Novo curta da Estrada Films, Senhor dos Sonhos, vai estrear em março

Não é de hoje que filmes baseados em sonhos e pesadelos despertam ideias criativas em cineastas e amantes da sétima arte. Indiscutivelmente a série A Hora do Pesadelo, iniciada por Wes Craven em 1984, é até hoje uma grande fonte de referência para fãs e realizadores audiovisuais que têm interesse por histórias e contos oníricos. A mais recente produção que bebe nesta fonte vem assinado por Janderson Rodrigues e recebe o título de Senhor dos Sonhos.

O filme acompanha um grupo de jovens que está sofrendo de pesadelos constantes com uma figura sinistra que os persegue nos sonhos de maneira bastante realista. Os casos são tão graves que os jovens estão internados em um hospital psiquiátrico.

Se você achou a história semelhante ao enredo de A Hora do Pesadelo, em especial ao terceiro título da franquia, a escolha do roteirista e diretor Janderson Rodrigues foi bastante intencional.  “O filme A Hora do Pesadelo é um clássico então quis de uma forma singela homenagear o filme. Inclusive colocando o nome dos personagens como referências”, explica Geison.

Com orçamento de R$ 1.400, o filme levou quase um ano para ficar pronto com quatro meses de pré-produção, dois meses e meio de filmagem e cinco meses de pós-produção. O bom resultado é visto em tela com um bom trabalho de produção, de criação de suspense e de maquiagem.

Uma particularidade interessante de Senhor dos Sonhos é referente ao trabalho de trilha sonora, que em alguns momentos soa alto demais ao ponto de atrapalhar a compreensão do que é dito em cena. “Esta escolha estilística do som foi proposital para causar desconforto mesmo”, explica o diretor. A trilha sonora foi assinada por Guilherme Peace.

Janderson Rodrigues já trabalhou em 15 curtas, entre eles O Efeito K’var, Na Carne, O Mordomo da Morte e Morro dos Mortos. Agora para 2020 começa a produzir seu primeiro longa, que já está em pré-produção.

A estreia de Senhor dos Sonhos acontece no dia 18 de março, no cine-teatro Wilma Bentivegna, em Suzano.

(Visited 58 times, 1 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista formado e Doutor em Comunicação. Fã de filmes de terror, pesquisa academicamente o gênero desde 2006. Autor dos livros Fronteiras do Medo e A Aceleração do Medo e co-autor do livro Medo de Palhaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien