Morre aos 75 anos o icônico ator Rutger Hauer

0
(0)

Embora tenha ocorrido no dia 19, somente hoje foi noticiado o falecimento do icônico ator Rutger Hauer aos 75 anos, em sua residência na Holanda. Eternamente lembrado por sua brilhante atuação no clássico de ficção científica Blade Runner, de Ridley Scott – que coincidentemente também “morre” em 2019 no filme -, Hauer é lembrado por outros papéis importantes no cinema, principalmente no gênero fantástico.

Nascido em 1944, em Breukelen, Utrecht, na Holanda, ele era filho de Arend e Teunka Hauer. Apesar de seus pais comandarem uma escola de teatro e cinema, ele não tinha interesse em ser ator, tanto que fugir de casa para trabalhar em um cargueiro. Devido ao daltonismo, foi impossibilitado de seguir a carreira no mar. Após outras tentativas de buscar outras áreas, ele finalmente se rendeu à profissão de ator para trabalhar na série Floris, aos 25 anos, ganhando notoriedade e o apelido de “Paul Newman holandês“, devido à aparência robusta e o olhar azul penetrante.

Depois de alguns filmes de menor expressão, em 1981, ele estrelou o thriller Falcões da Noite. No ano seguinte, fez Blade Runner, e seguia uma trajetória de produções conhecidas como a fantasia O Feitiço de Áquila, e o sensacional A Morte pede Carona, em 1986. Dentro do gênero terror, ele também atuou no filme Buffy, a Caça-Vampiros (1992), Bleeders (1997), Pedaços da Morte (1998), Abelhas – Ataque Mortal (2001), A Mansão Marsten (2004), Drácula 3: O Legado Final (2005), O Ritual (2011), Drácula 3D (2012) e no ainda inédito Viy 2 (2019).

Fora das câmeras, Hauer era um ativista em diversas ações como pelo Greenpeace e pelo que ele criou, Starfish Foundation, como auxílio as pessoas que contraíram o vírus da AIDS.

Ele deixa a esposa Ineke ten Kate e a filha Ayesha Hauer.

Nenhum desses momentos estarão perdidos no tempo…

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

4 thoughts on “Morre aos 75 anos o icônico ator Rutger Hauer

  • 05/09/2019 em 20:41
    Permalink

    Que ator! Sua interpretação em Blade Runner foi espetacular. Poderia ter citado outros bons filmes que ele atuou, especialmente os do começo da carreira, na Holanda.

    Resposta
  • 28/08/2019 em 20:07
    Permalink

    Rutger Hauer fez muitos filmes bons, especialmente os dos anos 80, teve muita coisa legal, A morte pede carona, Blade Runner, O feitico de Aquila, etc…
    É mais uma perda para o cinema, ainda dava para fazer mais filmes, enfim…
    RIP.

    Resposta
  • 22/08/2019 em 22:38
    Permalink

    Uma grande perda para o cinema, era um ótimo ator e sua atuação em Blade Runner realmente foi a melhor em sua carreira. Quanto à reportagem faltou citar um filme dele de 1992 chamado O Destruidor (Split Second), o qual interpretava um policial paranóico que perseguia uma criatura comedora de corações. Esse filme passou nas sessões de filme de ficção na Band nos anos 90! Época de bons filmes de locadora e também na Tv!

    Resposta
  • 25/07/2019 em 12:49
    Permalink

    Ele fez vários filmes importantes na Holanda Antes de Blade Runner.
    A informação está incorreta.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.