Oldboy (2003)

Oldboy (2003)
A vingança é um prato que se come quente, muito quente!

[Filme poster=”http://bocadoinferno.com.br/wp-content/uploads/2013/07/Oldboy-2003-4.jpg” nacional=”Oldboy” ano=”2003″ original=”Oldboy” pais=”Coréia do Sul” diretor=”Chan-wook Park” roteiro=”Garon Tsuchiya, Nobuaki Minegishi, Jo-yun Hwang, Chun-hyeong Lim, Joon-hyung Lim, Chan-wook Park” produtora=”Dong-Joo Kim, Seung-yong Lim” elenco=”Min-sik Choi, Ji-tae Yu, Hye-jeong Kang, Dae-han Ji, Dal-su Oh, Byeong-ok Kim, Seung-Shin Lee, Jin-seo Yun, Dae-yeon Lee, Kwang-rok Oh”]

[Avaliação nota=”5″]

Para a satisfação dos fãs do Horror, o cinema oriental do gênero foi finalmente reconhecido pelo resto do mundo e agora temos diversas produções japonesas, coreanas ou tailandesas chegando ao Brasil, sendo que até alguns destes filmes são exibidos nos cinemas, como Visões (The Eye 2) e Espíritos – A Morte Está ao Seu Lado (Shutter), distribuídos pela PlayArte, e outros vão diretamente para o mercado de vídeo. O coreano Oldboy (2003), escrito e dirigido por Chan-wook Park, foi exibido nas telas grandes por aqui em Maio de 2005, e lançado em DVD e VHS pela Europa na segunda quinzena de Outubro.

Um homem, Dae-su Oh (Min-sik Choi), é preso por bebedeira e depois de solto da cadeia com a ajuda do amigo No Joo-hwan (Dae-han Ji), é misteriosamente sequestrado numa cabine telefônica quando tentava falar com sua filha pequena. Ele é então mantido prisioneiro num quarto por quinze longos anos, sem ter a mínima ideia do motivo.

Ele é alimentado normalmente e tem apenas uma televisão como diversão, de onde descobre num noticiário policial que sua esposa foi encontrada morta e que o principal suspeito era ele, através de provas plantadas para incriminá-lo. Ele também fica sem saber o destino de sua filha de três anos.

Durante todos os anos de cárcere forçado, o homem passa o tempo fazendo condicionamento físico e treinando movimentos de luta marcial golpeando uma parede, e por causa do isolamento, sofre com alucinações envolvendo formigas. Seu maior desejo, alimentado por anos de ódio, é sair da prisão, descobrir o motivo do cárcere e se vingar violentamente do responsável. Mas, para sua surpresa, após quinze anos, ele é solto dentro de uma mala no alto de um prédio no mesmo lugar onde no passado estava a cabine telefônica, recebendo dinheiro, um telefone celular e roupas novas.

Oldboy (2003) (2)

A partir daí, começa sua trajetória em busca de informação para poder cumprir seu desejo de vingança, onde surge em seu caminho uma bela cozinheira de restaurante, a jovem Mi-do (Hye-jeong Kang), que o ajuda na jornada e com quem inevitavelmente se apaixona, além de outros personagens sinistros e fundamentais para o entendimento de todos os eventos do passado de sua vida (incluindo antigos colegas de colégio, conhecidos como Evergreen Old Boys), como um homem poderoso chamado Woo-jin Lee (Ji-tae Yu).

Seja grão de areia, seja pedra. Ambos afundam na água. – Woo-jin Lee

Eu estava bastante curioso em conhecer Oldboy, pois o filme estava sendo muito elogiado e não tive a oportunidade de ver nos cinemas. Portanto, minha expectativa seria o lançamento em DVD, e somente consegui ver o filme no final de Janeiro de 2006, numa cópia de serviço da Europa, dublada em francês e com legendas em português. E realmente sou obrigado a concordar com todos os comentários positivos sobre esse filme, que foi um dos principais lançamentos do cinema de horror no Brasil em 2005.

Oldboy é o filme intermediário de uma trilogia sobre vingança, precedido em 2002 por Boksuneun naui geot (Sympathy for Mr. Vengeance), e sucedido em 2005 por Chinjeolhan geumjassi (Sympathy for Lady Vengeance). E tem o roteiro baseado num mangá homônimo japonês criado por Minegishi Nobuaki e Tsuchiya Garon.

O filme do meio, apesar da história básica de vingança, possui revelações crescentes e reviravoltas que mantém a atenção e interesse todo o tempo em suas duas horas de duração. Normalmente estamos acostumados a ouvir a frase A vingança é um prato que se come frio, referindo-se ao fato de que não há pressa para se consumar uma vingança, pois ela pode tardar, mas uma hora chega, e a paciência nesses casos é um grande segredo para o sucesso do objetivo. Porém, no caso de Oldboy, e como diz uma campanha de marketing do filme, A vingança é um prato que se come quente, muito quente, pois após ser libertado de sua prisão particular o protagonista tornou-se obcecado em obter sua vingança o mais rápido possível, além também de tentar descobrir o motivo do cárcere. Sem contar que depois de conhecer pessoalmente o responsável por perder quinze anos de sua vida, ele é obrigado a participar de um jogo onde tinha apenas cinco dias para encontrar a resposta, ou a jovem Mi-do seria assassinada.

Oldboy (2003) (3)

Podemos considerar que Oldboy é mais um filme dramático, com um roteiro inteligente que tem boas doses de ação, pancadarias e violência, do que propriamente um filme de horror, apesar dos fortes elementos desse gênero presentes em sua história, com as cenas sangrentas de tortura com direito a dentes arrancados com alicate e língua cortada, sem contar ainda uma cena onde o protagonista Dae-su devora um polvo vivo. Isso pode até ser comum nos restaurantes coreanos, mas por aqui certamente é encarado como um ato no mínimo bizarro e de gosto duvidoso, e fico imaginando o sofrimento do animal vivo ao sentir as dentadas de seu algoz rasgando-lhe o corpo.

Curiosamente, quando Dae-su está assistindo TV em seu cárcere privado, aparece rapidamente na tela uma cena do clássico A Noiva de Frankenstein (1935), onde o monstro (o lendário Boris Karloff sob forte maquiagem) está aprendendo a fumar. E na cena final, numa floresta coberta de neve, as filmagens foram na Nova Zelândia, país conhecido por suas paisagens belíssimas (como as vistas na trilogia de O Senhor dos Anéis).

Embora eu não passe de um animal… não tenho o direito de viver? – Dae-su Oh

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

9 comentários em “Oldboy (2003)

  • 03/05/2017 em 17:17
    Permalink

    O polvo não é comido vivo, dá uma pesquisada na internet sobre isso. Mas n deixa de ser um prato bizarro!

    Resposta
    • 03/05/2017 em 17:32
      Permalink

      Na real foram 4 polvos comidos vivos 😉

      Resposta
  • 08/03/2017 em 09:41
    Permalink

    Chan Wook Park é um gênio e sua trilogia da vingança é brilhante, irretocável. Todos os 3 filmes . Sem mais

    Resposta
  • 25/05/2015 em 15:43
    Permalink

    Olha esse ai tá empatado com outros 2 filmes no quesito melhor filme que eu já vi. Mas eu tenho certeza que ele não é de terror.

    Resposta
  • 01/08/2013 em 00:54
    Permalink

    ótimo filme,final surpreendente mesmo

    Resposta
  • 31/07/2013 em 15:39
    Permalink

    Ria e o mundo ri com você, chore e você irá chorar sozinho

    Resposta
  • 31/07/2013 em 08:42
    Permalink

    Pra mim o melhor filme da trilogia da vingança sendo que os outros dois são ótimos esse sim é o verdadeiro bad ass motherfucker. Filmaço. E o ator Min-sik Choi trabalhou em outro filmaço chamado Eu Vi o Diabo (2010) também com uma história fodástica e final idem.

    Resposta
  • 30/07/2013 em 10:56
    Permalink

    vcs me convenceram ,irei assistir esse filme 🙂

    Resposta
  • 29/07/2013 em 20:26
    Permalink

    Clássico !!! Daqui há 50 anos ainda será lembrado. Esse filme vai ser um “problema” para o Chan Wook Park, porque quando ele dirigir outro filme sempre vão dizer “não é melhor do que Oldboy” rss

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *