Casa que inspirou a história de Horror em Amityville está à venda

0
(0)
Você moraria em uma casa com um histórico arrepiante como essa?
Você moraria em uma casa com um histórico arrepiante como essa?

Um ícone do horror não precisa ser, necessariamente, um serial killer imortal como Freddy Krueger, Jason Vorhees ou Michael Myers para causar arrepios. Muitas vezes os vilões que assombram a vida dos protagonistas (e as nossas) são espíritos, monstros, vírus ou seres extraterrestres; e, em casos muito específicos, também existe a possibilidade de outra coisa ser a causadora da desgraça alheia, como em Horror em Amityville, onde a própria casa é a fonte do terror e a manifestação do mal, causando grandes traumas naqueles que têm a coragem de adentrá-la. E se você é uma dessas pessoas que quer dar sorte para o azar, a casa que inspirou o livro de 1977 e que em 1979 virou filme está disponível no mercado.

Com o valor de 850 mil dólares, a casa com quase 12 mil metros quadrados e uma casa de barcos está localizada em Toms River, New Jersey. O imóvel tem três andares, cinco quartos e um porão inacabado. A dona atual é Caroline D’Antonio e o corretor responsável pela casa, Jerry O’Neill, disse que ela e o marido, que faleceu em 2015 (nada relacionado à casa), gostavam muito do local, porém devido à fama da propriedade muitos turistas apareciam para tirar fotos e selfies na calçada, fazendo muito barulho.

Em 1974, Ronald DeFeo Jr. matou sua própria família: seus pais, dois irmãos e duas irmãs. Acusado pelo crime, DeFeo Jr. ainda está preso na Green Haven Correctional Facility. Um ano depois, George e Kathy Lutz, junto com seus dois filhos, se mudaram para a casa, porém ficaram nela apenas 28 dias alegando que eventos paranormais foram o motivo de sua saída. Depois disso, os eventos no imóvel foram compilados em um romance escrito por Jay Anson, intitulado Horror em Amityville e vendendo mais de dez milhões de cópias.

Investir em imóveis é sempre uma ideia lucrativa. Está de olho nessa casa? Confira mais informações aqui!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Laura Dourado

Jornalista, bailarina, amante irrecuperável de filmes de terror. Assiste todos os tipos possíveis, dispensando só os terríveis found footages.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.