Toy Story de Terror (2013)

Toy Story de Terror
Original:Toy Story of Terror
Ano:2013•País:EUA
Direção:Angus MacLane
Roteiro:Angus MacLane
Produção:Galyn Susman
Elenco:Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack, Carl Weathers, Stephen Tobolowsky, Timothy Dalton, Wallace Shawn, Don Rickles, Kristen Schaal, Kate McKinnon

Mesmo com a persistência de Chucky em atormentar Andy ou a vingança de Toulon com seus bonequinhos perversos, foi somente em 1995 que os brinquedos realmente ganharam vida. A Pixar Animation Studios desenvolvia não somente seu primeiro trabalho, como teria o mérito de revolucionar a indústria de animação, atraindo o interesse definitivo da Disney e a confirmação de que os desenhos animados teriam que se adaptar a esse novo padrão de concepção. Toy Story foi o pontapé inicial de uma nova maneira de enxergar o cinema infantil ao abrir caminho também para a apreciação dos pais, mesclando personagens divertidos com altas doses de humor inteligente. Tantos alcances só poderia render um retorno absoluto de bilheteria e as continuações, Toy Story 2 (1999), Toy Story 3 (2010) e, a mais nova aventura, Toy Story 4 (2019). O caubói Woody (Tom Hanks) está de volta ao lado do heroico Buzz Lightyear (Tim Allen), Jessie (Joan Cusack), Sr. Cabeça de Batata (Don Rickles), Rex (Wallace Shawn), entre outros.

Antes deste aguardado retorno, dois curtas foram realizados pela Pixar para manter os personagens vivos na memória dos pequenos e grandes espectadores. Um deles, Toy Story de Terror, foi lançado em 2013 no mês do Halloween, seguindo uma tradição de outras animações que também celebraram a popular data americana. É claro que o título e até mesmo algumas imagens podem transmitir uma ideia que teremos algo assustador, distante do interesse infantil, mas é só acompanhar a trupe de brinquedos insanos numa luta pela liberdade para perceber que o medo será conduzido de maneira discreta, abafado por falas divertidas e sequências de ação, comuns no universo Toy Story.

Durante uma viagem de carro da pequena Bonnie (Emily Hahn) e sua mãe (Lori Alan), numa noite de tempestade intensa, os brinquedos estão no porta-malas assistindo no notebook a um filme de terror em preto & branco, com um terrível vampiro na perseguição a uma jovem. Woody, Buzz Lightyear, Jessie, Trixie, Rex e Sr. Cabeça de Batata estão aterrorizados com a sequência de tensão, enquanto Espeto (Timothy Dalton), experiente com o gênero, faz a narração dos acontecimentos a partir da observação dos clichês. Quando o pneu do carro estoura, Jessie fica presa na caixa de ferramentas, numa alusão à sensação de estar enterrada viva, e é salva pelos amigos, que lembram o seu terrível pesadelo claustrofóbico por ter sido mantida durante muito tempo numa de brinquedo.

A mãe estaciona o carro no hotel de estrada Durma Bem para passar a noite. Temerosos com o ambiente novo, ainda mais com as sugestões de Espeto de ser um lugar macabro, ainda assim alguns brinquedos resolvem explorar o hotel, até que o Sr.Cabeça de Batata desaparece. Ao iniciar a busca, encontram o braço dele que faz indicações de sua trajetória, enquanto aos poucos cada um passa a ser pego por alguma criatura à espreita. Trata-se de uma iguana a serviço do gerente do hotel, que rouba brinquedos para vender pela internet. Nessa aventura para tentar escapar desse vendedor insano, o grupo conhece outros personagens como o soldado Camuflado e sua versão menor, Camuflado Jr., na voz de Carl Weathers, que traz referências a filmes como Predador.

O grande destaque desse curta-metragem, de apenas 21 minutos, é, sem dúvida, as falas de Espeto. Conhecedor do gênero, é ele quem traz as principais referências ao universo do terror, brincando com os clichês ao narrar cada acontecimento. “Os hotéis de beira de estrada são um dos ambientes mais comuns nos filmes de horror. Remoto, isolado, comum. Um local silencioso para aliviar as expectativas do público. Estou na expectativa de que a qualquer momento ela irá pedir um aparelho de telefone para o gerente.“. Quando o Sr. Cabeça de Batata sugere um passeio para pegar itens grátis do hotel, ele diz: “Eu não faria isso se fosse você. Nos filmes de terror, o primeiro a se afastar é geralmente o primeiro a ser pego.

Também vale menção a participação de Camuflado (em inglês, Combat), que sempre se refere a si em terceira pessoa, e tenta incentivar as ações dos demais. “Lembre-se de seu treinamento“, ele diz para Jessie. E ela responde: “Eu nunca participei de um.” E, em dado momento, surge um grande robô de brinquedo, Transitron (Peter Sohn), que é claramente uma referência aos Transformers, seja em sua estrutura física ou na capacidade de se dividir em pequenos veículos. Já o vilão, Ron (Stephen Tobolowsky), pela curta duração da produção, é apenas uma pessoa oportunista, sem intenções cruéis, cuidando de sua iguana Sr. Jones como um cão doméstico.

Com uma boa direção de Angus MacLane (co-diretor de Procurando Dory, 2016), especialista no departamento de animação, tendo se envolvido em quase todas as principais franquias, Toy Story de Terror, disponível na Netflix, soube bem brincar com o terror de maneira divertida ao explorar clichês e ambientes comuns. Se ainda não foi aos cinemas acompanhar o mais novo capítulo dos brinquedos da Pixar, vale a pena rever os personagens nesta pequena aventura assustadora.

(Visited 512 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien