Gosto de Sangue (1984)

Gosto de Sangue (1984)
Thriller envolvente dos irmãos Coen
Gosto de Sangue
Original:Blood Simple
Ano:1984•País:EUA
Direção:Joel Coen
Roteiro:Joel Coen, Ethan Coen
Produção:Joel Coen, Ethan Coen
Elenco:John Getz, Frances McDormand, Dan Hedaya, M. Emmet Walsh, Samm-Art Williams, Deborah Neumann, Raquel Gavia, Van Brooks, Señor Marco, William Creamer

O mundo é cheio de gente que reclama. O fato é que nada vem garantido. Agora não me interessa se você é o papa de Roma, o Presidente dos Estados Unidos ou mesmo o Homem do Ano, alguma coisa sempre pode dar errado. Agora vá em frente, reclame, conte seus problemas ao seu vizinho, peça ajuda, e o veja fugir. Agora, lá na Rússia eles planejam um jeito para que todos se ajudem, pelo menos, é a teoria deles. Eu só sei do Texas, e aqui embaixo… você está sozinho.
– reflexões de um detetive particular

Os anos 80 do século passado presenteou-nos com muitos filmes interessantes e significativos como por exemplo Gosto de Sangue (Blood Simple, 1984), trabalho de estreia escrito e dirigido pelos irmãos Joel e Ethan Coen, e estrelado por John Getz, Dan Hedaya, Frances McDormand e M. Emmet Walsh. É um típico thriller cheio de mistérios e surpresas no melhor estilo dos filmes noir das décadas de 40 e 50, o qual já havia sido lançado no mercado brasileiro de vídeo VHS pela F. J. Lucas, e que cuja versão do diretor foi lançada em março de 2005 em DVD por aqui pela Europa.

Na história, o proprietário de um bar noturno, Julian Marty (Dan Hedaya, de A Família Addams / 91), contrata um detetive particular, Loren Visser (M. Emmet Walsh, de Criaturas / 86), para investigar a esposa Abby (Frances McDormand, em seu primeiro filme, e que faria depois outros como Darkman / 90), que estava tendo um caso amoroso com o barman Ray (John Getz, de A Mosca). Após descobrir a traição de sua esposa, Marty deseja vingança e paga ao detetive para matá-la juntamente com o amante. A partir daí, começa uma série de reviravoltas, revelações e confusões envolvendo todos eles até culminar num desfecho eletrizante.

Gosto de Sangue (1984) (2)

Gosto de Sangue garante bons momentos de entretenimento com uma história que prende a atenção do início ao fim, num roteiro bem construído a partir de uma ideia simples de traição e assassinato, onde uma série de eventos equivocados acaba causando uma enorme confusão fazendo com que os protagonistas se voltem uns contra os outros. O que poderia ser um simples caso de detetive investigando adultério, repleto de clichês, um tema explorado à exaustão pelo cinema, transformou-se numa trama complexa de assassinato e confusão crescente que consegue envolver o espectador satisfatoriamente. O quarteto de atores principais esteve muito bem, destacando o veterano M. Emmet Walsh, um rosto mais conhecido por suas inúmeras participações em filmes B, e que encarnou um detetive particular do Texas de forma engraçada e debochada, sem contar que sua importância na história é fundamental para estabelecer os rumos e destinos dos outros protagonistas.

Não aponte uma arma para ninguém, a menos que queira atirar, e se atirar, certifique-se de que está morto. Porque se ele não estiver, vai se levantar e tentar matar você. Foi a única coisa boa que nos ensinaram no Exército.
Ray (barman)

(Visited 356 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Um comentário em “Gosto de Sangue (1984)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *