Morte em Boulogne: conheça o thriller policial de Mauricio R. B. Campos

Um thriller policial que tem como pano de fundo a questão dos refugiados. Assim podemos descrever o livro Morte em Boulogne, de Mauricio R. B. Campos, que se baseou no programa No Stranger Place, da ONU, para montar sua história. O programa de ajuda humanitária tem como objetivo ajudar pessoas em risco a encontrarem famílias que possam acolhê-los.

O livro de Campos tem como protagonista a ativista Lisandra Conde, uma jovem que, após sofrer um acidente junto com seu noivo, acorda sem o rim esquerdo. Ela resolve investigar, correndo o risco de se envolver ainda mais no que pode se tratar de uma quadrilha de roubo de órgãos.

O livro começa com um acidente de carro onde a idealista Lisandra é encontrada inconsciente entre as ferragens. Dias depois ela recobra a consciência em um hospital. Confusa e sozinha, descobre que perdeu duas coisas: um dos rins e o noivo. Ian Gouveia, diretor do hospital em que estava internada, havia partido para uma convenção médica de quinze dias no Caribe. Ela não o conhecia há muito tempo, e o passado dele ainda era uma grande mancha fosca em sua memória, mas poderia ter se envolvido com um traficante de órgãos? Empenhada em descobrir a verdade, Lisandra inicia uma investigação com seu amigo Philippe que a levará de volta a lugares que imaginava nunca mais retornar.

Conforme as revelações vão surgindo, fica claro que o passado voltou para a vida de Lisandra para cobrar seu preço. Morte em Boulogne é um grande quebra-cabeças onde o leitor é desafiado a cada página a descobrir a verdade, ou uma face dela.

Mauricio R. B. Campos é um autor premiado, vencedor do Concurso de Contos Livrarias Curitiba, finalista do Concurso Paulo Leminski e vencedor do Troféu HQ Mix por coautoria de O Rei Amarelo em Quadrinhos. Para saber mais sobre ele, acesse seu site, Facebook e Twitter e assine sua newsletter.

Morte em Boulogne está disponível para compra no Clube de Autores e na Amazon, nas versões impressa e e-book.

(Visited 57 times, 1 visits today)
Silvana Perez

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *