4.5
(6)

Colheita Sombria
Original:Dark Harvest
Ano:2023•País:EUA
Direção:David Slade
Roteiro:Michael Gilio, Norman Partridge
Produção:David Manpearl, Matt Tolmach
Elenco:Casey Likes, Emyri Crutchfield, Dustin Ceithamer, Alejandro Akara, Ezra Buzzington, Jeremy Davies, Elizabeth Reaser, Luke Kirby, Austin Autry, Megan Best, Jake Brennan

A premissa desse longa é o que mais me chamou a atenção: numa cidade pequena do interior dos EUA, todos os anos uma entidade chamada Jack Dentes de Serra ganha vida e, para impedir que ele alcance a igreja e com isso, prejudique a colheita de grãos da região, os adolescentes são convocados a matar esse mal. Dois dias antes da data em que o monstro aterroriza a cidadezinha, esses adolescentes são confinados sem água e sem comida para, quando libertos, partirem para captura sedentos de fome, a ponto de comerem o dito cujo. O jovem responsável pela morte é reverenciado como herói, ganhando festa, dinheiro, uma casa luxuosa e um carro para pegar a estrada, viajar e, quem sabe, nunca mais voltar para esse lugar perdido e amaldiçoado

O filme inicia exatamente mostrando esse estranho ritual e o jovem matador ganhando a estrada, deixando para trás seu irmão mais novo, Richie (Casey Likes), bastante enciumado mas orgulhoso pela sorte do irmão. Há um corte para o ano seguinte, quando acompanhamos esse mesmo personagem querendo trilhar os passos do irmão, mesmo com a oposição dos pais e das autoridades locais, já que a família foi contemplada no ano anterior, o que pelas regras impediria que outro membro da família participasse desse evento macabro.

O elenco principal desconhecido não compromete e há espaço para atores mais tarimbados como Jeremy Davies (no papel do pai dos jovens) e Luke Kirby (interpretando um delegado meio maníaco) deixarem boa impressão com seus personagens.

O diretor David Slade, que tem no seu currículo o subestimado 30 Dias de Noite (2007) e o pouco lembrado Menina Má.Com (2005), é competente o suficiente para gerar momentos tensos e disfarçar bem a grana reduzida com que deve ter trabalhado, ambientando o filme em poucos espaços e com muita coisa acontecendo de noite. Ao contrário da pobre cenografia, o visual de Jack Dentes de Serra é simples mas produzido com esmero, tornando-o realmente uma figura amedrontadora.

Dito isso, não esperem arroubos criativos e nem muita lógica mas, dentre a imensa gama de produções caça níqueis de terror da Amazon Prime, Colheita Sombria se destaca pela premissa interessante e pela direção ágil que mantém o interesse do espectador, fazendo com que o filme seja um bom passatempo.  Mas somente isso, sem maiores pretensões.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *