Falando no Diabo 43: Quadrinhos de horror – um apanhado de história, censura e independência

5
(7)

Estamos de volta! No primeiro episódio depois das férias reunimos algumas vozes novas nesse podcast pra bater um papo sobre uma mídia diferente da que estamos acostumados a trazer por aqui: os quadrinhos de horror. Os convidados Rodrigo Ramos, Louise Minski e Davy Henriques falam sobre a origem desse gênero de HQs, a censura que eles sofreram ao longo dos anos, editoras e autores, além do trabalho independente dos quadrinistas no Brasil e do próprio Rodrigo!

Equipe de gravação:
Silvana Perez

Convidados:
Rodrigo Ramos
Louise Minski
Davy Henriques

Links:
Rodrigo Ramos – site
Carniça Quadrinhos
HQ Clayton Cross

Edição:
Maurício Murphy

Arte:
Lucas Crizza

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim ou nosso PicPay e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 7

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

3 thoughts on “Falando no Diabo 43: Quadrinhos de horror – um apanhado de história, censura e independência

  • 09/02/2021 em 20:30
    Permalink

    Apesar de não ter o hábito de ler quadrinhos, me diverti bastante. É ótimo tê-los de volta!

    Resposta
    • 11/02/2021 em 16:35
      Permalink

      Que bom que gostou, Denise! No próximo voltamos pro cinema 🙂

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.