O Segredo da Floresta (2019)

O Segredo da Floresta
Original:Behind the Trees
Ano:2019•País:EUA
Direção:Vikram Jayakumar
Roteiro:Vikram Jayakumar, Arjun Grover
Produção:Laxmi Grover Gonzales, Arjun Grover
Elenco:Vanessa Curry, Sahil Shroff, Subrat Dutta, Tvisha Seema, Tanvi Shinde, Apoorva Arora, Mohit Hiranandani, Abheer Meherish

Certas proibições a crianças podem soar assustadoras. Quando você ouvia seu pai dizer para não sair da cama à noite para evitar que o bicho-papão puxasse seus pés ou não aceitar doces de estranhos pois há palhaços que roubam órgãos, eram impressionantes os arrepios despertados. Há, em O Segredo da Floresta, dois dessas lendas locais e que trazem infelizmente os únicos momentos interessantes do longa de Vikram Jayakumar, embora a premissa também parecia ser promissora: um casal em viagem à Índia decide ajudar uma menina que estava sendo exorcizada, libertando um mal incontrolável.

Parece interessante, mas não é bem assim. Depois de um começo empolgante em que uns amigos encontram uma prisão numa clareira de uma plantação de açúcar, são apresentados os protagonistas: a belíssima Amy (Vanessa Curry) e seu namorado Jay (Sahil Shroff), que vão à Índia na comemoração de um ano de relacionamento. Enquanto aproveitam a beleza local em diversos passeios sonolentos, Jay pede a garota em casamento, tendo como resposta um frustrante “não estou preparada, embora eu te ame“. Enquanto tentam retornar ao hotel, perdem-se na mata e testemunham numa tenda um ritual de exorcismo. Embora a menina não esteja sendo machucada no processo, ela o convence que eles precisam ajudá-la. Assim que ela é deixada na tal prisão, eles a libertam, sem nem sequer tentar entender porque aquilo estava acontecendo.

É latente que alguns problemas virão com essa ação, mas não como o infernauta imagina. A jovem Asha (a limitada Tvisha Seema), de onze anos, aparenta realmente ser uma garota normal, que pede apenas para ser levada de volta aos pais. Jay vai à cidade pesquisar sobre a garota (só agora, rapaz?), ao passo que Amy fica com ela e aprende algumas das tradições aterrorizantes do local, as tais proibições que falei no começo do texto: 1. quando estiver andando na floresta, nunca olhe para trás; 2. jamais assobie à noite. Duas curiosidades que resultam nas únicas cenas que impedem que O Segredo da Floresta seja completamente descartado.

Até porque não há muito além disso. O tal Navin (Subrat Dutta), que gosta de esbugalhar os olhos, mas não explica direito as tradições locais, é que acaba se revelando como a principal ameaça do filme. Não espere que Asha vai falar com voz demoníaca, andar pelas paredes ou vomitar nojeiras; nem mesmo haverá muitos detalhes sobre o demônio que habita seu corpo. E a conexão com a cena inicial, que acontece apenas nos créditos finais, não se conclui de maneira satisfatória, servindo como um adendo dentro da mediocridade apresentada.

Com aparência de um filme B de Bollywood, porém com os clichês americanos, O Segredo da Floresta nem vale a curiosidade. É bobo e sensível, não assusta e nem desperta interesse.

(Visited 606 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *