Manuscrito de Ernest Hemingway inspira o cubano Havana Darkness

0
(0)

Em 2011, Juan dos Mortos entrou para a história do cinema cubano como o primeiro longa-metragem de zumbis do país. Agora, mais um filme cria um marco: Havana Darkness será o primeiro filme em língua inglesa gravado na ilha, com filmagens acontecendo na capital.

Dirigido pelo mexicano Guillermo Ivan, Havana Darkness é inspirado em um lendário manuscrito que teria sido escrito por Ernest Hemingway enquanto ele viveu em Cuba. Barry Keating escreveu o roteiro, com base em uma história de Ivan, Loris Curci e Magarditch Halvadjian. O filme traz no elenco Carolina Ravassa, Jack Dimich, Zach Rose, Ivan, Curci, Hannah D. Scott, Zair Montes, Jorge Luis de Cabo e Esteban Leon.

Havana Darkness está atualmente em pós-produção e estará pronto para ser apresentado no American Film Market, em novembro. Enquanto isso, confira mais abaixo imagens e o pôster do filme.

Quando o historiador Carlos Carrasco toma posse de um manuscrito que ele acredita ter sido escrito pelo grande Ernest Hemingway durante sua estada em Havana, Cuba, ele embarca em uma jornada desde Nova York com seus dois amigos, John e Karen, até a animada ilha caribenha para tentar provar a autenticidade do documento.

Enquanto procura mais fundo para tentar desvendar os mistérios por trás do manuscrito, ele descobre uma sessão no livro que detalha uma série de terríveis assassinatos que aconteceram anos atrás, durante o período em que Hemingway ficou na ilha, em um prédio sombrio aninhado profundamente no coração da cidade e conhecido como Casa Assassina. Conforme os três exploram a ilha, seus habitantes e sua cultura, e as pistas começam a se acumular, Carlos vai ficando mais paranoico, temendo que algo – ou alguém – esteja observando cada passo que ele dá, para descrédito de seus amigos.

A investigação sobre a verdade do misterioso manuscrito continua, e eles iniciam uma jornada à Casa Assassina que irá colocá-los em rota de colisão com um evento que mudará suas vidas para sempre. Aventurando-se nas entranhas da estrutura abandonada em busca de respostas às várias questões colocadas pelo manuscrito, Carlos, John e Karen logo se encontram presos dentro do edifício decrépito, o local todo trancado e cheio de armadilhas deixadas por misteriosos indivíduos que não têm intenção de deixá-los saírem vivos. Carlos e seus amigos logo percebem que a descoberta do livro não foi um acidente…

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.