A jornada de Luigi’s Mansion que colocou o irmão do Mario num divertido jogo “terror”

Logo no início dos anos 2000, a Nintendo surpreendeu o mundo inteiro com o lançamento do jogo Luigi’s Mansion, que ocorreu na estreia do GameCube, seu console que substituiu o clássico Nintendo 64 e seria um competidor do PlayStation 2 pelo mercado de games.

Obviamente, o mundo esperava que o lançamento de um novo console da Nintendo traria justamente o lançamento de um novo game de Mario, o maior símbolo da empresa. E embora ele tenha sim vindo, com o sensacional jogo Super Mario Sunshine, foi Luigi’s Mansion que causou um verdadeiro burburinho.

Em sua primeira aventura solo, Luigi ganha uma mansão em um misterioso sorteio no qual ele nunca nem mesmo se inscreveu e, ao chegar no lugar, descobre que ele é infestado de fantasmas. Para piorar a situação, seu irmão Mario foi raptado e está escondido em algum lugar da bizarra residência. E mesmo sendo um completo medroso, Luigi tem que se tornar forte para enfrentar o mundo fantasmagórico.

Um verdadeiro sucesso ao brincar com temas do mundo do terror, o primeiro Luigi’s Mansion impressionou com gráficos revolucionários, mecânicas bastante divertidas e uma boa dose de humor e carisma, num jogo que ousou andar onde nenhum Mario havia pisado, ao colocar Luigi com o aspirador Poltergust 3000, caçando fantasmas na tentativa de salvar seu irmão.

Foi só em 2013 que veio a continuação. E o que era divertido, ficou ainda melhor. Luigi’s Mansion: Dark Moon foi lançado exclusivamente para Nintendo 3DS com um verdadeiro sucesso de crítica.

No novo enredo, dessa vez melhor elaborado, um satélite chamado de Dark Moon, responsável por manter os fantasmas em um humor mais dócil e tranquilo, é destruído pelo vilão King Boo. O Professor Gadd, criador do aspirador de fantasmas, resolve pedir mais uma vez ajuda para Luigi, que coletará os pedaços perdidos do artefato pelas mansões do vale assombrado.

Com gráficos ainda mais bonitos, uma jogabilidade aperfeiçoada e um charme incomparável que só a Nintendo é capaz de criar, muitos consideraram que Luigi finalmente teve um jogo à altura dos melhores títulos de seu irmão mais famoso.

E com isso, o sucesso chega agora a sua terceira edição. Luigi’s Mansion 3 será lançado exclusivamente para o Nintendo Switch em 31 de outubro.

Entre as novidades da franquia, temos o novo personagem Gooigi, que será uma versão fantasma de Luigi, capaz de acessar espaços que o de carne e osso não consegue. Mas seguindo a linha da série, fantasmas tem suas fraquezas, como a água.

Luigi e Gooigi farão sua aventura pelos quartos do hotel Last Resort, resolvendo novos enigmas e enfrentando os fantasmas ameaçadores e atrapalhados do local.

Outra novidade da terceira edição do game será um modo multiplayer para até oito jogadores, que poderão encarar fases online e locais, onde precisarão se unir para eliminar todos os fantasmas de um mesmo andar antes que o tempo do cronômetro acabe.

Claramente inspirado na franquia de filmes Os Caça-Fantasmas, Luigi’s Mansion foi uma aposta que deu muito certo para a Nintendo, primeiro por dar um protagonismo inédito para o irmão de Mario que merecia sim sua própria franquia, e também por navegar em uma temática pouco usual para a empresa japonesa.

Resta saber se Luigi’s Mansion 3 será capaz de manter esse sucesso.

(Visited 251 times, 3 visits today)
Samuel Bryan

Samuel Bryan

Jornalista, acreano, tão fã de filmes, games, livros e HQs de terror, que se não fosse ateu, teria sérios problemas com o ocultismo. Contato: games@bocadoinferno.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien