5
(6)
A Ascensão do Titanic
Original:A Ascensão do Titanic
Ano:2024•País:Brasil
Autor:Daniel Françoli Yago•Editora: Urutau

Alguns livros deixam bem claro a que vieram desde a capa ou, neste caso, desde o título. Um navio que foi anunciado como o mais seguro da época e supostamente inafundável, afundou. Seus destroços só foram encontrados mais de 70 anos após a tragédia. O seguro e inafundável Titanic afundou e entrou para a história como um dos maiores desastres marítimos, uma contradição, um paradoxo, algo que não deveria ter acontecido. Imagine se das profundezas ele ressurgisse, imponente, à superfície, com seus 1500 cadáveres ainda a bordo, ainda tocando a música, ainda dançando em uma valsa macabra de morte. Em A Ascensão do Titanic, Daniel Françoli Yago traz um tom subversivo em seus contos, dando uma nova cara a tudo que achávamos conhecer.

A antologia começa com a história mais antiga da humanidade: Adão e Eva, no conto A Primeira Ceia. Porém, não do jeito que conhecemos. Eva está cansada de Adão, está cansada de ser considerada inferior a ele, de ter sido feita de uma parte dele. Lilith, primeira esposa de Adão, se rebelou e foi expulsa do Éden pelo mesmo motivo. Em uma reviravolta nunca vista na Bíblia, Eva e Lilith viram aliadas e pretendem tomar o poder com força e sangue, a primeira refeição oficial de duas forças unidas para garantir que nunca chegue à última. Por esse conto de abertura, já entendemos os caminhos que a obra de Daniel vai percorrer.

Sombrias e surreais, diferentes e divertidas, cada história tem seu próprio estilo único, de modo que apenas lendo para entender sua real imensidão. Uma tubarão-fêmea mumificada que vira influencer, pombos causam uma epidemia e um fascista vai ao resgate (nem preciso dizer o quanto isso obviamente não vai dar certo), a vida de João e Maria após a famosa Casa de Doces não é tão açucarada e com um final feliz assim. São dez contos onde bizarro e senso comum andam de mãos dadas, onde a realidade está mais perto da ficção do que se imagina, onde a subversão é a lei. Elementos da cultura pop se chocam com uma realidade cruel demais, representações de negacionistas metidos a salvadores são facilmente identificáveis, críticas à sociedade decadente e seu comportamento atual de se importarem demais com superficialidades, tudo isso envolto em uma narrativa com humor tão ácido que é quase uma viagem psicodélica fascinante que vai ficar marcada na sua mente por um bom tempo.

Yago mostra toda sua potência e olhar afiado em A Ascensão do Titanic, uma antologia que, apesar de possuir apenas 192 páginas, é tão densa e desconcertante quanto a noite de naufrágio do famoso navio. Agora, ele emerge em toda sua glória trazendo uma ficção assustadoramente próxima da realidade. Abra sua mente, aceite o estranho, o decadente, o blasfemo e o perverso e embarque nessa viagem rumo ao imaginário fantástico e distorcido desse gabinete de curiosidades macabro.

A Ascensão do Titanic pode ser adquirido no site da editora Urutau!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *