BTK Profile: Máscara Da Maldade (2020)

5
(3)
BTK Profile: Máscara Da Maldade
Original:Bind, Torture, Kill: The Inside Story of BTK, the Serial Killer Next Door
Ano:2020•País:EUA
Autor:Tim Potter, L. Kelly, Hurst Laviana •Editora: Darkside Books

Uma característica bastante comum em obras que relatam a biografia de assassinos em série é o sensacionalismo. Repleto de fotos de cadáveres, com descrições detalhadas dos crimes violentos, os livros parecem enaltecer suas ações macabras, como muitos programas jornalísticos se dedicam a explorar. Não é o que acontece com BTK Profile: Máscara Da Maldade (Bind, Torture, Kill: The Inside Story of the Serial Killer Next Door), de Roy Wenzl, L. Kelly, Tim Potter e Hurst Laviana, lançado pela Darkside Books em 2020 pelo selo Crime Scene, com tradução de Eduardo Alves. Como é exposto na introdução de L. Kelly: “enquanto muitos se concentraram apenas em retratar o mal, nós resolvemos dedicar a mesma quantidade de tempo às pessoas que o erradicaram.

Assim, de maneira absolutamente cronológica, a obra mostra as ações do insano Dennis Lynn Rader, conhecido como BTK, enquanto traz o desenvolvimento desde a adolescência daquele que terá uma grande importância em sua prisão, Kenny Landwehr, entre outros agentes que acompanharam os crimes durante 31 anos. Esses dois polos são bem explicitados para que o leitor consiga entender como irão se cruzar em fevereiro de 2005, numa caçada que mostrou a evolução da polícia americana em identificar criminosos e a inteligência visionária daqueles que, mesmo não tendo a ciência evoluído de tal forma, resolveram guardar tudo o que foi colhido desde 1974 como sêmens e registros. Sem isso e sem contar com a provocação de jornalistas audaciosos – e a ingenuidade do assassino -, este poderia ser um caso não resolvido até hoje.

A narrativa, com descrições que poderiam ser ficcionais, começa em 15 de janeiro de 1974, às 8h20, quando Dennis resolveu assassinar os Otero. Atrapalhado em suas intenções, principalmente por situações não previstas, ele é obrigado a matar todos os presentes – algo que depois ele passaria a não fazer mais -, já evidenciando seu prazer em amarrar, torturar até finalmente matar (o que constrói a sigla em inglês Bind, Torture, Kill). Presos em ambientes separados, Joseph Otero, de 38 anos; Julie Otero, 33; Joseph Otero Jr., 9; e Josephine Otero, 11, foram sufocados até a morte, sempre com a proposta de deixar as vítimas acharem que se trata apenas de um roubo e que nada pior irá acontecer.

Trabalhando numa empresa de instalação de alarmes de segurança, a ADT Security Services, ele aproveitou para observar a fragilidade das residências, enquanto estudava a rotina de suas vítimas. Fazia um planejamento lento e paciente, o que dificultou bastante a ação da polícia, ainda mais com os imprevistos que impediam a identificação de padrões. Notando essas trapalhadas dos detetives, o BTK ainda aproveitou para provocar, traçando um constante contato com a imprensa como maneira de estruturar seus feitos e evitar que outras pessoas se associem aos crimes. Como é de costume em investigações, tanto a polícia quanto a mídia recebem muitas informações falsas, pessoas que se apresentam como autores dos assassinatos devido a loucura e busca por reconhecimento.

Toda a trajetória de Dennis e daqueles que o estudavam é apresentada na obra, incluindo ações de outros assassinos da época. Também é mostrada a relação familiar, seja dos Rader, que não desconfiavam do parentesco com um monstro, seja dos policiais como Landwehr, obrigados a se afastar de seus entes queridos temendo uma possível vingança. Além disso, a obra evidencia o quanto BTK aterrorizou Wichita, no Kansas, levando a população à paranoia, ao medo constante, à sensação de insegurança, refletindo em pesadelos e proteção exagerada, desconfiança de todos que se aproximavam. Um terror sempre presente no disfarce de um homem trabalhador, escoteiro, que não estabelecia qualquer ligação com as vítimas, ainda que algumas fossem praticamente vizinhas.

Uma leitura pesada e interessante, BTK Profile: Máscara Da Maldade é provavelmente o melhor registro dos acontecimentos que envolvem o BTK e todos os que lutaram para prendê-lo. Com os relatos dos dez assassinatos, a partir das entrevistas e descrições do assassino, é um doc curioso e sem dúvida assustador.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.