Viagem ao Fundo do Mar (1961)

Viagem ao Fundo do Mar
Original:Voyage to the Bottom of the Sea
Ano:1961•País:EUA
Direção:Irwin Allen
Roteiro:Irwin Allen e Charles Bennet
Produção:Irwin Allen
Elenco:Walter Pidgeon, Joan Fontaine, Barbara Eden, Peter Lorre, Robert Sterling, Michael Ansara, Frankie Avalon, Henry Daniell, Del Monroe, Regis Toomey, John Litel, Howard McNear, Skip Ward, Mark Slade, Charles Tannen

O lendário cineasta e produtor Irwin Allen (1916-1991) teve seu nome eternamente ligado ao gênero fantástico graças a sua contribuição na criação de vários filmes e séries de TV que tornaram-se inesquecíveis e imortalizados entre os apreciadores do estilo. Séries como Viagem ao Fundo do Mar (Voyage to the Bottom of the Sea, 64/68), Perdidos no Espaço (Lost in Space, 65/68), Túnel do Tempo (The Time Tunnel, 66) e Terra de Gigantes (Land of the Giants, 68/69), e filmes como O Mundo Perdido (The Lost World, 60) e Cidade Sob o Mar (City Beneath the Sea, 70), são alguns exemplos de seus trabalhos que ficaram registrados para sempre na história do cinema de Ficção Científica e Horror.

No caso da série Viagem ao Fundo do Mar, é importante ressaltar que foi originada de um filme homônimo produzido, escrito e dirigido por Irwin Allen alguns anos antes, em 1961, e que foi lançado em DVD no Brasil pela Fox, trazendo como material extra apenas um trailer de três minutos em versão original sem legendas em português.

No filme, um poderoso submarino atômico chamado Seaview tem a importante missão de salvar o mundo de uma terrível ameaça da natureza, na forma de um cinturão de fogo que se formou ao redor do planeta, aumentando a temperatura para níveis cada vez mais crescentes, derretendo as camadas polares e causando incêndios nas florestas. A tripulação do submarino é formada por militares e civis pesquisadores, sob o comando do cientista Almirante Harriman Nelson (Walter Pidgeon), ao lado do oficial Capitão Lee Crane (Robert Sterling), além do Comodoro Lucius Emery (Peter Lorre), a psicóloga Dra. Susan Hiller (Joan Fontaine), que estava à bordo para estudar o comportamento da tripulação sob situações de forte pressão psicológica, a Tenente Cathy Connors (Barbara Eden), o cientista civil Miguel Alvarez (Michael Ansara), que fora resgatado de um acidente em alto mar, e o Tenente Danny Romano (o cantor pop Frankie Avalon, que aproveitou a oportunidade para tocar música numa corneta), entre outros.

O plano de salvação do planeta, meticulosamente estudado pelo Almirante Nelson e o Comodoro Emery, consiste em lançar um míssil com o objetivo de motivar a auto destruição do cinturão de fogo, com o local, a trajetória, a velocidade, e o horário de lançamento matematicamente calculados para atingir o alvo de forma precisa. Porém, o plano foi debatido numa conferência internacional e recebeu forte oposição, principalmente pelo cientista Dr. Zucco (Henry Daniell), que alegava que o cinto radioativo se extinguiria sozinho ao atingir uma determinada temperatura, um pouco inferior ao limite máximo suportável pela vida na Terra. Para não correr riscos, o Almirante Nelson decide então agir por conta própria e mesmo sem autorização ele comanda uma missão do Seaview dirigindo-se ao local exato para o lançamento do míssil, sendo perseguido por um outro submarino que tenta impedi-lo.

Entre as diversas aventuras que o Seaview enfrenta estão uma tempestade submarina de enormes pedaços de gelo desprendidos pela alta temperatura no Pólo Norte, um grupo de minas explosivas impedindo o caminho, o ataque de um polvo gigante, as ações misteriosas de um sabotador interno, e o ataque de mísseis de um submarino perseguidor, que não suportou a gigantesca pressão exercida na profundidade do oceano.

Viagem ao Fundo do Mar é um divertido filme de Ficção Científica, apresentando um submarino atômico futurista capaz de realizar uma série de missões científicas para o bem da humanidade, e estratégias militares para a decisão dos rumos da guerra fria, bastante em evidência naquela época, no início dos anos 60. O roteiro é simples e despretensioso, não se preocupando com as várias situações inverossímeis e clichês tradicionais, nem se prendendo em detalhes técnicos, preferindo evidenciar os momentos de ação e aventura enfrentados pela tripulação do submarino nos infindáveis mares de nosso planeta. Os efeitos especiais são modestos, mas eficientes para a época da produção, e o maior destaque certamente é o grande elenco liderado por Walter Pidgeon (de Planeta Proibido) e Peter Lorre (grande astro de inúmeros outros filmes de horror), além do suporte de atrizes como Joan Fontaine e a bela Barbara Eden (mais conhecida pela série de TV Jeannie é um Gênio).

Com o sucesso do filme, os executivos da Fox incentivaram Irwin Allen a criar uma série de TV entre 1964 e 68, que teve 110 episódios de 50 minutos de duração em suas 4 temporadas. Uma das grandes características da série foi o baixo custo de produção, reciclando muitos materiais utilizados no filme como cenários e várias maquetes do submarino. Para a série foram recrutados outros atores e redefinidos vários personagens, sendo que o papel do Almirante Nelson foi para Richard Basehart e o imediato em comando, Capitão Crane, ficou para David Hedison.

Curiosamente o ator Del Monroe participou de ambas as produções no papel do marujo Kowalski.
É interessante notar como a primeira temporada da série foi marcada por episódios com roteiros mais sérios, abordando temas de espionagem, sabotagem e thrillers, num estilo mais próximo do filme de 1961, e que nos anos seguintes as histórias foram alteradas para argumentos mais populares, com a inclusão de alienígenas, fantasmas, assombrações, monstros submarinos e com todo tipo de criaturas exóticas e cientistas loucos tentando dominar o mundo.

(Visited 1.056 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *