Boca do Inferno: 2 Anos de Horror na Internet!

0
(0)

Boca do Inferno (1)

Aqui o horror se materializa em sua forma mais brutal e avassaladora, embriagando-nos com o miasma pútrido que emana das profundezas mais obscuras de um universo além da compreensão humana…

Você entrará em contato com dimensões paralelas à realidade conhecida, levando-o a atingir níveis inexplorados de pura insanidade, onde civilizações não humanas reinam poderosas em seus impérios de devastação eterna, e as quais aguardam apenas o momento oportuno de retomarem seu poder maligno no planeta…

Você conhecerá a identidade soberana do mal em seu estado absoluto, a entidade pestilenta que canaliza toda a dor e depressão da humanidade em decadência, alimentando suas entranhas com pilhas de cadáveres decompostos na mais obscena putrefação da carne…

Você ouvirá o eco destruidor dos lamentos agonizantes e gritos de tortura de vítimas implorando por clemência, além das blasfêmias guturais de um exército de demônios ferozes aguardando o confronto final…

Você se juntará à imensidão de criaturas bizarras, bestas sanguinolentas, seres mutantes leprosos e disformes que vagam e rastejam pelo lodo podre dos malditos corredores de um complexo labirinto rumo ao infinito…

Você sentirá a incomensurável dor profana de seu corpo sendo dilacerado por garras amaldiçoadas de feras indizíveis, prontas para degustar suas vísceras num banquete de carnificina…

Você está entrando na Boca do Inferno…

Esta é a mensagem de introdução para o navegante da internet que está procurando por material interessante sobre Horror, entrando posteriormente num site completo abordando o gênero, que completou 2 anos no ar em 10/05/03.

Para quem conhece e acompanha o meu trabalho desde 1988 sabe que sou um apreciador do gênero fantástico em todas as suas manifestações artísticas, e mais especialmente o Horror no Cinema, mídia que tenho procurado me especializar pesquisando e escrevendo artigos e resenhas de filmes novos ou antigos, clássicos ou produções B, raridades ou bagaceiras, ou seja, tudo sobre essa fascinante mídia que é o cinema. Sempre editando fanzines e escrevendo textos, tomei contato com a internet apenas no segundo semestre de 2001, a princípio de forma bem tímida, e depois aos poucos conhecendo com uma maior profundidade as quase infinitas possibilidades e alternativas de se obter informações interessantes sobre o assunto que se desejar.

Comecei a divulgar meus artigos de cinema, espalhando por vários sites especializados nesse assunto como Cinema em Cena, Adoro Cinema e E-Pipoca, que costumam reservar um espaço em suas páginas para o envio de textos pelo internauta.

Depois comecei a conhecer outros sites alternativos, na verdade o melhor seria chamá-los de e-zines, como Underweb, Ligazine, Bancazine, Alterfannativo, Halloween, Hum, Scriptonauta, Usina de Letras e outros mais específicos do gênero fantástico como Clube de Leitores de Ficção Científica, Scarium e Boca do Inferno. Para esses sites, comecei a enviar artigos/resenhas de cinema e contos de horror e aos poucos o material foi sendo publicado e divulgado, permitindo que seja acessível para uma grande quantidade de pessoas interessadas no assunto, chegando a quase 150 textos diferentes espalhados pela internet.

Boca do Inferno (4)

Independente da imensa repercussão que a internet proporciona, ainda mantenho uma insistência em editar fanzines impressos (Juvenatrix, Astaroth e Carnage), motivado exclusivamente por uma satisfação pessoal nesse tipo de atividade, tendo em vista que a mesma sempre foi inviável pelos altos custos de produção e baixo alcance dos resultados em virtude das pequenas tiragens. Nunca criei um site, ou seja, uma versão eletrônica de meus fanzines, devido basicamente a uma dificuldade técnica (não sou habilitado nesse tipo de mídia e confesso que me sinto à vontade apenas como um simples usuário). Mas, felizmente, encontrei em alguns sites um espaço onde pudesse participar com meu trabalho como colaborador.

Nesse momento, surgiu um convite do webmaster Marcelo Milici para ajudá-lo com textos para seu site de Horror Boca do Inferno, e em 05/07/02 fiz minha estreia com a publicação de um artigo sobre o filme A Casa do Terror (1974), das resenhas de O Pacto dos Lobos (2001) e O Jogo dos Espíritos (2002), além do conto Jornada do Pavor.

O site é atualizado semanalmente, sempre às sextas-feiras, o que é um fato notável e motivo de grande admiração, e a partir daí passei a fazer parte integrante desse e-zine que é um dos principais e mais importantes do gênero em atividade no Brasil, contando com materiais de qualidade, dispondo sempre muita informação para o apreciador de Horror, e contando com uma equipe de colaboradores de alto nível.

Passados mais de dois anos da criação do site, e um ano depois de minha entrada para a equipe, com mais de 85 textos publicados, o Boca do Inferno continua firme divulgando o horror nas telas sangrentas dos computadores dos apreciadores desse fascinante estilo artístico.

E estou satisfeito em tornar-me mais um dente cariado desta Boca fétida que emana os mais pútridos miasmas das profundezas do Inferno. Que venham muitos anos mais…

Abaixo segue a reprodução do editorial do Boca do Inferno em 09/05/03, escrito por Marcelo Milici.

Boca do Inferno

Caros Infernautas,
No dia 10/05/03 o Boca do Inferno completou dois anos de existência. Foram 24 meses de atualizações semanais (sempre às sextas-feiras) com o objetivo único de informar os infernautas sobre tudo o que há de novo e interessante a respeito dos gêneros terror e suspense. À princípio, nosso ideal era apenas trazer novidades sobre filmes, apresentar trailers, galerias, críticas, artigos e notícias, mas o Boca foi se escancarando cada vez mais e nos vimos obrigados a ampliar nossos horizontes, acrescentando contos, literatura, lendas urbanas, humortuarium, erros, trilhas sonoras, quiz, fórum, séries de horror, promoções, regras para sobreviver no gênero, fanzines, fanfictions, wicca, licantropia, vampirismo, além da nossa recém-inaugurada Lista de Discussão.

Vamos voltar a fita! Tudo começou quando meu irmão criou um site de terror baseado numa lenda urbana fictícia e me apresentou como sendo um documento verdadeiro, uma prova concreta da existência do sobrenatural. Era a época do lançamento do filme A Bruxa de Blair, com todo o seu marketing inverossímil, mas que deixava os curiosos totalmente assustados e à procura de mais. Depois da descoberta da brincadeira (e após uns Macacos Espaciais na cabeça do meu irmão), comecei a pesquisar sites de terror nacionais à procura de novidades sobre filmes e um catálogo que pudesse apresentar detalhes a respeito de produções que marcaram cruelmente minha infância como O Armário do Diabo (1989) e O Dia de Satã (1978). Infelizmente, os poucos sites encontrados eram atualizados a cada 15 dias ou às vezes uma ver por mês e não tinham material suficiente para entreter os fãs do medo. Resolvi aprender HTML na marra, elaborando página por página sem usar editor e, após seis meses, conclui minha tese na faculdade sobre o Horror Gótico nas Literaturas Inglesa e Americana e a coloquei no meu projeto de site.

Antes de inaugurá-lo, pedi a ajuda ao meu irmão (Luciano Milici) e meu primo (Cristiano Pelizzari) para acrescentarmos assuntos interessantes e dei início a minha cruzada em busca de um nome que fosse ao mesmo tempo infernal e interessante. Vários surgiram (Calafrio, Medo, Kripta, Infernauta, etc), mas nenhum nos agradou o bastante para o utilizarmos. Foi então que surgiu a ideia de usar o apelido do poeta Gregório de Matos, que também era o apelido de Sunnydale, cidade onde Buffy enfrentava toda semana vampiros, demônios e muitas assombrações. Assim, no dia 10 de maio de 2001, o Boca do Inferno se abriu pela primeira vez.

Boca do Inferno (3)

No decorrer das atualizações, o Boca foi aumentando com o nascimento de novos dentes. O primeiro a surgir foi o talentoso Sr. Renato Rosatti com sua belíssima carreira de escritor e fanzineiro. No mesmo barco, atravessando o rio Estige, vieram novos amigos: Felipe Guerra, Marco Queiroz, Adriano Siqueira, Gustavo Mause e Lina Maya. Tendo em mãos uma equipe desse porte, o sucesso seria inevitável. Recebemos citações em revistas como a SciFi News, elogios dos editores de grandes sites como Halloween – O Site Brasileiro de Michael Myers e Cinema em Cena, além de muitos prêmios na internet. Mas, nossos sonhos vão mais longe! Além de iniciarmos a campanha Ibest, desejamos transformar o site numa empresa, com atualizações diárias, e até, seguindo os passos da Fangoria, poderíamos criar uma revista somente com notícias e textos voltados ao gênero terror e suspense. Seria uma boa, não? Entretanto, para isso, precisaríamos de um patrocínio, um apoio financeiro para que possamos nos dedicar exclusivamente a esse universo…

Se construírem, eles virão…, disse a criatura alada que nos visitou naquela sinistra noite. Realmente eles vieram! Eles são vocês, os milhares de Infernautas que visitam diariamente o Portal, enviando e-mails, colaborando com notícias, informações, filmes ou apenas dando bons conselhos. São vocês que nos fazem caprichar nesse trabalho extremamente prazeroso, buscando sempre contribuir com o que há de mais assustador nos filmes e livros. Portanto, continuem a nos prestigiar com suas visitas, pois o Boca, apesar do bafo fétido, ainda tem muito o que contar.

Boca do Inferno (5)

Boca do Inferno (6)

É bom começar a ter medo…

Prêmios: Em maio de 2002, o Boca do Inferno ficou classificado entre os 10 mais do TOP BR, na categoria cultura, que avalia e premia os melhores sites da internet brasileira. O site foi também selecionado como destaque pelo Links & Sites; coroado pelo site de busca Buscaki; premiado pelo site internacional Golden Web Awards pelo seu vasto conteúdo; e indicado como destaque nos Super Sites da Web. Em 2003, o site tornou-se um destaque no Portal HPG. Além disso, o Boca do Inferno também recebeu indicações em revistas especializadas em cinema como Sci Fi News (edição de janeiro de 2003), sendo descrito como um excelente site sobre filmes de terror e suspense; e DVD Premium que indicou o site como uma das treze mais apavorantes páginas da internet brasileira.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.