Vermibus (2012)

0
(0)
Vermibus (2012)
O melhor filme de Rubens Mello!
Vermibus
Original:Vermibus
Ano:2012•País:Brasil
Direção:Rubens Mello
Roteiro:Rubens Mello
Produção:Tessália Lemos
Elenco:Elaine “Thrash” Oliveira, Bosco Maciel, Ivete Zani, Quésia Xavier de Oliveira, Felipe M. Guerra, Castelo Hansen, Rodrigo Pignatari, Emerson Cardoso, Jaime Holanda, Rita Maria

Um verme asqueroso e feio,
Gerado em lodo mortal,
Busca esta flor virginal
E vai dormir-lhe no seio.(Machado de Assis, O Verme)

A morte está sempre presente nos trabalhos do multifacetado Rubens Mello. Depois de Lâmia, Vampiro e A História de Lia, muita expectativa se criou sobre seu novo curta, Vermibus, uma produção ambientada na tradicional Casa dos Cordéis, de Guarulhos. As imagens e os vídeos de divulgação somente serviram para ampliar a vontade dos fãs do horror independente, ainda mais quando se soube que a reconhecida atriz Elaine Trash (Moroi, A Carne) seria a protagonista, tendo Felipe M.Guerra (Entrei em Pânico…2) entre os nomes no elenco.

Toda espera valeu a pena: Vermibus é simplesmente a melhor obra do cineasta Guarulhense, idealizador do festival Guarú Fantástico. Bem dirigido e roteirizado, o curta trabalha acertadamente a alternância entre pesadelo e realidade, conduzindo o espectador para baixo da terra úmida e fétida, devorado pelas criaturas que se alimentam da morte. Medo e agonia se misturam com imagens de uma morada excepcional para uma produção fantástica! Bosco Maciel me contou mais de uma vez ter visto vultos dentro da casa. Foi aí que realmente comecei a pensar no mote, sempre tendo a ‘Casa dos Cordéis’ como pano de fundo., revela o diretor.

Lucila (Elaine Trash) acaba de perder os pais num acidente automobilístico – apresentado de forma genial por desenhos bem realizados. Desorientada, ela é orientada pelo seu companheiro, interpretado por Felipe M.Guerra, a vender a casa de espetáculos, onde ela crescera entre cenas mágicas e ensinamentos que foram importantes em sua vida. A garota não pensa em vendê-la, mesmo quando os fantasmas de seus pais passam a aterrorizá-la por todas as partes, entre sussurros e visões assustadoras.

Lembrando o episódio Algo Para Segurar Você, da antologia Creepshow – Show de Horrores, com Leslie Nielsen, principalmente no momento em que dois cadáveres resolvem fazer uma visita, Vermibus tem momentos de horror intenso, com ênfase na sequência final, após o início dos créditos, numa cena no chuveiro que deixaria Hitchcock orgulhoso…e arrepiado. É sempre bom conferir produções que ousam nas suas concepções, trabalhando o medo e o pessimismo nas doses certas. Macabro e magnífico!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

10 thoughts on “Vermibus (2012)

  • 10/08/2013 em 20:43
    Permalink

    Parece um filmaço. O Boca sempre soube que existe um cinema independente de horror brasileiro. Isso é muito importante, não tem preço. Como leitor, fico muito grato.

    Resposta
  • 03/07/2013 em 00:58
    Permalink

    Morei em Guarulhos por anos, conheço pessoalmente o Sr. Castelo Hansen e o Sr. Bosco Maciel, (fã de suas poesias e seus contos, com prazer e orgulho) frequentei muito tempo a casa dos cordéis em animados saraus, almoços e outros eventos e também sou fã do terror! Fiquei imensamente feliz com essa parceria, muito mesmo!

    Desejo ao Vermibus, um grande sucesso, Rubens Mello meus parabéns pelo trabalho, creio que até hoje não obteve uma parceria tão rica como essa! Muito feliz e orgulhosa!

    (só tive acesso ao trailer, quero agora adquirir o filme completo)

    Resposta
  • 17/05/2013 em 16:13
    Permalink

    Fiquei surpreso e extasiado com a matéria.
    Agradeço muito pelo apoio. A dedicação que o Boca do Inferno derrama sobre os independentes, é louvável e digno de louvores. Em, nome da Catarse Coletiva, agradeço ao Boca do Inferno e a todos os grandes do horror.
    breve lançaremos DVD com extras deliciosos e uma versão 3D e um par de óculos.
    Marcelo, o seu está reservado.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.