O Retrato de Dorian Gray (1945)

Pode ser considerado como um dos mais genuínos e sofisticados exemplares do gênero dessa época, sem apresentar monstruosidades explícitas ou aberrações científicas, mas é marcado sobretudo pela elegância fina e requintada, sem deixar de apresentar um clima de mistério e terror extremamente apurados

Ler mais

Carnaval de Almas (1962)

O filme é indicado para os apreciadores do cinema de horror com atmosfera desconfortável e sobrenatural, sem as barulheiras e correrias de histórias com fluxo narrativo acelerado e que cansam o espectador justamente por esses excessos

Ler mais

Plano 9 do Espaço Sideral (1959)

É logicamente um filme com muitos problemas. O roteiro tem falhas colossais, mesmo para um tema escapista como invasão alienígena. Mas, como filme bagaceiro que explora o horror e ficção científica, consegue garantir entretenimento sem compromisso

Ler mais

Enraivecida na Fúria do Sexo (1977)

Necessário para os dias atuais e para quem é fãs de produções com características apocalípticas, Rabid ainda mantém sua força narrativa após mais de quarenta anos de seu lançamento.

Ler mais