Falando no Diabo 74 – O cinema caótico das irmãs Soska

5
(2)

Diretoras, roteiristas, produtoras e atrizes, Jen e Sylvia Soska são irmãs gêmeas nascidas em Vancouver, no Canadá, país em que se passam alguns de seus filmes, inclusive. Lançaram seu primeiro longa, Dead Hooker in a Trunk, em 2009, como projeto final do curso de cinema, e dirigiram mais 4 longas-metragens nos anos posteriores, além de um segmento de The ABCs of Death 2, e diversos curtas para o Women in Horror Month alguns anos atrás, movimento que acontecia em fevereiro e terminou em 2021. A dupla ainda apresentou as duas temporadas do game show Hellevator, produzido pela Blumhouse, e escreveu quadrinhos para a Marvel (com destaque especial para a Viúva Negra) e para a DC.

No episódio de hoje do Falando no Diabo, convidamos a pesquisadora, crítica e curadora Beatriz Saldanha para uma conversa sobre os longas-metragens dirigidos pelas “Twisted Twins”, suas principais características, a estranheza e as influências de David Cronenberg.

Convidada:
Beatriz Saldanha

Links:
Revista Les Diaboliques: site | Instagram | Twitter | Facebook
Curta-metragem The Separation
T is for Torture Porn – The ABCs of Death 2

Equipe de gravação:
Silvana Perez
Ivo Costa
Daniel Medeiros

Edição:
Maurício Murphy

Revisão:
Silvana Perez

Arte:
Lucas Crizza

Filmes comentados no episódio:
Dead Hooker in a Trunk (2009)
American Mary (2012)
Noite do Terror (2006)
Noite do Terror 2 (2014)
Vingança (2015)
Enraivecida na Fúria do Sexo (1977)
Rabid (2019)

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim ou nosso PicPay e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

Falem com a gente! Estamos no InstagramTwitter e Facebook e, claro, no site!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

3 thoughts on “Falando no Diabo 74 – O cinema caótico das irmãs Soska

  • 09/06/2022 em 16:54
    Permalink

    Uma opinião sobre a cena de abuso do American Mary: a função dessa cena não é fazer a protagonista ingressar na área de modificações corporais, mas sim fazer ela abandonar de vez a profissão de médica-cirurgiã.

    Resposta
  • 03/06/2022 em 23:25
    Permalink

    Ótimo como sempre. Vou dar uma sugestão, um Falando no Diabo dissecando a obra do Brian De Palma, os filmes dele do segmento terror. Iria ser muito legal.

    Resposta
    • 06/06/2022 em 10:08
      Permalink

      Já coloquei aqui na lista! Obrigada, Adimilson 🙂

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.