Halloween 4 – O Retorno de Michael Myers (1988)

Halloween 4 (1988) (4)

Halloween 4 - O Retorno de Michael Myers
Original:Halloween 4: The Return of Michael Myers
Ano:1988•País:EUA
Direção:Dwight H. Little
Roteiro:Danny Lipsius, Larry Rattner, Benjamin Ruffner, Alan B. McElroy
Produção:Paul Freeman
Elenco:Donald Pleasence, Ellie Cornell, Danielle Harris, George P. Wilbur, Michael Pataki, Beau Starr, Kathleen Kinmont, Sasha Jenson, Gene Ross, Carmen Filpi, Raymond O'Connor, Jeff Olson, David Jensen

O título da quarta parte da franquia Halloween é bastante clara quanto ao seu objetivo. Michael Myers está de volta. Depois do clássico dirigido por John Carpenter em 1978 e da competente parte 2 de 1981, a série desandou com o terceiro filme. O Halloween 3, de 1982, tinha um roteiro interessante e bons elementos funcionais ao gênero, porém a figura de Michael Myers foi deixada de lado na tentativa de levar a série para um novo direcionamento. Apesar de ser um bom filme, os fãs não gostaram do formato e Halloween 3 quase sepultou a série.

Percebendo que a obra original iria comemorar 10 anos, o produtor executivo Moustapha Akkad idealizou um quarto episódio e decidiu trazer de volta os principais elementos responsáveis pelo sucesso dos dois primeiros filmes. Para começar, temos o retorno de Michael Myers, desta vez interpretado por George P. Wilbur. No roteiro, dez anos se passaram desde a matança dos filmes 1 e 2, que acontecem na mesma noite. Michael sobreviveu a explosão no hospital onde boa parte da ação do segundo filme se passa e desde então permaneceu internado em estado catatônico em um sanatório.

Halloween 4 (1988) (5)

Além do retorno de Michael, o quarto filme também trouxe novamente o ator Donald Pleasence, como o sempre marcante Dr. Loomis, que também sobreviveu a explosão no final do segundo filme. Sem a volta de Jamie Lee Curtis, que interpretou Laurie Strode nos filmes 1 e 2, o novo roteiro criou a personagem de Jamie, que seria a filha de Laurie. A garota é interpretada pela ótima Danielle Harris, que fez em Halloween 4 a sua estreia no cinema. Outro elemento importante é que a trama acontece na cidade de Haddonfield, mesmo cenário dos dois primeiros filmes. Com estes personagens, seria fácil para os roteiristas criarem uma história que agradasse aos fãs.

O filme começa na véspera de Halloween e Michael Myers será transferido para um outro sanatório. Sem o consentimento do Dr. Loomis, a ambulância segue com o assassino, que acaba escutando que tem uma sobrinha. Não demora muito para ele acordar, matar a todos na ambulância e partir em direção da garota. Em Haddonfield, Jamie mora com pais adotivos depois que Laurie morreu em um acidente de carro. A garota, que não sabe do que aconteceu com a mãe no passado, tem pesadelos assustadores com Michael Myers, a quem ela se refere como o bicho papão. O dia amanhece, é Dia das Bruxas e Michael chega em Haddonfield.

Halloween 4 (1988) (2)

Não precisa ser gênio para perceber que Halloween 4 soa quase como um plágio do filme original. No entanto, a direção de Dwight H. Little faz bom uso do roteiro ao aproveitar todos estes elementos já conhecidos, mas potencializa as situações. É interessante observar que pela primeira vez, a cidade e os moradores decidem caçar Michael Myers ao invés de deixar o serviço para a polícia. Além disso, o filme segue com um bom ritmo, cenas de suspense, violência e personagens bem concebidos. Além de Loomis e Jamie, um outro destaque da trama é a irmã adotiva Rachel, interpretada por Ellie Cornell.

Além disso, o diretor se esforça para criar não apenas momentos de tensão, como também cenas que causem estranhamento e provoquem sentimentos de medo e insegurança. O melhor exemplo acontece logo nos créditos iniciais, quando somos apresentados a uma coleção de imagens que remetem ao Dia das Bruxas. Outro momento interessante é o encontro inicial entre Michael e Dr. Loomis, que aqui está em sua melhor forma. Cansado e disposto a matar Michael, é impressionante como o filme cresce sempre que Donald Pleasence está em cena. A fotografia do filme é bem feita e o ritmo segue de forma eficiente até a sua conclusão.

Halloween 4 (1988) (1)

Claro que o filme também possui algumas falhas e momentos forçados no roteiro, como quando Michael simplesmente “invade” uma caminhonete em movimento e mata todo mundo. Aliás, algumas mortes são desnecessárias e se o primeiro filme continha poucos assassinatos, mas todos bem encenados, em Halloween 4 é possível perder a conta de quantos personagens batem as botas.

Mas o melhor de Halloween 4 fica reservado ao seu final, que aqui não será explicado por motivos óbvios. Mas basta dizer que de forma comparativa, a conclusão da vez é tão forte e surpreendente que se não supera o final do primeiro filme, ao menos fica equivalente. Crédito do roteiro, da direção e da dupla Pleasence e Harris. Os dois atores voltaram a atuar juntos no ano seguinte em Halloween 5, porém, com resultado bem diferente. Não por culpa deles, que mantiveram a carga dramática dos seus personagens, mas do roteiro da vez. Mas esta já é outra história.

Halloween 4 (1988) (3)

(Visited 2.723 times, 5 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista formado e Doutor em Comunicação. Fã de filmes de terror, pesquisa academicamente o gênero desde 2006. Autor dos livros Fronteiras do Medo e A Aceleração do Medo e co-autor do livro Medo de Palhaço.

8 comentários em “Halloween 4 – O Retorno de Michael Myers (1988)

  • 13/03/2019 em 02:46
    Permalink

    Eu nunca gostei muito dessa franquia, sempre preferi sexta feira 13, por deixar claro se tratar de algo “sobrenatural”, no Halloween temos um homem ate então comum que depois vira imortal, e roda a cidade toda matando geral nos dois filmes (4 e 5) sabendo sempre onde a garotinha está, eu fiquei mais cansada assistindo do que ele perseguindo ela, assisti hoje e só confirmei o que eu já achava quando era criança, eu realmente não curto essa franquia. Rs

    Resposta
  • 11/03/2015 em 10:52
    Permalink

    Na Boa A coisa mais imbecil de Halloween 4 e 5 é que um psicopata que seria o certo ir aparecendo do nada e matando que ai sim seria um psicopata ai em vez disso um cara que dirige carros troca de mascara se disfarça e por fim pertence a uma entidade como é visto no 5 Sinceramente tinham que terem deixado no Halloween 1 e parado pois no 2 a cena mais imbecil é quando o Dr Loomis vai num lugar e vê uns escritos e diz isso foi o Michael que inscreveu lamentavelmente na época eu não era atento a detalhes mas agora percebo que Halloween não passa de um filme indefinido o qual o Psicopata que era pra ser se torna um personagem de segundo Plano o Contrario de Jason que esse sim era Insano sabe quem sabe no próximo Velozes e Furiosos não colocam Michael Myers para Pilotar uma Lamborghini envenenada abraços

    Resposta
    • 13/03/2019 em 02:47
      Permalink

      Tbm tenho a mesma opinião, poderia ter parado no segundo msm e olhe lá.

      Resposta
  • 18/04/2014 em 23:45
    Permalink

    É o filme que mostra o retorno digno de Michael Myers.
    Funciona bem com seu clima de suspense, onde as peças vão se encaixando devagarinho.
    Donald Pleasence mostra que não perdeu a mão ao interpretar Loomis pela terceira vez e Danielle Harris cria a Jaime perfeita.
    Michael também volta com toda sua fúria, pronto para acabar com qualquer um que cruze seu caminho.
    Muito bom.
    Vambora assistir a série completa e esquecer o remake e sua continuação.

    Resposta
  • 03/11/2013 em 16:29
    Permalink

    já vi,mas quero rever,pois estou um pouco esquecida desse filme.

    Resposta
  • 02/11/2013 em 11:20
    Permalink

    Quando a BAND era boa… SAUDADES DO CINE TRASH!!!
    ADORAVA ASSISTIR ESTE QUANDO PASSAVA…

    Resposta
  • 01/11/2013 em 00:23
    Permalink

    assístivel , apesar do esforço de trazer Loomes e Michael, depois de ter morridos os 2 e Michael está cego dos 2 olhos , mas deixa pra lar a pior máscara de toda a franquia parece um velho boboca..

    Resposta
  • 31/10/2013 em 22:58
    Permalink

    Bom filme,manteve a boa qualidade dos 2 primeiros Halloween.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien