Ted Bundy – Um Estranho ao Meu Lado (2019)

5
(3)
Ted Bundy - Um Estranho ao Meu Lado
Original:Ted Bundy - The Stranger Beside Me
Ano:2019•País:EUA
Autor:Ann Rule •Editora: Darkside Books

A história de Ted Bundy, um dos mais notórios e prolíficos assassinos em série que já existiram, começou a ser contada pela literatura especializada ainda em 1980, época em que o longo embate jurídico que marcou parte importante de sua vida ainda estava no início. Foi nesse ano que a primeira edição do livro Ted Bundy – The Stranger Beside Me, de Ann Rule, a rainha do true crime, biógrafa oficial e amiga pessoal de Bundy, foi lançada. A obra chegou ao Brasil pela primeira vez em 2019 pela Darkside Books, por meio do selo Crime Scene, e com tradução de Eduardo Alves.

A figura de Bundy, por sua vez, já é bem conhecida. Apesar de ter confessado “apenas” 10 assassinatos e estar diretamente associado, a partir de evidências, a outros 8, acredita-se que esse número pode ultrapassar a marca de 100 vítimas, com a extensão da sua atuação sendo, assim, proporcional a sua fama. Mas Ted Bundy era julgado como diferente dos seus “iguais”. Diversos fatores contribuíram para que o distanciassem do corpo geral de criminosos: sendo alto, magro, branco, uma beleza “padrão”, e uma inteligência acima da média,tão inteligente que consegue parecer normal, Ted Bundy causou muito burburinho na esfera jurídica e criminal, se tornando uma espécie de astro.

Em seu livro, Ann Rule tenta descascar todos os detalhes possíveis da vida de Ted, alguém anatômica e psicologicamente esguio, com uma máscara de coerência tão perfeita que engana até aqueles mais atentos. Assim como nas edições revisitadas de 1986 e 1989, essa nova edição de Um Estranho ao Meu Lado traz uma revisão do caso pela autora realizada em 2000, data que marcou os 20 anos da primeira edição. Aqui temos novas informações e novas reflexões sobre o fenômeno “Ted Bundy”, desde o impacto do caso na ciência da investigação criminal, até a amplitude de seus crimes, impossíveis de serem contabilizados em sua totalidade até hoje.

Ann Rule tem uma vantagem sobre outros biógrafos por ter sido amiga pessoal de Ted: desde os primeiros anos de Ted na faculdade de Psicologia, quando dividia com ele o atendimento na Clínica de Prevenção ao Suicídio, em Seattle, Ann teve acesso em primeira mão às primeiras versões de Ted sobre si, sobre sua família, sobre sua infância, assim como às questões que supostamente o abalavam (como o fato de ter crescido achando que era filho dos avós). Aos poucos, a autora vai nos dando dicas sobre os interesses e vontades de Ted, que só se compreendem quando olhamos sua vida como um todo (como, por exemplo, o interesse que o levou a fazer duas graduações, em Psicologia e Direito, assim como o interesse acadêmico direcionado para as variáveis psicológicas que afetam as decisões dos juízes – algo que viria a ser crucial em seus anos vindouros). Essa “esperteza” marcou a trajetória de Bundy, principalmente a partir do início de sua vida de crimes.

De personalidade esguia, Ted deslizou, como que ensaboado, de vítima em vítima, sempre ajudado por seu charme intelectual, e mesmo após ser preso, continuou deslizando, seja por entre as barras de ferro das prisões (ele realizou fugas excepcionais diversas vezes), seja por entre as nuances e escrutínios da lei. O circo jurídico o qual protagonizou foi, talvez, o principal responsável por sua fama e até adoração por parte de muitos (um fenômeno estranho amplamente subsidiado pelos meios de comunicação, como jornais, livros e cinema).

Mas Ann Rule tenta fugir do sensacionalismo em sua obra máxima. A escritora, com diversas formações paralelas em investigação criminal, penologia, administração policial, fotografia de cenas de crimes e outras subáreas da criminologia e já atuava como parceira da polícia mesmo antes dos crimes de Ted, desde a primeira edição de seu livro está atenta às repercussões morais sobre o sucesso conquistado por esse tipo de trabalho. Em contrapartida, sua escrita é uma verdadeira viagem pelos fluxos das diferentes legislações que regem os Estados Unidos, assim como pela mente criminosa a partir da investigação criminal. As descrições e a leitura que faz das investigações são muito fluidas – fluidas como a mente do próprio Bundy.

A edição elaborada pela Darkside Books para Um Estranho ao Meu Lado, tida pelos críticos como a obra definitiva de true crime, tem capa dura, uma boa coleção de imagens da época, além de todas as atualizações realizadas desde sua primeira edição. O bônus para quem acompanha a narrativa, no entanto, é a evolução da compreensão da autora sobre um assassino frio e altamente calculista, com quem esbarrou inadvertidamente no passado como um amigo, e que mudou sua vida para sempre.

“Em diversas ocasiões acreditei de maneira ingênua que o fascínio por Ted iria diminuir e eu nunca teria que pensar nele de novo. Mas agora já aceitei que terei de responder perguntas sobre ele até o fim de meus dias. (…) Tudo que sei é que minha própria opinião sobre ele evoluiu de uma maneira exatamente contrária à aceitação do público de um Ted como um personagem folclórico. Quando leio minha avaliação a seu respeito na década de 1970, me dou conta de que tive um longo caminho a percorrer para alcançar uma exatidão verdadeira. Nas quase três décadas desde que o vi pela primeira vez, fui forçada a aceitar verdades cada vez mais pavorosas. A mente humana, incluindo a minha própria, cria trilhas inconscientes elaboradas para poder lidar com o horror”. Ann Rule.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Pedro Emmanuel

Cearense, jornalista, quase geógrafo (ainda cursando), meio praieiro e ligeiramente antissocial. Minha viagem é aprender o máximo possível sobre a vida e sobre a morte, e assim ir assimilando alguns mistérios da existência. Vivo como se fosse um detetive, mas minha mente vagueia muito. Sou fã de Star Trek, Jefferson Airplane, e do Massacre da Serra Elétrica original.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.