In Search of Darkness: Part II (2020)

4.8
(5)

In Search of Darkness: Part II
Original:In Search of Darkness: Part II
Ano:2020•País:
Direção:David A. Weiner
Roteiro:David A. Weiner
Produção:Night Madson, Kevin Proctor, Daniel Squarini, David A. Weiner, Madeleine Woods
Elenco:Nancy Allen, Tom Atkins, John Bloom, Doug Bradley, Clancy Brown, Lori Cardille, John Carpenter, Nick Castle, Larry Cohen, Jeffrey Combs, Barbara Crampton, Sean S. Cunningham, Joe Dante, Keith David, Robert Englund, Katie Featherston, Mick Garris, Geretta Geretta, Stuart Gordon, Kane Hodder, Tom Holland

Você achou que “apenas” quatro horas de conteúdo do primeiro In Search of Darkness (2019) cobririam este gênero o suficiente, mas o diretor David Weiner não acreditou nisso. Numa expansão igualmente massiva, In Search of Darkness: Part II (2020) continua a explorar os anos 80 por meio de um leque de movimentos e interesses que influenciaram os grandes nomes do gênero. Mesmo que o documentário permaneça fortemente focado nos filmes de horror dos anos 80, o próprio trabalha para expandir a compreensão do público de como o gênero durante este período foi influenciado – desde a inspiração de outros períodos do filme até uma abordagem mais global para o horror. Se In Search of Darkness é um templo para os deuses do gênero, In Search of Darkness: Part II é o texto sagrado que permite ao público adorar em total rendição.

Esta sequência é tão essencial para a tradição do horror quanto o sangue em profusão ou os monstros que nós amamos temer. Onde estaríamos sem a certeza de que o assassino ou o monstro voltasse para um susto final?

Assim como no primeiro documentário, teremos relatos e entrevistas com atores e diretores destas podreiras que amamos (destaque para a diretora Jackie Kong, tão subestimada pela cena do horror), trailers de filmes esquecidos – e até raros – e até a galera da Fangoria, Daily Dead e Cinemassacre comentando sobre o que torna esses filmes tão especiais e divertidos. E não é só isso, também mergulharemos entre as décadas onde alguns dos entrevistados ganham destaques especiais, contando sobre os bastidores e curiosidades sobre as produções em que trabalharam.  Entre os entrevistados teremos ícones como Linnea Quigley (A Volta dos Mortos-Vivos, Noite dos Demônios), Nancy Allen (Vestida para Matar, e que despeja seu protesto sobre a misoginia nos filmes de horror), o lendário maquiador da SFX Tom Savini, Doug Bradley (Hellraiser), Geretta Geretta (Demons), Bárbara Crampton (Re-Animator), Nancy Allen (Robocop), Jeffrey Combs (Re-Animator), Joe Dante (Gremlins), Kane Hodder (Sexta-Feira 13 e Terror no Pântano) é claro, o homem por trás de Freddy KruegerRobert Englund, entre outros.

Ah, e também temos de novo a participação de Corey Taylor

Em particular, cito dois segmentos que chamaram minha atenção. Um era sobre projetos de filmes não concluídos e o outro sobre as adaptações de videogames de horror nos anos 80. Mick Garris fala no primeiro segmento sobre como seu rascunho de The Fly II era muito diferente daquele que foi filmado. Além disso, temos o relato do maquiador de SFX Tom Woodruff Jr. falando sobre sua ideia de uma prequel de Pumpkinhead que nunca existiu, e como o ator Bill Moseley escreveu um projeto super bizarro para The Texas Chainsaw Massacre 3, intitulado The Sawyers Take Manhattan. Com o segundo segmento sobre videogame de horror, os entrevistados falam sobre os videogames A Nightmare on Elm Street da LJN e Friday The 13th. Cassandra Peterson (a nossa insubstituível Elvira) também fala sobre os videogames que foram baseados em sua personagem. Em particular, ela discutiu como um deles não tinha nada a ver com ela, exceto por usar sua imagem; e também não posso deixar de citar a hilária história de quando a Atari fez um videogame baseado no primeiro Alien…e que ficou como uma versão bizarra de Pac-Man.

É fácil pensar na Parte II como sua master class de horror dos anos 80, depois que o primeiro documentário ofereceu uma introdução. Onde In Search of Darkness discorreu extensivamente sobre como o horror nos anos 80 refletia a cultura e a política atuais da época, a Parte II tem uma abordagem mais global. Particularmente em sua discussão cativante sobre os filmes de Giallo, o documentário conduz o espectador por várias abordagens internacionais do gênero que foram inspiradas no horror americano e que, por sua vez, inspiraram alguns de nossos filmes e cineastas favoritos. Como um gênero claramente comunitário, essa dança de horror internacional e doméstico atinge uma nota especialmente comovente. A identidade é vital para o horror e David Weiner nos mostra um profundo apreço por isso. Ser um fã de horror é uma identidade na qual construímos como comunidade. Filmes de horror criam heróis com os quais qualquer um pode se identificar, seja o pária se entregando à fantasia de poder de um grande monstro do cinema ou uma “final girl” que nos inspira a sobreviver em momentos de autorreflexão.

Assistir a mais esta obra é como se preparar para um banquete que está sendo servido em uma esteira rolante de alta velocidade. Cada momento é um deleite e uma indulgência e, ao mesmo tempo, isso é tão avassalador e acelerado que você tem quase certeza de que não conseguirá absorver tudo. In Search of Darkness: Part II captura cada pedacinho de intriga e afeição pelo gênero que está presente no primeiro filme e nos convida a se aprofundar em sua escuridão.

In Search of Darkness: Part II ainda não está à venda, mas você pode acompanhar o filme no Twitter ou assinar a newsletter no site oficial para ser avisado sobre futuras oportunidades e documentários. Se você ainda não viu a primeira parte, In Search of Darkness está sendo atualmente transmitido pela Shudder.

Trechos traduzidos e adaptações de review do Daily Dead, escrita por Caitlin Kennedy

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Iam Godoy

Escritor, colunista, fotógrafo, libertino, subversivo e um porra-louca sem noção do perigo. Comanda desde 2013 o site Gore Boulevard, antro de clássicos e bagaceiras sangrentas.

One thought on “In Search of Darkness: Part II (2020)

  • 24/07/2021 em 18:49
    Permalink

    acabei de upar uma nova legenda, no legendas.tv. A Primeira tinha linhas muito grandes e fui dando uma nova formatação. Foi uma semana de grande trabalho mas ficou mais facil de compreender, pois é muito verborrágico, com uma edição com poucas pausas na fala dos atores

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.