O pesadelo das crianças, o palhaço WRINKLES, é tema de documentário!

5
(2)

Palhaços podem realmente ser assustadores. Está aí a enciclopédia Medo de Palhaço, primeira publicação do Boca do Inferno, para justificar essa afirmação. Se o próprio cinema já fez uso dessa temática na composição de obras aterrorizantes – alguém disse It, Uma Obra-Prima do Medo?, inspirado no palhaço assassino John Wayne Gacy -, não demoraria para a vida real também explorar o medo sob a face pancake. Desde a lenda dos palhaços ladrões de órgãos até os bate-bolas do carnaval carioca, passando pelo avistamento de exemplares pelas ruas em uma moda de uns anos atrás, eles sempre estiveram à solta. Mas talvez nunca sob encomenda.

Pois conheçam o documentário WRINKLES THE CLOWN, considerado o primeiro monstro do imaginário coletivo da era da internet – talvez tenham se esquecido que o Slender Man, veio antes!

No final de 2014, tornou-se conhecido no youtube um vídeo de baixa resolução (são os mais assustadores) de uma pessoa com uma máscara de palhaço emergindo de debaixo da cama de uma criança dormindo, com a descrição de que se trata de Wrinkles, residente no sudoeste da Flórida. A legenda diz que os pais o contrataram para assustar o filho devido ao mau comportamento. Com a gravação viralizando, logo surgiram outros vídeos do mesmo palhaço “trabalhando” para aterrorizar outros pequenos, com um número de telefone para a contratação de seus “serviços comportamentais“.

O terror de Wrinkles cresce de maneira apavorante na internet. Há uma parte da população que se diverte com o terror das crianças, sendo que muitos destes têm seu medo divulgado através de novos vídeos, considerados hilários por envolver a voz deles suplicando para que aquilo não vá visitá-lo, até porque o Wrinkles dificilmente acorda crianças, mas deixa evidente que esteve lá. Assim, depois do serviço feito e registrado, na manhã seguinte os pais mostram o resultado para os filhos dizendo coisas como “olha quem vai vir de novo se você não escovar os dentes, fazer sua lição e arrumar seu quarto.

Contudo, a principal pergunta – que você talvez esteja se fazendo – deve ser esclarecida no documentário: quem é Wrinkles e por que ele está fazendo isso?

Com direção de Michael Beach Nichols, o documentário explora não apenas a construção de Wrinkles, mas todos os mitos assustadores que surgiram com o advento da internet e que tornou o youtube como uma fonte de sustos para as novas gerações. A figura do palhaço amedrontador se estabeleceu como um subgênero no cinema, na literatura, nos quadrinhos e nos games, além, é claro, da vida real. E ele ainda contribui para novos pesadelos e traumas de intensidade absoluta, indo na contramão do que muitos psicólogos afirmam como sendo um desserviço, capaz de prejudicar mentes sãs.

Confira a prévia abaixo e deixe sua impressão sobre se esse método ser eficaz ou não na educação de crianças e pré-adolescentes!

 

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 364 times, 1 visits today)

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.