A MACABRA BIBLIOTECA DO DR. LUCCHETTI: produtora Vigor Mortis vai estrear uma websérie baseada no universo do ficcionista

0
(0)

Em 2017, a companhia de teatro e cinema curitibana Vigor Mortis estreou a peça A Macabra Biblioteca do Dr. Lucchetti, com personagens baseados na obra do ficcionista brasileiro Rubens Francisco Lucchetti, considerado o “Papa do Pulp Nacional”. A peça fez diversas temporadas em inúmeras cidades do Brasil e para a alegria do fã do cinema nacional, vai ganhar em 2022 uma adaptação no formato de websérie, disponível no Youtube e em outras plataformas.

A estreia acontece no dia 29 de janeiro de 2022, dia do aniversário de 92 anos de Lucchetti. Com 10 episódios de 5 a 16 minutos cada, a websérie será reeditada ainda esse ano em forma de longa-metragem. Com novos episódios sendo lançados todas as quartas-feiras e sábados no canal do Youtube da Vigor Mortis e também disponíveis uma semana depois de suas estreias nas redes sociais da produtora, a série usa as obras literárias de Lucchetti com inspiração para a criação de seus personagens.

Helen Zola (Michelle Rodrigues) é baseada na femme-fatale do livro Os Amantes da Senhora Powers. O detetive John Clayton (Ed Canedo) vem de Museu dos Horrores, assim como a misteriosa Vonetta (Caroline Roehrig). Kenni Rogers interpreta o perverso cientista Anton Zola, o vilão de O Abominável Dr. Zola. Os personagens se encontram em uma história concebida pelo diretor e roteirista Paulo Biscaia Filho com ação central na Curitiba de 1959, mas com acontecimentos que atravessam séculos.

Inspirado em Sin City e com uma estética de HQ, Biscaia optou por rodar a série em um estúdio com fundo verde, aplicando cenários virtuais desenhados pelo premiado artista José Aguiar na pós-produção. “São personagens que transcendem ambientes reais. O próprio Lucchetti sempre fala sobre suas preferências por habitar universos fantásticos. Foi natural perceber que essa história fazia muito mais sentido com uma estética declaradamente estilizada. Seja no visual, seja na interpretação dos personagens”, declara o diretor que também foi responsável pela edição e efeitos visuais do filme.

Com uma equipe comprometida e alinhada, a série vai ao ar no ano em que a Vigor Mortis comemora seus 25 anos de atividade. Neste quarto de século, a produtora realizou sucessos nos palcos como Graphic (vencedora do troféu Gralha Azul de Melhor Espetáculo), Marlon Brando, Whiskey, Zumbis e Outros Apocalipses, Duplo Homicídio na Chaptal 20, Lobos nas Paredes, entre outras. Além disso, sob a direção de Paulo Biscaia Filho, a Vigor Mortis levou às telas duas adaptações do teatro para o cinema Morgue Story – Sangue, Baiacu e Quadrinhos (Melhor Filme de Horror no Swansea Film Festival – País de Gales) e Nervo Craniano Zero (Melhor Filme no Montevideo Fantástico), além da co-produção estadunidense Virgin Cheerleaders in Chains. Rubens Francisco Lucchetti publicou mais de 1000 obras entre contos, quadrinhos e romances, além de ser o roteirista de praticamente toda a filmografia de Ivan Cardoso e de alguns dos mais importantes filmes de José Mojica Marins. Ainda em atividade, Lucchetti vende suas obras através de seu perfil no Facebook.

A websérie é uma realização da Infinitas Produções (encabeçada pela atriz e produtora Caroline Roehrig), em parceria com a Vigor Mortis e a Biscuvita. A produção foi realizada através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Curitiba e tem o incentivo das empresas Florença Iveco e Celepar, além dos apoios de easy Chef, Venda Oliveira, Maniacs, Casa das Bolachas, Cena Hum, Padaria America, Black Horse.

Confira o teaser da websérie:

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lucas Crizza

Motion designer, apaixonado por tudo que envolve o mundo do horror. Quando criança descobriu a seção de terror nas videolocadoras e nunca mais foi o mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.