Danny Lopes, ator sempre presente nos filmes de Dante Tomaselli

Danny Lopes (1)

O ator americano Danny Lopes, que faz parte do elenco de Satan’s Playground (2004) e está trabalhando na produção de The Ocean (2005), enviou um e-mail para os editores do site Boca do Inferno elogiando a página de divulgação de Satan´s Playground. Ele domina muito bem o idioma português, graças a sua descendência familiar de Portugal.

Saiba mais sobre ele e sua carreira artística visitando seu site pessoal www.dannylopes.com, com seções de notícias, biografia, fotos, cartazes de seus filmes e muitas outros materiais interessantes.

Danny Lopes nasceu em 06/08/1982 em Livingston, no Estado americano de New Jersey. Em 1999, ele foi escolhido para fazer o papel de Bobby em Desecration, primeiro filme do diretor Dante Tomaselli. Depois, Danny participou de todos os outros filmes de horror do diretor, interpretando o psicopata assassino Luck em Horror (2002), além de um adolescente chamado Sean em Satan’s Playground, ao lado de um elenco formado ainda por nomes significativos do cinema de horror dos anos 70 e 80 como Edwin Neal (O Massacre da Serra Elétrica, 74), Ellen Sandweiss (The Evil Dead, 82) e Felissa Rose (Sleepaway Camp, 83). No momento, Danny Lopes está trabalhando em The Ocean, novo filme de horror de Dante Tomaselli, ao lado novamente de Felissa Rose e de Judith O´Dea (do clássico A Noite dos Mortos Vivos, 68).

Ele continua crescendo em sua carreira artística e em muitas áreas de negócios, sempre à procura de grandes oportunidades e papéis interessantes no cinema, assim como entre seus projetos está também entrar no mercado da música criando a sua própria gravadora.

Boca do Inferno: Você participou de todos os filmes do diretor Dante Tomaselli até agora. Como é trabalhar com ele?

Danny Lopes: É maravilhoso! Ele é um diretor brilhante com uma visão muito original. Dante tem uma maneira especial de trazer os atores, o grupo e o projeto juntos. Dante diz sempre que tem uma fórmula. Ele tem muita dedicação e é mestre de seu ofício. Consegue fazer o melhor trabalho com seus atores. Eu gosto muito de trabalhar com Dante. Tenho aprendido muito com ele.

Boca do Inferno: Você teve o privilégio de atuar em filmes ao lado de Edwin Neal, Ellen Sandweiss, Felissa Rose e Judith O´Dea, atores que estrelaram filmes significativos do horror dos anos 70 e 80 como The Texas Chainsaw Massacre, The Evil Dead, Sleepaway Camp e Night of the Living Dead (esse, o clássico de 1968). O que você tem a dizer sobre isso?

Danny Lopes (2)

Danny Lopes: Eu sou muito afortunado e honrado de ter trabalhado com tais nomes respeitados no gênero. Em Satan’s Playground (com Ellen, Edwin e Felissa), nós aprendemos muito uns com os outros. Atuar come eles deu-me mais confiança. Eu sei que ainda tenho que dar muita energia e paixão como eles. Judith estará no meu filme seguinte, The Ocean, eu não posso esperar para conhecê-la! Eu sou um admirador de seu trabalho e ouvi muitas coisas positivas. Dante tem planos para começar o filmar no próximo Outono.

Boca do Inferno: Você começou a carreira cedo, atuando em Desecration em 1999. Como foi sua experiência nesse filme?

Danny Lopes: Este filme foi sempre algo que eu quis fazer… desde que eu tinha 4 anos queria ser um ator. Aqui eu tinha 15 anos e estava vivendo o meu sonho. A experiência em Desecration vive comigo para sempre. Esse filme tem um lugar especial no meu coração. Todos que estavam trabalhando no filme eram muito agradáveis para mim e trataram-me como uma estrela. Que mais poderia eu pedir?

Boca do Inferno: Fale um pouco sobre seus personagens em Desecration, Horror, Satan´s Playground e The Ocean.

Danny Lopes: Todas as minhas personagens nos filmes de Dante têm uma relação comigo. Vejo nas entrevistas e críticas que eu sou a sua pessoa – ha ha. Em Desecration eu interpretei um rapaz solitário que tem 16 anos e é assombrado pela morte de sua mãe. Naturalmente, este personagem com estes problemas pode se confundir com Luck (o meu personagem em Horror). Eu tive muita diversão em atuar em Horror. Deu-me uma possibilidade de tornar-me outra pessoa… Neste filme sou um assassino que ingere muitas drogas. Em Satan’s Playground, o diretor Dante quis um ritmo mais lento, e nesse caso sou um jovem com autismo. Eu não quero dar muitas informações porque todos ainda necessitam vê-lo. Mas há alguns shockers envolventes no filme.

Eu não posso esperar para filmar no oceano. Será nosso primeiro filme onde nós não filmamos em temperaturas geladas. A história é ambientada em Puerto Rico, no triângulo das Bermudas – finalmente algum tempo de sol! O nome do meu personagem neste filme The Ocean é Gus. Eu vou ser o filho da atriz Felissa Rose. Tudo o que eu posso dizer por enquanto é que eu tenho uma morte violenta!

Boca do Inferno: Sua carreira como ator inclui apenas filmes de horror. Você gostaria de participar de filmes de outros gêneros e interpretar papéis diferentes? Quais são as suas perspectivas em relação a isso?

Danny Lopes (3)

Danny Lopes: Eu adoro o gênero horror. Há muito o que fazer dentro desse estilo e há sempre muita gente envolvida com os projetos. Eu tenho ido a audições e tenho procurado por mais papéis em outros gêneros, mas é necessário paciência. Quando for a hora para mim de saltar no mundo da comédia, drama e ação, você acredite que estarei lá.

Eu gosto de todos os tipos de filmes. Eu sou muito feliz por entrar nesta indústria e a maneira como eu entrei. Estou muito agradecido e entusiasmado para continuar.

Boca do Inferno: Imaginamos que você seja um fã de cinema fantástico, uma vez que participou como ator de vários filmes de horror. Fale um pouco sobre suas preferências no gênero horror. Quais filmes mais aprecia? É fã em especial de algum ator, atriz, diretor?

Danny Lopes: Quando eu comecei a atuar, eu só sabia de filmes de horror como Halloween, Friday the 13th e A Nightmare on Elm Street. Eu adoro todos estes filmes. Gosto do fato que estas películas transformaram-se em pesadelos para mim. Eles eram muito nítidos e fizeram-me sentir como se estivesse nos filmes. Depois de conhecer Dante e trabalhar com ele em seus filmes, ele introduziu-me a um novo gênero de filmes de terror. Eu comecei rapidamente a admirar o diretor italiano Dario Argento e seus trabalhos como Suspiria e Creepers. Estou aprendendo cada vez mais e mais sobre o gênero. Eu ouvi falar também de um diretor do Brasil chamado Zé do Caixão, e quero ver mais de seu trabalho.

Com Felissa Rose
Com Felissa Rose

Boca do Inferno: Nós sabemos que você gosta muito da indústria. Com exceção do mundo do cinema, quais são as outras coisas em que você está trabalhando?

Danny Lopes: Eu agora estou trabalhando em várias coisas. Construo e projeto o meu próprio website – www.dannylopes.com – e o administro com atualizações. Também estou começando minha própria companhia de música. Dante e eu estamos nas primeiras ideias na preparação de um disco chamado Sex, Death and the Supernatural. Os admiradores de Dante sabem que ele compõe a música para todos os seus filmes. Ele tem muito talento e é muito inteligente neste ramo. Isto dará a todos a oportunidade de sentir e experimentar realmente suas capacidades musicais num formato diferente.

Muito Obrigado por esta entrevista. Eu sinto-me muito feliz em fazer parte da comunidade do Boca do Inferno!

(Visited 92 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien