Night of the Blood Beast (1958)

4.5
(2)

Night of the Blood Beast
Original:Night of the Blood Beast
Ano:1958•País:EUA
Direção:Bernard L. Kowalski
Roteiro:Gene Corman, Martin Varno
Produção:Gene Corman
Elenco:Michael Emmet, Angela Greene, John Baer, Ed Nelson, Tyler McVey, Georgianna Carter, Ross Sturlin

O especialista em filmes de pequenos orçamentos Roger Corman tem um currículo imenso como produtor e diretor. Night of the Blood Beast (1958) tem seu nome creditado na produção executiva, ao lado do irmão Gene Corman como produtor e Bernard L. Kowaski na direção, a mesma equipe de outras bagaceiras divertidas do mesmo período como O Ataque das Sanguessugas Gigantes (Attack of the Giant Leeches, 1959).

O astronauta Major John Corcoran (Michael Emmet) está retornando de uma missão com satélites orbitando no espaço, a bordo de uma cápsula que sofre um acidente trágico ao retornar para a Terra, culminando numa queda fatal. Apesar da falta de sinais vitais, como respiração e batimentos cardíacos, ele misteriosamente parece ainda vivo, em estado de coma, mas com temperatura e pressão arterial normais, para a surpresa da equipe científica que monitorava sua viagem ao espaço. Equipe essa formada pela noiva do astronauta, Dra. Julie Benson (Angela Greene), Dr. Alex Wyman (Tyler McVey), Steve Dunlap (John Baer), Dave Randall (Ed Nelson) e Donna Bixby (Georgianna Carter).

Após o resgate do astronauta, eles ficam isolados numa base afastada, sem comunicação externa devido à interferência de uma misteriosa fonte magnética, e são ameaçados pela presença de um monstro (Ross Sturlin) que ronda o local e que pode ter vindo junto com a cápsula espacial, com um interesse obscuro no astronauta, que está servindo de hospedeiro para embriões alienígenas.

Night of the Blood Beast tem fotografia em preto e branco e duração curta de apenas 62 minutos, um fato comum para os filmes com orçamentos minúsculos do período. Tem também um nome original sonoro para chamar a atenção do público e um cartaz expressivo evidenciando uma mulher com poucas roupas e um slogan promocional exagerado sobre um monstro caçador de cabeças. Mas, o mais importante mesmo é que tem a esperada criatura tosca vinda do espaço sideral, para justificar o título do filme.

O elenco é pequeno, somente sete atores, cinco homens e duas mulheres, incluindo o ator que veste a roupa de borracha do monstro. O roteiro básico de Martin Varno (que tinha só 21 anos na época) explora o clichê de invasão alienígena, um tema recorrente numa infinidade de filmes bagaceiros divertidos principalmente dos anos 50 e 60 do século passado. Dessa vez, explora-se a dúvida sobre a hostilidade ou boas intenções da raça extraterrestre invasora, com o alerta sobre o uso indevido da energia atômica. Tanto que existe o dilema da equipe científica em destruir o que é desconhecido e ameaçador ou permitir a tentativa de contato e ouvir a mensagem de uma criatura inteligente de outro planeta.

A história, apesar de simples e carregada de clichês, desperta interesse para os apreciadores de filmes tranqueiras com elementos de horror e ficção científica, com a ideia do astronauta servir de hospedeiro para pequenas criaturas alienígenas, algo que foi igualmente explorado na franquia Alien, que por sua vez estabeleceu seu lugar na Cultura Pop.

Um destaque certamente é o monstro tosco e sempre divertido, que aparece em cena somente a partir da segunda metade do filme, e garante os melhores momentos nos confrontos com a equipe científica. A criatura do espaço parece uma mistura hilária de papagaio e urso com enormes garras afiadas e foi aproveitada (com pequenas alterações) de outro filme de Corman, Teenage Caveman, lançado alguns meses antes. É mais um monstro bizarro imortalizado junto com dezenas de outros do cinema de gênero produzido com poucos recursos.

Curiosamente, o filme recebeu o título original alternativo “The Creature From Galaxy 27”.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.