Falando no Diabo 58 – James Wan: um gênio do terror, uma máquina de fazer dinheiro ou ambos?

5
(1)

De Jogos Mortais a Invocação do Mal, James Wan fez seu nome no cinema de horror com filmes que iniciaram franquias intermináveis e, claro, bastante lucrativas. Partindo para novos ares com Velozes e Furiosos 7 e Aquaman, Wan volta agora ao terror mais intimista com Maligno, recém lançado nos cinemas de todo o mundo. No episódio de hoje do Falando no Diabo, conversamos sobre a carreira do diretor, com destaque para este último, que é uma verdadeira doideira. Não se preocupem: avisamos antes dos spoilers de Maligno começarem!

Links:
Crítica de Maligno
EXCLUSIVO! Entrevistamos James Wan: “Distorcer expectativas é o que deixa as coisas interessantes para mim” (Parte 1)
EXCLUSIVO! Entrevistamos James Wan: “Eu sou atraído pela natureza desses antagonistas” (Parte 2)

Equipe de gravação:
Silvana Perez
Luana Damião
Samuel Bryan
Ivo Costa
Filipe Falcão

Edição:
Maurício Murphy

Arte:
Lucas Crizza

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim ou nosso PicPay e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

Falem com a gente! Estamos no Instagram, Twitter e Facebook e, claro, no site!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

4 thoughts on “Falando no Diabo 58 – James Wan: um gênio do terror, uma máquina de fazer dinheiro ou ambos?

  • 19/09/2021 em 14:43
    Permalink

    Acho ele muito superestimado, apela muito para clichês e jump scares. O único filme dele que eu sou realmente fã é Jogos Mortais

    Resposta
    • 17/10/2021 em 16:39
      Permalink

      Tirando Jogais Mortais e os dois primeiros Invocação do Mal, já que o terceiro é horrível, acho os filmes deles bem medíocres, realmente ele abusa dos jump scares como o João comentou.

      Resposta
  • 18/09/2021 em 14:45
    Permalink

    Como sempre mais um episódio impecável do melhor podcast do gênero. Parabéns pelo excelente trabalho que vocês realizam!!!

    Resposta

Deixe um comentário para Thiago Kimio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.