3.8
(4)

Em 1979 George Miller gravou um filme de ação de baixo orçamento nas estradas do deserto australiano, com um elenco de desconhecidos e interessantes cenas de ação. 45 anos depois, Mad Max segue forte, com cinco filmes que reúnem alguns dos vilões mais carismáticos do cinema. No episódio de hoje conversamos sobre eles. Testemunhem!

Equipe de gravação:
Silvana Perez
Ivo Costa
Filipe Falcão
Samuel Bryan
Daniel Medeiros

Edição:
Maurício Murphy

Revisão:
Silvana Perez

Arte:
Lucas Crizza

Links:
How Dementus Became Mad Max’s Joker
Cinema em crise? Os fracassos de bilheteria, a diminuição da janela de exclusividade e o público

Filmes comentados no episódio:
Mad Max (1979)
Mad Max 2: A Caçada Continua (Mad Max 2: The Road Warrior, 1981)
Mad Max: Além da Cúpula do Trovão (Mad Max Beyond Thunderdome, 1985)
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max Fury Road, 2015)
Furiosa: Uma Saga Mad Max (Furiosa: A Mad Max Saga, 2024)

Filmes Ozploitation:
Pelos Caminhos do Inferno (Wake In Fright, 1971)
Violência por Acidente (The Cars that Ate Paris, 1974)
Patrick (1978)
Um Longo Fim de Semana (Long Weekend, 1978)
O Corte da Navalha (Razorback, 1984)
Jogo Brutal (Fair Game, 1986)

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

Falem com a gente! Estamos no InstagramTwitter e Facebook e, claro, no site!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.8 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

12 Comentários

  1. Nossa, vocês devem fumar muita maconha pra associar o que está acontecendo na Europa como uma espécie de “ressureição do nazismo”. Só porque a mídia maldita e ideológicamente de esquerda diz que qualquer coisinha de direita seja “extrema direita” não quer dizer que o que está acontecendo na Europa tenha relação com o nazismo, eu nem sequer sabia que estavam fazendo essa associação tosca com o nazismo, tem certeza que o teu bagulho não está estragado? Aliás se é pra levar para esses extremos ridículos então se eu sou o “nazista” no teu caso tu é a comunista.

    1. Avatar photo
      Author

      Ooo, meu anjo, vc acha que me chamar de comunista é xingamento? É minha vez de rir agora, rssss! Aiai…

  2. Detesto esse filme feminista misândrico Mad Max: Estrada da Fúria. Cheio de mensagens demonizando homens como abusadores, monstros, violentos, cruéis, dominadores e mulheres apenas sendo vítimas boazinhas. Também começou essa onda de pegarem histórias protagonizadas por personagens masculinos tirar seu protagonismo dando para femininas como The Witcher, Mestres do Universo: Salvando Eternia, vários filmes e séries MCU, etc.

    1. Avatar photo
      Author

      Dói ver mulher como protagonista, né, “ser das trevas”?

      1. Dói ver feministas dominando toda a cultura, entretenimento, arte, pop, nerd, geek, espalhando seu ódio, misandria, enfiando diversidade forçada ao invés de qualidade, boa história, diversão, destruindo franquias, personagens masculinos consagrados apenas para irritar os homens.

        1. Avatar photo
          Author

          Meu caro, no mínimo tenha a coragem de mostrar seu nome se for espalhar machismo por aqui. Vou dizer o mesmo que disse pra outra pessoa aqui nos comentários essa semana: preconceito não é bem-vindo nesse site. Te convido a buscar outros veículos que compactuem com essa visão de mundo merda que vc tem.

    2. Apesar de Mad Max: Estrada da Fúria ter começado essa tendência dos infernos que temos hoje e que na maioria dos casos só tem gerado flops (o que talvez tenha sido o motivo pro fracasso de Furiosa) eu ainda gosto muito do filme, é tecnicamente impecável, os vilões são ótimos e a Furiosa é uma personagem bem interessante, mas o problema é que Tom Hardy é um péssimo Mad Max, o negócio inclusive piorou pra mim agora desde que ele fez aquele palhaço do Venom.

  3. Há tantas pessoas que têm dissonância cognitiva sobre Mad Max: Estrada da Fúria… Gostam das chamas, carros legais, outras coisas, ignorando TUDO que reclamam do filme, substituindo personagem principal homem por uma feminina, não segue cânone, reescreve a história, trata o personagem original e masculinos como merda.

  4. Dá gosto ver o porre militante de extrema esquerda do Samuel Bryan ter ficado todo afetadinho com o que aconteceu lá nas votações da Europa e ainda comparou com Mad Max (kkkkkkkkkkk). Esse sujeito só presta mesmo pra falar de jogo.

    1. Avatar photo
      Author

      Aprovei só pra responder, mas já saiba que seu comentário será apagado, João. Sua falta de educação não é bem-vinda aqui. Se vc quer apoiar nazismo, faça isso bem longe daqui. É a última vez que vou me dar o trabalho de te responder. Próxima vez que vc escrever pra espalhar seus preconceitos, só vou te bloquear, assim vc deixa a gente em paz. Que inferno.

      1. NAZISMO? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Meu Deus o negócio aqui no site está muito preocupante e contaminado, cheio de militantezinho que não respeita a opinião política dos outros (que não seja a deles) ao comparar direita com nazismo ou fascismo. O desinformado Samuel diz que estamos em risco de um mundo Mad Max por causa da soberania da direita na Europa, mas pra ele está tudo bem países dominados pela esquerda como o Brasil liberar saidinha de presos e com tentativas de legalizar o uso de maconha? Pois essas coisas não influenciariam “nada” para um mundo tipo Mad Max né? Se quiser me bloquear me bloqueia já que esse tipo de ideologia só está praticando censura mesmo ultimamente, me desculpe pelo meu “nazismo”, sou só sou alguém que fica muito revoltado quando ouço absurdos de gente intolerante que não reflete sua hipocrisia e aquilo que o rodeia, as vezes é melhor a pessoa não dizer nada. Um grande abraço do “nazista”.

        1. Avatar photo
          Author

          É nazismo sim, e vcs não têm sequer a coragem de assumir isso! Covardes além de tudo! De novo: não são bem-vindos! A extrema direita na Europa é nazista e vc ficar em negação não vai mudar esse fato, só vai te fazer parecer burro e covarde. Aqui vc não se cria, João.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *