Um Balde de Sangue (1959)

Um Balde de Sangue (1959)

Um Balde de Sangue
Original:A Bucket of Blood
Ano:1959•País:EUA
Direção:Roger Corman
Roteiro:Charles B. Griffith
Produção:Roger Corman
Elenco:Dick Miller, Barboura Morris, Antony Carbone, Julian Burton, Ed Nelson, John Brinkley, John Herman Shaner, Judy Bamber, Myrtle Vail, Bert Convy, Jhean Burton

Produzido e dirigido pelo “Rei dos Filmes BRoger Corman em 1959, e com roteiro de Charles B. Griffith (de A Besta da Caverna Assombrada), Um Balde de Sangue é uma comédia de humor negro com elementos sutis de horror e violência sugerida. Foi filmado em preto e branco em apenas 5 dias, utilizando os mesmos cenários de A Pequena Loja dos Horrores (1960), outra parceria de humor negro entre Corman e o mesmo roteirista Griffith.

Na história, Walter Paisley (Dick Miller), é um garçom que trabalha num bar noturno, que sempre é ignorado pelos clientes e colegas de trabalho, e tem um sonho de ser um artista reconhecido. Depois que acidentalmente ele mata o gato de uma vizinha curiosa, e para esconder o delito ele cobre o cadáver do animal com argila, transformando-o numa escultura, todos ao seu redor passam a admirá-lo como um artista notável. Mas, para manter a fama, ele se vê obrigado a continuar a “fabricar” estátuas, tornando-se com isso um assassino.

Um Balde de Sangue (1959) (1)

Filme bem curto, com pouco mais de uma hora de duração, numa produção de baixíssimo orçamento, característica de Corman. Diversão rápida indicada para os apreciadores de filmes “B”, com um desfecho trágico. Teve uma refilmagem em 1995, numa produção especialmente para a televisão.

(Visited 233 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

3 comentários em “Um Balde de Sangue (1959)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *