Medicina Macabra (2020)

Medicina Macabra
Original:The Mystery of the Exploding Teeth: And Other Curiosities from the History of Medicine
Ano:2020•País:UK
Autor:Thomas Morris•Editora: Darkside Books

por Juliana C.V. Fernandes

Medicina Macabra traz os mais curiosos relatos sobre medicina que ocorreram do início do século XVII até a virada para o século XX. É dividido em sete partes, cada uma abrangendo uma temática, em que são transpassados  casos diversos, através de uma narrativa extremamente divertida na qual o autor faz trocadilhos, como por exemplo: “se eu fosse ele, também estaria me lixando para os riscos”, devido ao relato ser sobre alguém que lixa os próprios cálculos renais, na esperança de eliminá-los. Os textos variam entre a narrativa do autor e trechos retirados de revistas e artigos da época.

No primeiro capitulo, Vergonha Alheia, percebe-se que “os seres humanos têm uma capacidade inigualável de se meter em encrencas” como Thomas descreve. No primeiro caso vemos um homem perder o garfo em seu ânus, o relato vem seguido de  um marinheiro que engole no mínimo 35 canivetes e sobrevive pelo menos 10 anos com os objetos em si. São situações com as quais é difícil se deparar e muitas vezes os procedimentos e a criatividade dos médicos do período nos impressionam, como utilizar repolho cozido para salvar um homem que engoliu fragmentos de vidro, ou mesmo a retirada de uma laringe de ganso da garganta de um menino.

Já na segunda parte, Insólita Medicina, veem-se médicos tentando explicar condições raras, como uma moça que expele cerca de 400 agulhas  por diferentes partes do corpo; o cadáver de um homem com uma serpente em seu coração; um homem que viveu com uma caneta tinteiro alojada em seu cérebro sem que essa deixasse marcas de entrada.

Thomas Morris desperta a curiosidade do leitor e tem a capacidade de explicar até para os mais leigos termos médicos em situações, efeitos de medicações e cirurgias complicadas (assuntos do terceiro, quarto e quinto capítulos). E, mesmo depois de ler tanta coisa extraordinária, é impossível não se surpreender com os relatos ou mesmo não se horrorizar com os casos descritos na parte de histórias macabras, em que nos deparamos até com uma figura de cera humana. Em perigos escondidos duvidamos da segurança das ações mais comuns, como andar de bicicleta ou ingerir pepinos.

Apesar das mais terríveis situações, seu desenrolar é leve e com certeza vai agradar todos os interessados em medicina, satisfazer os curiosos e levantar questionamentos bem humorados sobre a racionalidade das pessoas e as capacidades físicas e intelectuais do ser humano.

(Visited 351 times, 1 visits today)
Autor Convidado

Autor Convidado

Um infernauta com talentos sobrenaturais convidado a ter seu texto publicado no Boca do Inferno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *