O Monstro de Duas Caras (1960)

O Monstro de Duas Caras (1960) (2)

O Monstro de Duas Caras
Original:The Two Faces of Dr. Jekyll
Ano:1960•País:UK
Direção:Terence Fisher
Roteiro:Wolf Mankowitz, Robert Louis Stevenson
Produção:Michael Carreras
Elenco:Paul Massie, Dawn Addams, Christopher Lee, David Kossoff, Norma Marla, Francis De Wolff, Joy Webster

Mais uma produção colorida do estúdio inglês Hammer, com direção do especialista Terence Fisher e com o ícone Christopher Lee. Trata-se de outra versão da conhecida história O Médico e o Monstro (The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde), de Robert Louis Stevenson, famosa obra literária de 1886 que foi adaptada inúmeras vezes no cinema, inclusive com outras duas versões da própria Hammer, The Ugly Duckling (1959) e O Médico & Irmã Monstro (1971).

Em cada personalidade humana, duas forças lutam pela supremacia. Com estas palavras, o obcecado cientista Dr. Henry Jekyll (o canadense Paul Massie) se convence e tenta argumentar para seu amigo, o médico Dr. Ernst Litauer (David Kossof), sobre a importância de suas experiências na descoberta de uma solução química que depois de ingerida poderia trazer à tona o lado mal do ser humano. Ou a sua personalidade mais agressiva e livre de obrigações morais. E uma vez testando a poção em si mesmo, desperta em seu interior o Sr. Edward Hyde, um homem elegante quando é de seu interesse, mas que age sem escrúpulos, sentindo-se livre para se envolver no submundo de Londres de 1874. Relacionando-se com prostitutas, bebendo em bares de categoria inferior, apostando em lutas ilegais e fumando ópio em locais próprios para se consumir a droga.

O Monstro de Duas Caras (1960) (3)

 

A esposa do pacato Dr. Henry Jekyll, a bela Kitty (Dawn Addams, de Os Vampiros Amantes, 1970), cansada da falta de atenção do cientista abnegado em seu trabalho, prefere participar de festas sociais da alta sociedade londrina, sendo amante do amigo de seu marido, Paul Allen (Christopher Lee), que é um homem sedutor, mas sem afeição pelo trabalho. Ele está sempre perdendo dinheiro em jogos de cartas, vivendo endividado e recorrendo à ajuda financeira do Dr. Jekyll.

As coisas pioram bastante depois que mortes misteriosas ocorrem despertando a atenção da polícia, e o cientista perde progressivamente o controle da situação, permitindo o domínio do Sr. Hyde.

Um destaque notável é a interpretação de Paul Massie, que alterna de forma eficaz a voz e o comportamento geral quando interpreta o educado Dr. Jekyll e o descontraído Sr. Hyde, num trabalho convincente de duas personagens de uma mesma pessoa.

O Monstro de Duas Caras (1960) (1)

Curiosamente, o consagrado ator Christopher Lee também esteve em outra adaptação do livro de Stevenson, O Soro Maldito (I, Monster, 1971), produzido pelo estúdio rival Amicus, e dessa vez fazendo o papel do cientista louco, atuando ao lado do lendário parceiro Peter Cushing.

Oura curiosidade é a participação pequena, com uma breve ponta, do ator Oliver Reed. Ele está na mesma casa noturna sofisticada em que se encontra o casal de amantes formado por Paul Allen e Kitty, além do Sr. Hyde, e para defender uma prostituta de luxo, se envolve numa briga com eles. Reed atuou um ano depois em outro filme da Hammer, A Maldição do Lobisomem (The Curse of the Werewolf) no papel do homem que se transforma em lobo. Ele também esteve em Dr. Heckyl and Mr. Hype (1980), outra adaptação do livro de Stevenson, no papel do cientista.

(Visited 199 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien