20 Filmes de Terror para Ver em 2016

Terror em 2016

Observando uma casa distante, escondida por um cemitério de carros, sua mente já trabalha em uma pesquisa mental de acontecimentos parecidos em filmes de horror. Uma família de canibais na espera de visitantes distraídos? Ou um casal de idosos que curte a aposentadoria mantendo jovens em seu porão improvisado, alimentando-os como cães? Com o carro atolado num lamaçal a uma boa distância, talvez fosse melhor deixar a paranoia abandonada, perto de um dos trailers velhos, e arriscar um toque na porta de madeira, até mesmo porque você acredita que o cinema jamais seria capaz de inspirar a realidade. Alguns longos minutos sem movimentação no interior do casarão, até uma luz indicar sinal de vida num dos cômodos. Passos lentos em toques leves no assoalho, a porta se abre…

Uma idosa bem idosa, daquelas que aparentam estar além do prazo de validade. Explico a minha situação de emergência em alto tom, com receio de que sua audição fosse frágil. Com o sorriso da Vó Benta, ela permite que eu dê um telefonema para o serviço de resgate. Terei que esperar uns trinta minutos pelo socorro, devido à dificuldade representada pela distância e acesso. Na TV tubo, uma imagem suja de A Noite dos Mortos-Vivos em exibição em algum canal local. Vendo minha empolgação pela fuga de Barbra por um vale, ela me pergunta se eu gosto de filmes de terror. Com a minha afirmativa, ela traz uma revista, com os dizeres “20 Filmes de Terror para Ver em 2016“, com pôsteres e sinopses interessantes e que me animam para futuras sessões de cinema.

A cada filme, teci comentários para a senhora, em sua calma geriátrica…

20. The Other Side of the Door (Estreia lá fora: 18 de março (UK) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Johannes Roberts (Hellbreeders, Darkhunters, Floresta dos Condenados)
Roteiro: Johannes Roberts, Ernest Riera
Elenco: Sarah Wayne Callies, Jeremy Sisto, Javier Botet
Sinopse: Uma família vive isolada no exterior até um trágico acidente tirar a vida do caçula. A inconsolável mãe aprende um ritual antigo, capaz de fazer a criança voltar para poder dar um último adeus. Ela viaja até um antigo templo, onde a porta funciona como um misterioso portal entre dois mundos. Mas, quando ela desobedece o aviso de jamais abrir aquela porta, ela perturba o equilíbrio entre vida e morte.

Comentários: Diretor de produções horrorosas e que até o momento não conseguiu uma nota sequer positiva em seus trabalhos – embora eu tenha achado F, de 2010, curioso -, Johannes costuma exagerar no tom onírico e nos efeitos especiais vagabundos. Difícil esperar uma redenção nesse novo filme, principalmente quando o enredo já foi explorado anteriormente. Tem a Lori, de The Walking Dead, e o trailer é até aceitável, mas sabendo do passado do diretor, fico com os dois pés atrás da porta.

19. 31 (Estreia lá fora: 23 de janeiro / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Rob Zombie (Halloween, As Senhoras de Salem, A Casa dos 1000 Corpos)
Roteiro: Rob Zombie
Elenco: Elizabeth Daily, Malcolm McDowell, Sheri Moon Zombie
Sinopse: É a história de cinco funcionários de uma feira de diversões sequestrados na véspera do Dia das Bruxas e mantidas reféns em um galpão secreto chamado Murder World. Uma vez lá, eles terão doze horas para sobreviver a um jogo assustador chamado 31, no qual os The Heads, maníacos assassinos vestidos de palhaços, são libertados para caçá-los e matá-los.

31 (2015)

Comentários: Quando Rob Zombie decide assumir a direção, é preciso um pouco de cautela. Seus filmes fazem parte do esquema “odeie ou odeie pouco“, com mais críticas negativas do que positivas, embora tenha tido um começo melhor com A Casa dos 1000 Corpos (2003). Podemos ficar otimistas pelo fato desse filme ter sido “bancado” pelo público, através de financiamento coletivo. Se o diretor voltar a ousar e deixar de lado as viagens oníricas, pode ser que saia algo bom daí.

18. Floresta Maldita (The Forest) (Estreia lá fora: 8 de janeiro / Estreia no Brasil: 17 de março)
Direção: Jason Zada (roteirista de The Houses October Built)
Roteiro: Nick Antosca, Sarah Cornwell e Ben Ketai
Elenco: Natalie Dormer, Eoin Macken, Stephanie Vogt
Sinopse: Conta a história de Sara (Dormer), uma jovem americana que vai até o Japão, mais especificamente até a floresta Aokigahara, conhecida como floresta do suicídio, em busca de sua irmã gêmea desaparecida misteriosamente. Apesar dos avisos de “não saia da trilha”, Sara entra na floresta determinada a descobrir a verdade sobre o destino da irmã, somente para confrontar almas vingativas e atormentadas que conduzem à morte quem atravessa seu caminho.

A Floresta (2016)

Comentários: Mais um filme envolvendo a Floresta do Suicídio. O local, por si só, é inspirador de pesadelos, e o trailer é até curioso. O que não empolga são as críticas negativas que o longa recebeu em sua estreia lá fora. Estava previsto para estrear em 4 de fevereiro e foi adiado para março, com possibilidade de novas alterações. Sei não.

17. Rings (Estreia lá fora: 1 de abril / Estreia no Brasil: não definido)
Direção: F. Javier Gutiérrez (de Tres Dias, 2008)
Roteiro: Jacob Aaron Estes, Akiva Goldsman, David Loucka
Elenco: Johnny Galecki, Aimee Teegarden, Laura Wiggins
Sinopse: A volta de Samara e sua fita amaldiçoada, 13 anos depois!

Comentários: Expectativas baixíssimas. O diretor está prometendo o trailer desde o começo de dezembro, mas até agora nada. Não se pode esperar muito dessa continuação, com base no que foi visto no segundo filme. Samara ainda com fitas de vídeo? Não acredito que saia algo bom daí. Espero estar enganado!

16. Patient Zero (Estreia lá fora: 2 de setembro (UK) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Stefan Ruzowitzky (Anatomia, A Fuga)
Roteiro: Mike Le
Elenco: Natalie Dormer, Stanley Tucci, Matt Smith
Sinopse: O longa acompanha uma epidemia global que provoca a evolução de uma nova espécie. Uma agressiva forma de raiva transforma os infectados em predadores viciados em violência. Um inexplicavelmente dotado sobrevivente humano com a habilidade de falar a nova língua mutante lidera uma busca pelo Paciente Zero na esperança de uma cura.

Patient Zero (2016)

Comentários: Ainda existe algo novo a contar no subgênero “infectados/zumbis“? Parece que este envolve uma possibilidade de diálogo com os doentes, sem que isso possa ser relevante para seu sucesso. O jeito é aguardar o trailer e também a boa disposição das distribuidoras brasileiras para um lançamento como merece.

15. The Disappointments Room (Estreia lá fora: 25 de março / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: D.J. Caruso (Paranoia, Eu Sou o Número 4, Controle Absoluto)
Roteiro: Wentworth Miller
Elenco: Kate Beckinsale, Michaela Conlin, Marcia DeRousse
Sinopse: Uma mãe e seu filho mais novo despertam horrores inimagináveis no sótão de sua residência rural dos sonhos.

Comentários: O bom diretor e elenco encabeçado por Kate Beckinsale já valem a curiosidade. A sinopse não diz nada, e não há trailer disponível. O jeito é esperar pelas novidades para saber se vale a pena.

14. A Man in the Dark (Estreia lá fora: 26 de agosto / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Fede Alvarez (A Morte do Demônio, 2013)
Roteiro: Fede Alvarez, Rodo Sayagues
Elenco: Dylan Minnette, Jane Levy, Stephen Lang
Sinopse: Um grupo de adolescentes invadem a casa de um homem cego, imaginando que estão cometendo o crime perfeito. Estão errados!

Comentários: Um enredo diferente, mas qual seria a proposta: um cego que sabe lutar bem, uma força sobrenatural escondida em sua morada? A sinopse parece não sustentar um longa metragem, mas deve valer uma espiada.

13. Green Room (Estreia lá fora: 15 de abril / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Jeremy Saulnier (Murder Party, Blue Ruin)
Roteiro: Jeremy Saulnier
Elenco: Imogen Poots, Alia Shawkat, Patrick Stewart
Sinopse: Uma banda de punk rock se encontra presa em um local isolado depois de se deparar com um terrível ato de violência, lutando por suas vidas contra uma gangue de skinheads que pretendem eliminar todas as testemunhas.

Comentários: Claustrofobia, bom elenco (Patrick Stewart!!) e muita tensão. Parece Uma Noite de Crime, prometendo boas surpresas num ambiente praticamente único. Pretendo ver.

Leatherface (2015)12. Leatherface (estreia lá fora: ainda não definida / Estreia no Brasil: se tivermos sorte, sai em DVD)
Direção: Julien Maury e Alexandre Bustillo (de A Invasora, Livide)
Roteiro: Seth M. Sherwood
Elenco: Lili Taylor, Stephen Dorff, Sam Strike
Sinopse: Uma jovem enfermeira é sequestrada por quatro adolescentes violentos que escaparam de uma instituição psiquiátrica e a levam a uma viagem infernal. Perseguido por uma homem da lei igualmente perturbado em busca de vingança, um dos adolescentes é destinado a tragédias e horrores que vão destruir sua mente, moldando o monstro que hoje chamamos de Leatherface.

Comentários: Um prelúdio de O Massacre da Serra Elétrica, de 1974. Tão desnecessário quanto O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua (2013) e outros longas que buscam mexer com a base de um clássico (vide Exorcista – O Início) ou explicar as motivações violentas de assassinos em série (Halloween, 2007). Com o peso da violência dos diretores e o elenco adequado, pode-se esperar uma produção ousada, sangrenta e até exagerada. Talvez até divirta os canibais, mas essa carne já está muito bem passada.

11. Lights Out (Estreia lá fora: 22 de julho / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: David F. Sandberg (dirigiu o curta)
Roteiro: Eric Heisserer, David F. Sandberg
Elenco: Teresa Palmer, Emily Alyn Lind, Alicia Vela-Bailey
Sinopse: Uma mulher é aterrorizada por uma criatura que só aparece quando não há luz.

Lights Out (2013)
Lights Out (2013)

Comentários: Se Você não se lembrou pelo nome, trata-se de uma versão longa do elogiado curta de 2013 de mesmo nome. Deve seguir o caminho percorrido por Mama, onde a versão reduzida é melhor do que a estendida. Promete ser assustador, mas não imagino que traga algo além do que já vimos anteriormente.

(Visited 388 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

4 comentários em “20 Filmes de Terror para Ver em 2016

  • 27/01/2016 em 17:56
    Permalink

    tem uns ai que me interessou, Green Room e Leartface

    Resposta
  • 22/01/2016 em 22:29
    Permalink

    Tá uma disputa brava: qual sai antes – Olhos Famintos 3 ou Extermínio 3?

    Resposta
  • 22/01/2016 em 02:30
    Permalink

    Estou muito ansioso pra ver ” A Bruxa ” , mais vou querer ver ( 31 , Leatherface , Boneco do Mal , Amityville : The Awakening e Invocação do Mal 2 ) .
    Na minha opinião o ” Olhos Famintos 3 ” não sai neste ano !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien