CCXP 2019: Como foi o Horroruniverse promovido pela Warner

0
(0)

Pelo terceiro ano consecutivo, o Boca do Inferno foi convidado pela Warner Bros. a participar do mini-painel em seu estande para falar sobre os filmes de terror que estrearam pela distribuidora. Contando com a Horror Girl e mais uma vez com o Jefferson Candido, nas pegadinhas do SBT, o bate-papo rolou às 18h do primeiro dia da CCXP 2019.

Enquanto o telão mostrava imagens das pegadinhas feitas em 2019, dávamos nossa opinião sobre A Maldição da Chorona, Annabelle 3, It – Capítulo 2 e Doutor Sono, com algumas curiosidades a respeito de cada filme. Jefferson explicou que para desenvolver as pegadinhas, ele assiste ao filme em primeira mão, antes do público, e observa os principais elementos que compõem a obra. Por exemplo, no caso de A Maldição da Chorona, ele fez algumas das cenas num parque próximo a um lago, seja colocando crianças fugindo da vilã ou o encontro da assombração em lágrimas.

Também houve tempo para especularmos sobre Invocação do Mal 3, no momento, a principal estreia de horror de 2020, e também imaginarmos outras produções que podem vir desse universo a partir dos elementos apresentados em Annabelle 3.

O diretor das pegadinhas também lembrou das que causaram mais sustos na própria produção, como é feita a escolha do cenário e elenco, e as que deram mais trabalho. Só sentiu pena por não ter feito nada por It e Doutor Sono, comentando que às vezes não tem os acessos necessários para desenvolver o quadro do SBT.

Aliás, a CCXP 2019 teve um estande próprio do canal do Silvio Santos, com alguns cenários populares, além de permitir que o público participe de uma pegadinha famosa, a do elevador, com uma assombração.

É o terror e a Warner mais uma vez unidos pelos sustos e o entretenimento!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.