Falando no Diabo 64 – A oitava edição do Festival Boca do Inferno

0
(0)

A oitava edição do Festival Boca do Inferno aconteceu entre os dias 13 e 30 de novembro, reunindo mais de 100 filmes de diversos países. Mais uma vez em formato online, o evento não seria possível sem a organização de uma grande equipe. No episódio de hoje do Falando no Diabo, alguns desses membros compartilham suas impressões: Ivo Costa fala sobre a curadoria do festival, enquanto os jurados Filipe Falcão, Ira Croft e Rodrigo Ramos comentam as mostras e seus vencedores. E, se você não acompanhou o festival, não perca a mostra de vencedores que acontece até domingo, 12 de dezembro, no site do FBI 8!

Convidados:
Ira Croft
Rodrigo Ramos

Links:
Os Melhores Filmes do Festival Boca do Inferno 8
Mundo Freak

Equipe de gravação:
Silvana Perez
Ivo Costa
Filipe Falcão

Edição:
Maurício Murphy

Arte:
Lucas Crizza

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim ou nosso PicPay e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

Falem com a gente! Estamos no InstagramTwitter e Facebook e, claro, no site!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

One thought on “Falando no Diabo 64 – A oitava edição do Festival Boca do Inferno

  • 26/12/2021 em 22:11
    Permalink

    Ótimo episódio, ótimos convidados, festival maravilhoso! Parabéns a todos os envolvidos, foi um dos melhores festivais que vi no ano, que teve muita coisa boa.
    Foi muito bom rever filmes já vistos em outros festivais e conferir obras novas. É difícil escolher o melhor entre tantos e com características tão diversas, fica até injusto compará-los. Não lembro quais os títulos de cada mostra, mas creio que a de ficção científica teve mais filmes que gostei.
    Gostei muito de Polter (Divertidíssimo! Meu preferido entre os finalistas), O homem da reciclagem, Algoritmo, Encurralada, A boneca do Sr. Coelho, Missão Berço Esplêndido, Spalla, Pirabok, Re-animal, Coisas que fazem barulho, além de vários outros que não vou lembrar o nome.
    Espero que para os próximos anos, os festivais continuem tendo suas versões online ou híbridas para que, assim como eu, muitas outras pessoas tenham a oportunidade de acompanhar e prestigiar esses eventos tão bons e importantes. E que venham muitas mais edições do Festival Boca do Inferno!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.