Damien (2016) – 1ª Temporada

Damien (2016) – 1×06: Temptress

Damien (2016) (6)

Damien - 1ª Temporada
Original:Damien - First Season
Ano:2016•País:EUA
Direção:Nick Copus
Roteiro:Richard Hatem
Produção:Glen Mazzara; Mark Kruger; John Ryan
Elenco:Bradley James; Tiffany Hines; Barbara Hershey; Megalyn Echikunwoke, Omid Abtahi, David Meunier, Robin Weigert, Sandrine Holt

Este sexto episódio, Temptress, foi um marco para a Damien e para o próprio canal: foi a primeira vez em que um episódio contou com um acréscimo de audiência, recuperando os quase cem mil espectadores que havia perdido no quinto episódio. Se Damien quer ter alguma chance de retornar para uma segunda temporada, o que não será nada fácil, é necessário que se estabeleça um saldo positivo de público.

O episódio em si tem início com Damien hospitalizado após sua tentativa fracassada de suicídio. Paranoico e preocupadíssimo, ele foge de lá apenas para cair em um mundo ainda mais confuso que antes. Convidado por Amani, ele vai até um estúdio de tatuagem bem underground, onde um homem revela a ele que o símbolo 666 escondido em sua cabeça é uma tatuagem forjada pelos aliados de Ann Rutledge. Tal revelação já dá um nó imediato na cabeça de qualquer pessoa que tenha assistido ao filme original e que se lembre bem do garotinho com o símbolo de nascença na cabeça. Conspiração parece ser a palavra chave. O personagem de Scott Wilson retorna à trama para confundir ainda mais a cabeça de Damien. Ele coloca-se contra Ann Rutledge e, por meio de seus contatos, tenta convencer o pobre diabo que a mulher havia envenenado seu sangue com alucinógenos, o que justificaria todas aquelas experiências bizarras.

Damien (2016) (5)

A perplexidade de Damien continua aumentando até atingir um ápice, que é um encontro do mesmo com sua mãe, supostamente falecida quando ele era garotinho. Originalmente a Sra. Katherine Thorn fora interpretada por Lee Remick, atriz que faleceu nos anos 90. Neste episódio, ela é interpretada por Bess Armstrong. Nesse ponto a confusão mental de Damien provavelmente será semelhante à confusão dos próprios espectadores.  O clima de paranoia e confusão se tornou tão aprofundado em um episódio cheio de acontecimentos surpreendentes, que a mera possibilidade de algo ser verdadeiro já deixaria os fãs do original de cabelo em pé.

Na análise do episódio anterior, mencionei o relacionamento entre Damien e Simone como uma possibilidade da série de escapar de convenções. Não precisou de dez minutos desse episódio para que pintasse um clima entre eles, resultando em um beijo. A situação não parece lá das melhores… Mas nem tudo é o que parece ser!

Damien (2016) (4)

Mais uma vez, não revelarei em spoilers, mas o final do episódio guarda uma reviravolta surpreendente e que dará sentido a tudo. Curiosamente, a trama do episódio foi pesadamente inspirada em um filme de terror que tem ganho um status de cult nos últimos tempos, mas que se eu revelasse qual é não só estragaria o final do episódio para quem já viu o filme, como também estragaria o final do filme para quem assistiu ao episódio. A série tem uma estética urbana misturada com temas religiosos frequentemente aponta para o filme Stigmata de 1999 e nesse episódio é impossível não fazer associações entre as duas obras.

Este foi o terceiro episódio decente da série em sequência. Sem dúvidas está compensando a espera para aqueles mais otimistas.

(Visited 531 times, 1 visits today)
Daniel Rodriguez

Daniel Rodriguez

Belorizontino, professor de inglês, psicólogo de formação e fã do bizarro, do estranho, do surreal, do sanguinário e do monstruoso!

3 comentários em “Damien (2016) – 1ª Temporada

  • 21/06/2016 em 14:49
    Permalink

    Particularmente não gosto do terceiro filme, embora a atuação do Sam Neil seja boa. Não gosto desse filme, porque o modus operandi para destruir Damien, bem claro no primeiro e no segundo filme se desfaz : Eram necessárias TODAS as adagas, cravadas no corpo em posições específicas e com finalidades distintas. No terceiro filme, cada padre fica com uma adaga para tentar matar individualmente o Damien. Não cola. Além do mais, o final do filme é apressado e mal amarrado. Quem espera um grande conflito, de proporções bíblicas (como seria de se esperar, já que o personagem e os fatos se baseiam no livro do Apocalipse) se decepciona muito…

    Resposta
  • 08/06/2016 em 13:49
    Permalink

    Fiz esse comentário antes da série ser cancelada, mas já esperava que isso fosse acontecer, confesso que a série começou à me preocupar (e muito!) logo no episódio dois (tá bom, no 1 também), não encontrava carisma em nenhum dos personagens (o próprio Damien demorou um pouco mas depois ficou ok) no episódio 1.06 Temptress acho que deu medo em todos os fãs de tudo ir ladeira abaixo (eu!) para no final mostrar que foi um sonho (ufa!). É difícil analisar uma série com essa premissa sem comparar com o filme clássico ou até mesmo o livro, ainda mais com a série mostrando várias cenas e citações do filme, mas se ela passar à andar com as próprias pernas (e eu espero que comece) tem tudo para se tornar uma grande série, imaginem eles explorando a influência de Damien na Casa Branca, os contatos e o caminho ele já tem através da dupla Ann Rutledge e do John, creio que isso cedo ou tarde acabe acontecendo, vamos esperar e torcer para que agora que o Anticristo despertou a série e os personagens também despertem. O que não veremos isso acontecer.

    Resposta
  • 25/05/2016 em 19:41
    Permalink

    Fico triste com o fim da serie, acho que sou um dos poucos que realmente gostou da serie e que era fã dos filmes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien