The Ghosts of Kasane Swamp (1957)

5
(1)

The Ghosts of Kasane Swamp
Original:Kaidan Kasane-ga-fuchi / The Ghosts of Kasane Swamp / The Depths
Ano:1957•País:Japão
Direção:Nobuo Nakagawa
Roteiro:Kôhan Kawauchi, Enchô San'yûtei
Produção:Mitsugu Ôkura
Elenco:Katsuko Wakasugi, Takashi Wada, Noriko Kitazawa, Tetsurô Tanba, Kikuko Hanaoka,

Dirigido por Nobuo Nakagawa, The Ghosts of Kasane Swamp (Kaidan Kasane-ga-fuchi, 1957), também conhecido com o título internacional “The Depths”, é um filme japonês de horror com fotografia em preto e branco e produção de baixo orçamento, com metragem curta de apenas 66 minutos. Está disponível no “Youtube” com versão original japonesa e legendas em português. Esse filme com história de fantasmas vingativos recebeu duas refilmagens, em 1960 e 1970.

No pequeno vilarejo de Hanya no século XVIII, o massagista cego Sotetsu Minagawa (Yôji Mizaki) visita o samurai Shinzaemon Fukami (Akira Nakamura) para cobrar uma dívida com dinheiro emprestado. O devedor não recebe bem a cobrança e numa discussão mata violentamente o velho, mandando seu servo Kanzô (Unpei Yokoyama) desovar o corpo no pântano de Kasane.

Porém, segundo uma lenda japonesa, se alguém morrer com raiva, seu fantasma perturbado não descansará em paz, retornando do mundo dos mortos para a vingança sangrenta. Então o samurai é atormentado pelo espírito do cego assassinado e, após a morte trágica de sua esposa Fusae (Fumiko Miyata) num acidente, ele se afoga em tormento no pântano.

Após passados 20 anos, a filha do massagista e agora professora de música Orui (Katsuko Wakasugi) vive numa cidade vizinha com a antiga serva de seu pai e mãe de criação Otetsu (Kikuko Hanaoka). Ela se apaixona por Shinkichi Fukami (Takashi Wada), sem saber que é o filho do samurai, adotado e criado como servo numa família rica, proprietária de uma loja de presentes. Ele, por sua vez, tem um romance com sua jovem e bela patroa, Ohisa (Noriko Kitazawa).

O triângulo amoroso é envolvido por ressentimentos e ciúmes, ficando mais dramático ainda depois que Orui sofre um acidente doméstico que desfigura seu rosto, culminando num desfecho trágico com vingança do além, o assombrado pântano de Kasane e a interferência de Jinjûrô Ômura (Tetsurô Tanba), um jovem mercenário samurai que tem interesse em eliminar Shinkichi.

The Ghosts of Kasane Swamp tem ótimos momentos de horror no início, com o fantasma do massagista assassinado, e no desfecho, com a vingança do espírito atormentado de sua filha deformada, tendo o pântano como um obscuro elemento na história. Porém, entre estes dois momentos de grande atmosfera sombria e violência sangrenta, a história se perde um pouco numa narrativa mais arrastada com o melodrama de um triângulo amoroso entre o filho do samurai assassino e as duas mulheres apaixonadas por ele, além da exposição de fofocas, hipocrisia, intolerância e casamentos arranjados entre os aldeões do vilarejo.

O grande destaque é o excelente trabalho de maquiagem com efeitos práticos no rosto deformado de Orui, extremamente grotesco e assustador, sendo revelado pela primeira vez numa cena lenta com seu reflexo num balde de água ondulante.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *