Arapuca (2023)

5
(5)

Arapuca
Original:Arapuca
Ano:2023•País:Brasil
Direção:Joel Caetano
Roteiro:Joel Caetano
Produção:Mariana Zani
Elenco:Daniel De Almeida, Everton Frank, Jotta Moraes, Leon Blaske, Joel Caetano, Isabel Wolfenson, Ivete Zani

Quem conhece o cinema nacional independente com certeza já viu alguma produção de Joel Caetano. Sua filmografia é de excelência, em um trabalho técnico de muita qualidade, além de um enredo com elementos que vão além do horror, trazendo uma interessante mensagem nas entrelinhas. Com exibição em praticamente todas as edições do Festival Boca do Inferno e em vários outros pelo país e pelo mundo, destacam-se entre seus filmes o segmento da Loira do Banheiro de As Fábulas Negras, e os curtas – os meus preferidos – Encosto (2013), Judas (2015) e Cova Humana (2019).

Sua mais recente produção é mais um trabalho digno de nota: trata-se de Arapuca, já marcando presença em mais de 30 festivais, como a 4ª Mostra Monstro de Jacareí (será exibido no próximo sábado, dia 5 de maio), o Cine Terror de Valdívia (Chile) e Festival Curta Cinema, do MIS-SP. No enredo, Marcos (Daniel de Almeida) está com uma atenção especial com o pai, João (Everton Frank), em um processo lento e doloroso de uma doença degenerativa que afeta suas lembranças. Ele precisa estar constantemente atento para algumas escapadas do senhor, obcecado pela captura de algum animal com uma arapuca. Essa condição conduz seu pai a um processo de perda de memória recente e até mesmo uma incômoda que envolve seu passado com o filho.

Joel dá um trato muito especial a todos os aspectos técnicos. Trilha incidental, câmera que faz um belíssimo passeio com drone e fotografia – a cargo de Thiago Amaral -, além, claro, das ótimas atuações, Arapuca é carregado em drama e horror, nas mesmas proporções. Faz uma ótima alegoria de doenças degenerativas como o alzheimer, quando as pessoas são ameaçadas por uma escuridão crescente e passam a enxergar seus entes com rostos indefiníveis. Aterrorizante tanto para quem experimenta quanto por aquele que convive com alguém numa condição parecida, como uma armadilha psicológica à qual todos estão sujeitos a serem capturados.

Arapuca entra para a galeria das melhores produções de Joel Caetano, um diretor em constante evolução e que já está na hora de nos brindar com um longa! Imperdível!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

2 thoughts on “Arapuca (2023)

  • 28/04/2024 em 21:25
    Permalink

    Qual o problema com o site que aqui tá demorando horrores pra abrir, e quando abre? Só acontece com ele.

    Resposta
    • Avatar photo
      29/04/2024 em 10:31
      Permalink

      Oi, Roberto! Acredito que tenha atravessa uma instabilidade do provedor de hospedagem. De qualquer modo, fiz uma faxina por aqui. Vamos ver se fica mais rapidinho.

      Abs

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *