Pandemonium: horror, ficção e suspense se encontram nas páginas da nova coletânea de HQs

0
(0)

Em 1667, o poeta inglês John Milton cunhava o termo pandemonium, um vocábulo inventado com ingredientes importados da Grécia (pan + daimon, isto é, todos os demônios), em seu clássico Paraíso Perdido. No poema, Pandemonium é a capital do inferno, local onde todos os demônios se encontram em conselho para discutir seus planos.

E é com um termo de peso que o coletivo Quadrinhos de Emergência, que já publicou a coletânea Área 71, e os organizadores da Mostra de Cinema Fantástico CINE HORROR, lançaram a campanha de financiamento coletivo para sua mais nova coletânea de quadrinhos de horror: a revista Pandemonium.

A revista conta com autores de vários estados do Brasil e tem como proposta apresentar aos leitores uma forma de narrativa que explore o terror, indo do explícito até a ficção científica, carregado com boas doses de elementos nauseantes, violência e repulsa. O humor negro e o nonsense também não ficam de fora, dando espaço até mesmo para a paródia de elementos e costumes típicos dos quadrinhos e filmes dos anos 1970 e 1980.

A primeira edição conta com Alix, Ítalo Silva, Rob Saint, Val Oliveira, Rodrigo Vinicius, Giulia Lagrotta, G. Pawlick, Hélcio Rogério, Ricardo Cidade, Damião Santana, Hector Salas, Romeu Martins, Alex Lins, Dino Lucas Galeazzi, Saul Mendez e Rogério Rios.

“Nossa ideia é uma antologia de quadrinhos com foco no horror, ficção científica, suspense e fantasia, com inspiração no material publicado no Brasil nas revistas Kripta, Spektro, Calafrio, Aventura e Ficção e Animal. E publicações como a Heavy Metal, Metal Hurlant, Bizarre Adventure, Savage Tales e o material da EC Comics e Warren Comics, voltadas a um público adulto”, afirma Val Oliveira, artista gráfico e editor da publicação.

A Pandemonium terá o formato magazine, 28X20 cm, miolo em preto e branco, com capa cartonada colorida, lombada quadrada e 80 páginas.

A primeira edição da revista já se encontra em pré-venda no Catarse. Para apoiar o projeto e também para maiores detalhes, basta acessar o site.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 178 times, 1 visits today)

Lucas Crizza

Motion designer, apaixonado por tudo que envolve o mundo do horror. Quando criança descobriu a seção de terror nas videolocadoras e nunca mais foi o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.