Rites of Spring (2011)

Rites of Spring (2011)
Pronta para o abate!
Rites of Spring
Original:Rites of Spring
Ano:2011•País:EUA
Direção:Padraig Reynolds
Roteiro:Padraig Reynolds
Produção:Wes Benton, E. Thompson
Elenco:Shanna Forrestall, Anessa Ramsey, AJ Bowen, Katherine Randolph, Marco St. John, Sonny Marinelli, Andrew Breland, Skylar Burke

Cinco adolescentes desapareceram no primeiro dia da primavera de 1984. No ano seguinte, e nos demais 24 anos, os sumiços se repetiram, incluindo garotas populares na região, sem que a polícia tenha pistas sobre os responsáveis. Ainda assim, com essa tradição trágica ocorrendo em Hope Springs – o local já possui um nome irônico -, há aquelas como Rachel (Anessa Ramsey, de The Signal e Yellowbrickroad) e Alyssa (Hannah Bryan, de Abraham Lincoln vs. Zombies) que insistem em sair à noite na data fatídica, provocando o seu sequestro, após um momento de curtição, por um estranho (Marco St. John, de Monster – Desejo Assassino) com tendências ritualísticas. Você está limpa?, ele pergunta para depois cortá-las com uma faca e oferecer o sangue para uma criatura que esconde no porão do celeiro. Entre orações que faz num quarto, pleno em esquisitices, incluindo a cabeça de um bode num altar, ele volta para rasgar as roupas e vestir uma delas com uma máscara, enquanto a outra luta para escapar das cordas, prometendo que ficará com ela o tempo todo.

Em outra sequência narrativa paralela, acompanhamos Ben (A.J. Bowen, de Terror no Pântano 2 e House of the Devil), que está participando de um sequestro para extorquir dinheiro do ricaço Ryan Hayden (James Bartz, da série Assassinato por Escrito), sob o comando de Paul (Sonny Marinelli, de Rosewood Lane) e com a ajuda da namorada Amy (Katherine Randolph, de Deadwater). Eles invadem o casarão e pegam a menina, Kelly (Skylar Page Burke), mas acabam tendo que levar também a babá da pequena que viu o rosto de um deles. Depois da ligação com a exigência de dois milhões de dólares, o irmão de Ben, Tommy (Andrew Breland, de Dylan Dog e as Criaturas da Noite), fica encarregado de buscar a grana e levá-la para a gangue numa fábrica abandonada. Contudo, não contava com uma intervenção de Ryan e nem com a fuga de uma criatura de um celeiro próximo, armada com facões e muita habilidade.

Toda essa maluquice faz parte do filme Rites of Spring, roteirizado e dirigido por Padraig Reynolds, em sua estreia em longas. Possui até uma narrativa dinâmica, com ação e tensão ocorrendo em cada episódio apresentado, mas ainda assim está distante de figurar como um bom filme. Muitas das falhas estão no argumento pouco criativo, que remete a diversas produções incluindo Olhos Famintos, e nas soluções encontradas em diversos momentos, seja na sequência em que uma jovem consegue roubar um carro e, ao invés de fugir até a gasolina acabar, resolve parar num posto para pedir ajuda; ou quando nocauteiam o velho e vão investigar o porão do celeiro.

O roteiro não se preocupa em explicar a origem do monstro, nem mesmo apresentar suas características. Ele usa um manto, típico de Djinn e possui vermes em sua face, o que poderia dizer que é um típico zumbi italiano, porém seu corpo é ágil, sem apresentar traços de putrefação. Também não traz informações sobre o sequestrador, porque mantém pistas de seus crimes como uma coleção e quando começou a agir em prol desse demônio das colheitas. Parece que o objetivo do roteiro era simplesmente encher de informações, sangue, cabeças decepadas e perseguição – são ingredientes bons para o gênero, mas não suficientes para os mais exigentes.

Um dos produtores desta bagaça é Wes Benton, especialista em efeitos visuais, tendo trabalhado em As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, Eu Sou a Lenda e O Incrível Hulk. E se há semelhanças com a franquia Olhos Famintos, isso não é gratuito: algumas fontes na internet apontam que Victor Salva teria tido acesso à trama que seria uma espécie de primo pobre ou spin off da série, porém a união acabou não se concretizando e o filme tornou-se independente. Se isso é verdade, Victor pulou do trem a tempo de evitar uma grave colisão com sua franquia de sucesso.

(Visited 109 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

4 comentários em “Rites of Spring (2011)

  • 05/03/2017 em 14:24
    Permalink

    Parabéns pela crítica inteligente e pelo texto primoroso;estou revendo o filme neste momento pois já não me lembro mais como ele é,mas qd o vi,gostei,um terror leve e que nos traz as lembranças daquela época.

    Resposta
  • Pingback:Todas as Críticas: 668! | Boca do Inferno

  • 19/07/2013 em 16:31
    Permalink

    Achei o filme Legal, o filme tem Duas historias e no momento certo as historias se juntam, gostei de assistir ter umas cenas bem legais ( quando a mulher ta escondido numa espécie de banheiro e vem a criatura com sua foice) teve um suspense no ar. dou nota 7,5 só o final que não foi grande coisa!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien