A Maldição da Aranha (2001)

4
(1)

A Maldição da Aranha
Original:Earth vs. the Spider
Ano:2001•País:EUA
Direção:Scott Ziehl
Roteiro:Mark 'Crash' McCreery, Cary Solomon
Produção:Lou Arkoff, Stan Winston
Elenco:Dan Aykroyd, Devon Gummersall, Amelia Heinle, Theresa Russell, Christopher Cousins, Mario Roccuzzo, John Cho, Randall Huber, Lloyd Lowe Jr., Michael Keenan

Na época do Halloween do ano de 2001 o canal a cabo americano Cinemax resolveu colocar no ar uma série de telefilmes com o objetivo de prestar tributo à produtora AIP – American International Pictures, responsável por dezenas de obras de ficção científica nos anos 50, 60 e 70.

Foram cinco produções de baixo orçamento produzidas pelo mestre dos efeitos especiais Stan Winston (O Exterminador do Futuro, 1984, Jurassic Park – O Parque dos Dinossauros, 1993), que fez uso do nome de um filme clássico da AIP, A Maldição da Aranha, para realizar uma história sem qualquer ligação com sua contraparte lançada em 1958, em um raro caso onde o título nacional faz mais sentido que o original em inglês.

Essencialmente a versão de 2001 de Earth vs. the Spider é igual ao Homem-Aranha, se ele tivesse entrado na cabine de Jeff Goldblum em A Mosca (The Fly, 1986). O personagem de Devon Gummersall é um rapaz socialmente inapto com um desejo romântico pela garota ao lado (Amelia Heinle, A Maldição de Quicksilver, 1997) como Peter Parker, contudo Quentin Kemmer não consegue controlar seus poderes adequadamente e começa a criar um aspecto repugnante enquanto sua fome se torna incontrolável. Os diversos desaparecimentos e ataques passam a ser investigados pelo detetive Frank Grillo (Dan Aykroyd, Os Caça Fantasmas, 1984), que começa a encaixar as peças.

O tema noir e depressivo da investigação não é muito condizente com o terror de ficção científica da primeira metade, mas, entre a mudança abrupta de tom que acontece quando Quentin Kemmer vai se transformando num monstro e o final apressado, o que incomoda mais é que parece que as partes não se misturam de forma harmônica para formar um filme coeso e agradável de se assistir.

Menos mal que os efeitos especiais são um destaque e que os atores foram muito bem escolhidos (Dan Aykroyd parece a escolha perfeita para o papel). Os momentos de entretenimento são poucos, mas suficientes para manter o interesse, nem que seja por alguns minutos. Curiosamente a atriz Theresa Russell, que interpreta a esposa bêbada do detetive Frank Grillo em A Maldição da Aranha depois fez Emma Marko, a esposa do Homem-Areia em Homem-Aranha 3 (Spider Man 3, 2007).

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Gabriel Paixão

Colaborador e fã de bagaceiras de gosto duvidoso. Um Floydiano de carteirinha que tem em casa estantes repletas de vinis riscados e VHS's embolorados. Co-autor do livro Medo de Palhaço, produz as Horreviews e Fevericídios no Canal do Inferno!

One thought on “A Maldição da Aranha (2001)

  • 09/05/2021 em 19:29
    Permalink

    Nossa! Eu lembro de ter assistido esse filme a muitos anos no canal AXN.

    Pior é que eu acho que ele tinha potencial, mas foi desperdiçado. A combinação de filme noir com terror poderia ter funcionado, mas como disse o Gabriel, não souberam misturar bem às duas partes.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.