A Máquina do Tempo (1895)

Indispensável para os fãs de Ficção Científica e que querem conhecer o ponto de partida das viagens no tempo, A Máquina do Tempo ainda flui como uma literatura deliciosa e consciente, bem a frente de seu tempo, antecipando um universo de inventividades sem limites e que construiria a história do gênero.

Ler mais

Vampiros de Almas (1956)

Um dos ótimos filmes do período e está muito acima de qualquer definição ou rotulação que lhe possa ser imputado, além de deixar uma mensagem que – esta sim – vale até os dias de hoje: a tendência cada vez mais pronunciadamente vegetativa do ser humano.

Ler mais

O Retrato de Dorian Gray (1945)

Pode ser considerado como um dos mais genuínos e sofisticados exemplares do gênero dessa época, sem apresentar monstruosidades explícitas ou aberrações científicas, mas é marcado sobretudo pela elegância fina e requintada, sem deixar de apresentar um clima de mistério e terror extremamente apurados

Ler mais

Carnaval de Almas (1962)

O filme é indicado para os apreciadores do cinema de horror com atmosfera desconfortável e sobrenatural, sem as barulheiras e correrias de histórias com fluxo narrativo acelerado e que cansam o espectador justamente por esses excessos

Ler mais

Plano 9 do Espaço Sideral (1959)

É logicamente um filme com muitos problemas. O roteiro tem falhas colossais, mesmo para um tema escapista como invasão alienígena. Mas, como filme bagaceiro que explora o horror e ficção científica, consegue garantir entretenimento sem compromisso

Ler mais