Presentes (1989)

4
(1)

Presentes (1989) (1)

Presentes
Original:Offerings
Ano:1989•País:EUA
Direção:Christopher Reynolds
Roteiro:Christopher Reynolds
Produção:Christopher Reynolds
Elenco:Loretta Leigh Bowman, Elizabeth Greene, G. Michael Smith, Jerry Brewer, Tobe Sexton, Max Burnett, Doobie Potter, Rayette Potts, Mark Massey, Jackie Shaw, Chasen Hampton

Exibido na televisão brasileira no cultuado “Cine Trash” da Band, Presentes (Offerings) tem direção, roteiro e produção de Christopher Reynolds. É um filme slasher de 1989 e extremamente datado, onde tudo, desde trilha sonora, figurinos, diálogos, atmosfera e história sobre um serial killer vingativo nos remetem aos anos 80 do século passado.

Após o abandono do pai, o menino John Radley (Josh Coffman) parou de falar, e passou a viver recluso com a mãe megera (Rayette Potts), sofrendo perseguições e bullyng dos vizinhos e colegas da mesma idade, exceto pela amiga Gretchen (Kerri Bechthold), que o defende das ofensas dos outros. Mas, um acidente num poço traria consequências trágicas para John, que ficou deformado e foi internado numa clínica psiquiátrica pelos próximos dez anos. Fugindo do hospício e agora adulto, John (Richard A. Buswell) usa uma máscara para ocultar as feridas de seu rosto, e retorna para o bairro onde viveu na infância a procura de vingança contra os antigos colegas que o insultavam, como Kacy (Elizabeth Greene) e Linda (Heather Scott), além de Jim Paxton (Jerry Brewer), David (Tobe Sexton) e Greg (Patrick H. Berry). Enquanto ocorrem muitas mortes violentas e misteriosas, além de pedaços de corpos serem oferecidos como presentes (daí o título), a polícia tenta desvendar os assassinatos com a investigação do Xerife Chism (G. Michael Smith).

Presentes (1989) (2)

Completamente influenciado por Halloween: A Noite do Terror (1978), do psicopata mascarado Michael Myers, Presentes na verdade não oferece nada que não sejam os tradicionais e manjados clichês do subgênero “slasher”. Tudo é muito óbvio e previsível, e as cenas de mortes, apesar de sangrentas em alguns casos, também estão longe de permanecer na memória após alguns minutos do término do filme. Visto muitos anos depois, é lógico que desperta aquele sentimento de nostalgia da década de 1980, um período muito significativo para o cinema de horror, especialmente os filmes com psicopatas chacinando suas vítimas das mais diversas maneiras, com Jason Voorhees, Michael Myers e Freddy Krueger, entre outros, disputando um campeonato de empilhamento de cadáveres. Mas, além da nostalgia oitentista, sobra pouco de um filme apenas comum e que se perde na infinidade de produções similares.

Presentes (1989) (3)

O diretor e roteirista Christopher Reynolds não seguiu a carreira, tendo um currículo pequeno, formado apenas por esse Presentes e o seguinte Lethal Justice (1991).

Presentes (1989) (4)

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.