Bandidos na TV (2019)

Bandidos na TV
Original:Killer Ratings
Ano:2019•País:UK, Brasil
Direção:Daniel Bogado
Roteiro:Rodrigo Santos, Paul Gardner
Produção:Suemay Oram
Elenco:

Bandidos na TV é uma série documental da Netflix. Uma produção Inglaterra/Brasil, que retrata as investigações do Caso Wallace de Manaus no ano de 2009. Eu não sei vocês, mas eu nunca tinha ouvido falar desse caso. E quando vi o trailer da série a primeira coisa que veio na minha mente foi “O Abutre se inspirou nessa história” (veja mais aqui). Lembro que O Abutre me deixou com a sensação de que as atitudes do protagonista eram levadas ao extremo por representarem alegorias do jornalismo atual e da busca frenética por estar no topo, ter mais views. Nunca que aquilo seria real, não é mesmo? Ah, saudades da minha doce inocência perdida!

Wallace Souza era policial civil na década de 1980, mas foi desligado do cargo por ser acusado de desvio de combustível. Com o afastamento, tenta se candidatar a vereador de Manaus em 1996, mas não foi eleito. No mesmo ano inicia sua carreira “jornalística” como apresentador do programa Canal Livre, exibido por emissoras locais associadas a Band e SBT. O programa tinha aquele velho apelo sensacionalista no estilo de “Cidade Alerta” e “Aqui agora”. Com o sucesso do programa, Wallace passa a ser reconhecido como um tipo de justiceiro social: a população mais pobre o procurava para fazer denúncias de tráfico e confiavam mais na repercussão que o programa trazia do que em ações policiais. Tal ascensão levou o apresentador a se candidatar como deputado estadual no ano de 1998, eleito como o mais votado naquele ano.

Mesmo com a atuação política, o programa continuava, sendo apresentado pelo próprio Wallace ou seu irmão, Carlos Souza. Em 2008, começam a suspeitar das ações da equipe do programa: como eles conseguiam chegar sempre primeiro nas cenas de crime? E como tinham informações tão especificas sobre os assassinatos? Muitos atribuíam essa exclusividade aos amigos policiais que a família Souza possuía. Obtinham as informações de primeira mão. Mas será que era só isso mesmo?

Em 2009, o ex-policial, traficante e assassino, Moacir Jorge da Costa (Moa), ao ser preso por tráfico faz um relato em troca de proteção. Moa denuncia diversas ações do deputado, dizendo que Wallace seria o chefe de uma organização criminosa. Eles matavam traficantes, ocupavam seus territórios de atuação e noticiavam os assassinatos no Canal Livre por busca de audiência.

Com esse mote inicial a série vai trabalhar em sete episódios de aproximadamente uma hora todo o desenrolar das investigações desse caso, as pessoas envolvidas e a forma como tudo for noticiado no período. A premissa é muito boa, principalmente pela “originalidade” do caso. O problema foi o andamento narrativo trabalhado na série. Sete horas de produção foi um exagero. Três episódios ou um filme seria bem menos maçante. Você continua assistindo porque quer entender o que aconteceu, então a série te prende, mas usando alguns recursos dramáticos pobres: música alta quando alguém vai fazer uma revelação, texto mecânico/decorado por uma das fontes, TODOS os passos dados por Wallace no dia do julgamento. Como se alguma dessas nuances fossem mostrar algo perdido, que revelaria ao espectador mais atento o que não é mostrado, mas que na realidade só deixa tudo cansativo.

Mesmo com sua enrolação narrativa, a série acerta no modo como trata os acontecimentos. Ao fazer uma busca rápida na internet sobre esse caso, você vai encontrar opiniões divididas. De um lado, Wallace é culpado, um monstro psicótico. De outro, foi tudo um golpe político para apaziguar o sucesso de um deputado que não era bem visto por seus concorrentes. Tudo bem preto e branco. Bandidos na TV consegue trabalhar tudo de uma maneira mais “cinza”. O que é verdade nesse caso afinal de contas? Através de depoimentos de todos os lados, a série deixa um gosto amargo no final. Será que na política, em especial no Caso Wallace, é possível apontar culpados ou inocentes, ou todo mundo teria algum grau de envolvimento criminoso?

(Visited 572 times, 1 visits today)
Luana Caroline Damião

Luana Caroline Damião

Graduada em museologia, fã de faroestes e Christopher Lee, deseja que o mundo acabe com um apocalipse zumbi, onde, certamente, será um dos mortos-vivos.

Um comentário em “Bandidos na TV (2019)

  • 09/07/2019 em 11:58
    Permalink

    Eu vi este caso num episódio de uma série no canal ID chamada True Nightmares (Lendas Urbanas). Muito bom, tem no YouTube se quiser ver.

    Resposta

Deixe uma resposta para Amberdon Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *