pura e animalesca dos vampiros, que só querem saber de sangue e morte. A maioria chega a ser previsível, só pensando em saciar sua fome interminável e cansados de se esconderem de humanos e do sol, desmembrando corpos, queimando-os, é um verdadeiro massacre. Sendo assim, a pequena cidade do Alasca é um prato cheio para eles. Mas nem todos os predadores pensam igual.

A história é bem simples, especialmente na primeira parte. Já a segunda e terceira são levemente mais elaboradas e com algumas reviravoltas. Mas o que se destaca é a arte. Os quadrinhos são propositalmente mais escuros, tal qual a situação em que se encontram, dando assim mais ênfase ao sangue e à matança, especialmente quando os vampiros são retratados. Suas bocas estão frequentemente vermelhas.  Os olhos dos personagens também acabam ganhando destaque pela sua expressividade.

Os traços, aliados às cores frias e escuras utilizadas, podem causar uma certa estranheza acerca dos acontecimentos, pois são grosseiros e, em cenas mais violentas, praticamente borrões. Por um lado é interessante, pois nos passa a ideia da brutalidade. Por outro, fica confuso, especialmente no começo. É um daqueles casos no qual ou o leitor vai odiar os traços ou achar sensacional.

De qualquer modo, não deixa de ser um bom passatempo para os fãs de vampiros, hqs e horror, onde esses insaciáveis seres são retratados do modo tradicional: predadores cruéis, assassinos e impiedosos.

Em 2007, 30 dias de noite ganhou uma adaptação cinematográfica de mesmo nome, onde retrata a primeira parte dos horrores vividos por Eben, Stella e toda a cidade de Barrow.

(Visited 1.062 times, 1 visits today)
Louise Minski

Louise Minski

Um experimento de Schrödinger entediado.

2 comentários em “30 Dias de Noite (2019)

  • 28/03/2020 em 20:02
    Permalink

    Fica me deixando com vontades de ler livros. u-u

    Resposta
  • 18/03/2020 em 23:01
    Permalink

    É uma coletânea interessante. Fizeram o segundo filme, mas fugiu muito da literatura.

    Resposta

Deixe uma resposta para Bruno Shepard Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *