25 Erros para Procurar em Plan 9 From Outer Space

Notem o fio que sustenta a nave!
Notem o fio que sustenta a nave!

“I’ll tell you one thing: if a little green man pops out at me, I’m shooting first and asking questions later.”

São dezenas de centenas de erros possíveis de encontrar em Plan 9 From Outer Space, porém para o seu deleite, escolhemos os 25 que são gritantes detalhes para tornar a experiência ainda mais divertida.

1- Por que Criswell diz que o filme conta eventos futuros se na próxima sentença ele diz que vai mostrar o que “aconteceu naquele dia“;

2- O cockpit do avião de Jeff Trent é nitidamente feito de papelão, contudo o mais impressionante é que o que separa o cockpit do resto do “avião” é uma cortininha;

3- Ah, sim, o rádio do co-piloto parece o microfone do Silvio Santos;

4- Ainda na primeira cena no cockpit, quando a luz do OVNI passa na frente do piloto, pode-se ver a sombra do microfone;

Plan 9 (1959) (29)

5- Na cena em que Criswell anuncia a morte de Ghoul Man, a imagem congela e ouvimos o som do atropelamento, porém é possível ver a sombra de Bela Lugosi ainda no chão;

Plan 9 (1959) (30)

6- A janela da casa dos Trent possui no máximo 1 metro de altura do chão;

7- É visível que os corpos dos coveiros, quando os policiais estão investigando, são bonecos muito mal vestidos;

Plan 9 (1959) (31)

8- Quando o disco voador passa pela primeira vez pelo cemitério, um dos homens que carrega a maca com o coveiro morto bate o pé em uma das cruzes que marcam as covas. Ela balança para trás e para frente confirmando que são todas de papelão;

9- Nas cenas em que os discos voadores sobrevoam Hollywood, ninguém está assustado ou impressionado, parece até que estão vendo uma revoada de pássaros nos céus;

10- O pano de fundo em que Tom Edwards está quando aparece pela primeira vez é especialmente ridículo, pois seu semblante faz “sombra” no “horizonte” onde deveria ser uma tomada externa;

11- O uniforme do coronel Tom Edwards não tem informação de patente;

12- As armas do exercito mostradas nas filmagens de arquivo e que deveriam ser utilizadas no ataque aos alienígenas são armas para alvos terrestres que não alcançariam um aeroplano;

13- Além de cortinas e condições atmosféricas na nave mãe, os alienígenas falam inglês fluente até entre eles (o que Ed Wood pensa que está dirigindo, Star Trek? hehehe…);

14- Quando encontra o corpo do inspetor Clay, o tenente Harper aponta sua arma para si mesmo, inclusive chega a se coçar com ela. Segundo seu interprete, Duke Moore, isso foi feito de propósito para ver se Wood atentava para este “detalhe“. Como podem perceber isto não aconteceu;

15- Se mataram os coveiros no começo do filme, quem enterrou Clay?;

16- No primeiro tropeço de Paula Trent enquanto ela é perseguida por Ghoul Man é perceptível que o gramado todo se move, o que confirma que o “chão” é feito por cobertores;

17- A “miniatura” da cova do inspetor Clay na cena de perseguição é completamente fora de proporção das demais do cemitério;

Plan 9 (1959) (32)

18- Mais uma na cena da perseguição: em uma das tomadas em que Paula corre em direção à câmera, há uma lápide caída ao fundo. Nela dá para ver o suporte de madeira que a mantém em pé;

Plan 9 (1959) (33)

19- Quando Vampira e Clay zumbificados entram na nave, Eros pede para que Tanna desligue um botão para paralisar os mortos-vivos. Os dois realmente “desligam“, porém Ghoul Man continua andando até entrar na nave;

20- Nas tomadas internas no pentágono, há um mapa dos Estados Unidos na parede. O mapa pertencia a empresa de trens Santa Fé Railway e seu logotipo é visível em algumas cenas;

21- Na cena em que Ghoul Man ataca os Trent na presença do Coronel Edwards, sua capa se desamarra e escorrega, sendo resgatada pouco antes de cair sobre os ombros;

Plan 9 (1959) (34)

22- Eu não estou bem certo, mas ao ver estes dois elementos de cena, cheguei a conclusão que a Terra já usava tecnologia alienígena faz tempo… Isso anos antes de MIB;

Plan 9 (1959) (35)

Plan 9 (1959) (36)

23- Por algum motivo, balas não derrubam os zumbis, mas pauladas na cabeça, sim;

24- Para uma civilização dita tão bem desenvolvida, é no mínimo estranho que os alienígenas não carreguem um extintor na nave;

25- O esqueleto do inspetor Clay no final do filme é incompatível com sua composição física quando “vivo“;

Plan 9 (1959) (37)

(Visited 64 times, 1 visits today)
Gabriel Paixão

Gabriel Paixão

Colaborador e fã de bagaceiras de gosto duvidoso. Um Floydiano de carteirinha que tem em casa estantes repletas de vinis riscados e VHS's embolorados.

Um comentário em “25 Erros para Procurar em Plan 9 From Outer Space

  • 10/06/2016 em 15:36
    Permalink

    Resolvi defender cada ponto do filme, por favor levem na brincadeira.
    1 – O filme se passa no mundo do Mangá UZUMAKI, passado, futuro e presente coexistem.
    2 – Como o filme se passa antes do 11 de setembro, não havia o medo, nem necessidade de se separar os pilotos dos passageiros, dãaann.
    3 – Na verdade o Silvio copiou a ideia desse filme, pois queria mostrar o quanto era um vendedor bem sucedido, tanto quanto o exercito americano era poderoso.
    4 – A sombra é de uma arma alienigena que estava apontada para o avião.
    5 – A sombra era um espirito.
    6 – Os trents compraram a casa de uma família de anões seus ignorantes.
    7 – Os ets trocaram os corpos, esse era o plano 8.
    8 – Era um cemiterio de cristãos carentes seus insensiveis.
    9 – Na decada de 50 era mais facil ficar assustado vendo passaros no céu do que disco voadores.
    10 – Ai tu me pegou… Rs.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien