Artigos, Listas, Quadrinhos

Os 10 Maiores Super-Heróis de Terror dos Quadrinhos

Eles atuam às margens da sociedade, enfrentando ameaças que botariam os heróis coloridos pra correr!

Como fã de terror e histórias em quadrinhos de super-heróis, sempre fui fascinado por aquele lado mais obscuro dos personagens de capa e collant. Os ditos personagens místicos, ou de terror, que usam seus superpoderes para lutar contra as trevas que insistem em dominar o mundo possuem uma abordagem diferente daqueles que lutam pela “verdade, justiça e modo americano”. Eles atuam às margens da sociedade, enfrentando ameaças que botariam os heróis coloridos pra correr!

Para homenagear estes heróis marginais que sempre lutaram por nosso planeta, o Boca do Inferno organizou esta lista com os 10 maiores super-heróis de terror dos quadrinhos, diretamente de bibliotecas esquecidas em reinos distantes. Pegue seu amuleto místico preferido e boa leitura!

10. O Enforcado (The Hanged Man)
Criado por:
Kurt Busiek, Brent Anderson e Alex Ross
Primeira Aparição: Astro City #04 (Image Comics, nov/1995)
No Brasil: Astro City #02 (Pandora Books, fev/2002)
História mais assustadora: Astro City – Confissão (Panini, out/2015)

Heróis de Terror (1)

Esta figura fantasmagórica protege a Colina Sombria, surgindo como uma aparição flutuante com um saco de estopa sobre a cabeça e uma corda em seu pescoço.  Normalmente ele aparece em escala humana, mas pode aparecer como um gigante, Seus poderes específicos são desconhecidos, mas parecem incluir um tipo de empatia que o leva até aqueles que precisam de conforto após eventos traumáticos. Ativo em Astro City desde o século 19, rumores dão conta de que o Enforcado existe pelo menos desde a Idade Média.

09. Vingador Fantasma (Phantom Stranger)
Criado por: John Broome e Carmine Infantino
Primeira Aparição: Phantom Stranger #01 (DC Comics, ago-set/ 1952)
No Brasil: Batman Em Cores #11 (Ebal, jul/1971)
História mais assustadora: Grandes Clássicos DC #09 (Panini, out/2006)

Heróis de Terror (2)

Um dos personagens místicos mais famosos da DC – editora de Batman e Superman –, O Vingador Fantasma é uma entidade sobrenatural em forma humana de origem desconhecida, com poderes inimagináveis que, quase sempre, prefere atuar como espectador, testemunhando o desenrolar dos acontecimentos como um observador distante, mas que vez ou outra acaba por se envolver em batalhas místicas pelo destino do Universo. A origem do Vingador é desconhecida, mas o sentimento de culpa que carrega e o temor de intervir no curso natural das coisas deram origem a algumas especulações, inclusive de que ele seria o fantasma de Judas Iscariotes (Grandes Clássicos DC#09).

08. Desafiador (Deadman)
Criado por:
Arnold Drake e Carmine Infantino
Primeira Aparição: Strange Adventures #205 (DC Comics, out/1967)
No Brasil: Batman Em Cores #26 (Ebal, out/1972)
História mais assustadora: Deadman – Amor Após a Morte (Abril, nov/1990)

Heróis de Terror (3)

Este simpático e bem-humorado fantasma já foi Boston Brand, um acrobata de circo assassinado durante uma de suas apresentações e que teve uma segunda chance. Brand volta dos mortos como um fantasma capaz de possuir corpos vivos para descobrir a identidade do homem que o matou. Assim como o Vingador Fantasma, o Desafiador sempre acaba se envolvendo em grandes batalhas místicas do Universo DC e, geralmente, como uma espécie de guia pelo além dos personagens desencarnados.

07. Etrigan, o demônio (Etrigan, the demon)
Criado por: Jack Kirby
Primeira aparição: The Demon #01 (DC Comics, ago/1972)
No Brasil: Batman Em Cores #44 (Ebal, jul/1974)
História mais assustadora:  A Saga do Monstro do Pântano #01 (Panini, abr/2014)

Heróis de Terror (4)

Evocado por Merlin para lutar contra as hordas de Morgana Le Fay, Etrigan foi aprisionado em um corpo de um humano chamado Jason Blood pelo mago. Com isso, Blood se tornou imortal, vagando pela Terra. Sempre que necessário Blood evoca Etrigan, que sempre volta a ser aprisionado após uma batalha. Dividindo o mesmo corpo, ambos sempre estão sempre em conflito e Blood é atormentado pela culpa dos atos do demônio que assume seu corpo de tempos em tempos. Uma de suas principais características é sua fala em rimas, algo que vem de sua nobre linhagem infernal.

06. Blade
Criado por: Marv Wolfman e Gene Colan
Primeira aparição: The Tomb of Dracula #10 (Marvel, jul/1973)
No Brasil: A Tumba de Drácula #05 (Bloch, 1977)
História mais assustadora: Coleção Marvel Terror – A Tumba de Drácula #02 (Panini, abr/2015)

Heróis de Terror (5)

Metade homem, metade vampiro, Blade é um dhampir filho de uma prostituta e do vampiro Deacon Frost. Quando nasceu, Blade adquiriu poderes super-humanos e passou a usá-los para combater o mal e caçar os vampiros que tanto odeia. Graças ao sucesso do personagem, Blade foi adaptado para o cinema em três filmes, interpretado por Wesley Snipes, e também para a TV em um seriado que teve apenas uma temporada. Com a nova onda de séries da Marvel produzidas pela Netflix, muitos fãs acreditam que Blade ainda tem uma chance de voltar às telinhas.

05. Dr. Estranho (Dr. Strange)
Criado por: Stan Lee e Steve Ditko
Primeira aparição: Strange Tales #110 (Marvel, jul/1963)
No Brasil: Quarteto Fantástico #16 (Ebal, abr/1971)
História mais assustadora:  Doutor Estranho & Doutor Destino: Triunfo e Tormento (Panini, mai/2013)

Heróis de Terror (6)

Antes um cirurgião bem sucedido, o doutor Stephen Vincent Strange teve suas mãos danificadas durante um acidente de carro. Após ver sua carreira como cirurgião ser destruída, Stephen, muito abalado psicologicamente, se torna um alcoólatra. Após ouvir falar sobre um antigo místico que vivia no Tibete, Strange viaja até lá tentando recuperar sua vida. O Ancião o abriga e o treina para que ele assuma seu destino como o Feiticeiro Supremo. As aventuras de Strange já foram adaptadas para as telinhas duas vezes. Uma em um telefilme de 1978 com Peter Hooten como Dr. Estranho e no longa animado de 2007. Em 2016 estreia nos cinemas o longa em live action do Marvel Studios com Benedict Cumberbatch como o Feiticeiro Supremo.

04. Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider)
Criado por: Gary Friedrich, Mike Ploog e Roy Thomas
Primeira aparição: Marvel Spotlight #05 (Marvel, ago/1972)
No Brasil: Capitão América #14 (Bloch, jun/1976)
História mais assustadora:  A Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel #39 (Salvat, fev/2014)

Heróis de Terror (7)

Johnny Blaze era um artista de manobras com motocicletas que vendeu sua alma a Mefisto em troca da vida de seu pai adotivo, “Crash” Simpson. Numa noite, ao presenciar um ato de maldade, Blaze teve seu corpo consumido por chamas e se transformou no Motoqueiro Fantasma. Apesar de ser o mais famoso, Johnny Blaze não é o primeiro, nem o último Motoqueiro Fantasma. Outros hospedeiros já abrigaram a alma de Zarathos, o Espírito da Vingança. Apesar de ser um personagem obscuro da Marvel, o Motoqueiro possui um público fiel, o que o levou para as telonas duas vezes na pele de Nicolas Cage. A primeira vez foi em Motoqueiro Fantasma, de 2007 e, posteriormente, em Motoqueiro Fantasma: Espírito da Vingança, de 2012, ambos bem aquém das histórias originais do personagem nos quadrinhos.

03. Spawn
Criado por: Todd McFarlane
Primeira aparição: Spawn #01 (Image, mai/1992)
No Brasil: Spawn #01(Abril, mar/1996)
História mais assustadora: Spawn #150 a #163 (Pixel, mar/2006 a abr/2007)

Heróis de Terror (8)

Al Simons é um ex-agente da CIA que, após ser traído por seu chefe, vai parar no inferno e ganha superpoderes ao negociar com o demônio Malebolgia e se torna um Spawn, um soldado a serviço do inferno. Simons volta à Terra como o herói Spawn e passa a usar seus poderes para enfrentar desde vilões do crime organizado à criaturas sobrenaturais. Spawn é um dos 100 personagens mais populares dos quadrinhos! A criação máxima de Todd McFarlane já foi adaptada para as telinhas em um excelente desenho animado da HBO, para o cinema em um sofrível filme de 1997 e há um novo filme sendo negociado para breve.

02. Hellboy
Criado por: Mike Mignola
Primeira aparição: Dime Press #04 (Dark Horse, mar/1993)
No Brasil: Hellboy – Sementes da Destruição #01 (Mythos, 1998)
História mais assustadora: Hellboy no Inferno #01 (Mythos, out/2015)

Heróis de Terror (9)

Após fazer um pacto com o demônio, uma mulher é levada ao inferno e dá a luz a Anung Un Rama. Décadas depois, durante a Segunda Guerra Mundial, um grupo de ocultistas a serviço de Hitler pretende evocar um poderoso demônio, mas acabam evocando um estranho bebê demônio que acaba sob os cuidados do cientista inglês Trevor Buttenholm e que, no futuro, viria a se tornar o Hellboy, um poderoso investigador de casos paranormais a serviço do B.R.P.D.. Hellboy já foi adaptado para o cinema em dois filmes dirigidos por Guillermo del Toro, o primeiro em 2004 e o segundo em 2008. Também foram criadas duas animações, Hellboy – Espada das Tempestades e Hellboy – Sangue e Ferro, ambas de 2005. Um terceiro filme do herói criado por Mike Mignola chegou a ser cogitado, mas foi colocado em espera e pode vir a acontecer em um futuro próximo.

01. Monstro do Pântano (Swamp Thing)
Criado por: Len Wein e Bernie Wrightson
Primeira aparição: House of Secrets #92 (DC Comics, jul/1971)
No Brasil: Superduplas #03 (Ebal, out/1978)
História mais assustadora: A Saga do Monstro do Pântano #02 (Panini, out/2014)

Heróis de Terror (10)

Alec Holland era um cientista trabalhando em uma fórmula bio-restauradora secreta capaz de gerar vida vegetal em qualquer ambiente, quando seu laboratório no interior dos pântanos da Louisiana é sabotado por um empresário ganancioso interessado em lucrar com seus experimentos. O laboratório de Alec explode e seu corpo em chamas cai no pântano. Tempos depois, Alec ressurge como o Monstro do Pântano, uma criatura humanoide coberta de musgo e folhagens. A passagem de Alan Moore pela HQ do Monstro é um marco dos quadrinhos recheado de histórias memoráveis e assustadoras, dentre as quais podemos destacar a saga Gótico Americano, publicada pela Panini na edição de número dois de A Saga do Monstro do Pântano. Moore alçou um título obscuro da DC ao status de cult, gerando dois filmes para o cinema – A Maldição do Pântano, dirigido por Wes Craven em 1982 e A Volta do Monstro do Pântano, dirigido por Jim Wynorski em 1989 -, uma série animada, que durou apenas uma temporada em 1991, e um seriado que foi ao ar nos EUA entre 1990 e 1993. Recentemente, boatos dão conta de que o Monstro do Pântano estará presente no possível filme da Liga da Justiça Dark, sem previsão de estreia.

Agradecimentos ao Guia dos Quadrinhos por muitas das informações contidas neste artigo.

Leia também:

18 Comentários

  1. Carlos Dente

    [ALERTA DE SPOILER]

    Há duas origens para o Vingador Fantasma: antes e depois de ‘Novos 52’.

    Na DC pós-Novos 52, ele realmente é Judas, e seus poderes se alimentam da própria culpa. O Próprio Deus (ou um aspecto dele) já lhe permitiu a entrada no Reino dos Céus, devido ao seu arrependimento verdadeiro e redenção encontrada na luta contra o Mal, mas a impossibilidade de se auto-perdoar faz com …

    • Carlos Dente

      … que ele continue preso a este plano, como um fantasma vivo.

      Já a origem anterior às mudanças pré-Novos 52, magistralmente contada por Alan Moore, mostra que ele seria um anjo amigo de Lúcifer, mas que não tomou lado na Rebelião dos Céus. Por não ter lutado junto às Forças de Miguel e Gabriel (em função de ter dúvidas sobre os Desígnios Divinos, que permitia tanto sofrimento à Humanidade), foi expulso dos Céus, mas ao tentar buscar refúgio no Inferno, onde os Caídos detectaram sua bondade ao mesmo tempo que consideraram seu aparte como traição, foi atacado e teve suas asas arrancadas. Desta forma, considerou a si mesmo um penitente e, tanto preocupado com a Humanidade e ciente do perigo que às Forças do Mal representavam para ela, quanto descrente com o Paraíso, passou à vagar pelo mundo protegendo os homens, mas interferindo o mínimo possível em seu livre-arbítrio.

  2. Olá Rodrigo Segue alguns personagens para fazer uma segunda lista 🙂
    – Daimon Hellstrom o filho do demônio da editora Marvel / Ravena filha de Trigon da DC / Sr; Mistério da DC / Lilith a filha de Drácula da Marvel / Novos Titãs: Nosferatu – David Dagon da DC / Satana Hellstrom da Marvel / Homem-Coisa / Morbius o vampiro vivo /
    grande abraço Rodrigo

    • Rodrigo Ramos Rodrigo Ramos

      Bela lista!

      Tem alguns aí que eu confesso, não conhecia!

      Obrigado pela participação! 🙂

    • Carlos Dente

      A “encarnação anterior” do Vingador Fantasma, pré-Crise nas Infinitas Terras, era mais misteriosa, sendo que sua origem nunca foi esclarecida. Costumava surgir e sumir de maneira tão espontânea que surpreendia até o Batman, tal qual um Fantasma.

  3. Antonio

    Excelente lista. Parabéns ao autor.

  4. Jorge Santos

    John Constantine poderia ter entrado na lista também.

    • O Constantine acabou entrando no Universo DC recentemente. Antes suas histórias eram mais contidas e havia pouca, ou nenhuma, interação com os super-heróis da DC. E convenhamos… As histórias do Constantine atualmente são uma porcaria! 😀

      • Leandro

        Ué, Dr. Estranho e Motoqueiro Fantasma interagem com o restante do universo Marvel e estão na lista.
        Uma lista de ícones do terror dos quadrinhos sem Dylan Dog e Constantine nem merece ser levada a sério

        • Constantine e Dylan Dog são super-heróis!? Uma interpretação de texto dessa nem deve ser levada a sério!

          • Jorge Santos

            Hellboy é super herói?
            Além de mudar minha interpretação de texto (Uma interpretação de texto dessa nem deve ser levada a sério!) preciso rever meus conceitos.

          • Hellboy é muito mais super-herói do que Constantine e Dylan Dog. Dylan Dog nem superpoderes tem!!!

          • E eu acho que Hellboy nem tem muito a ver com Batman ou Superman… Ele está mais para histórias tipo O Sombra ou Doc Savage do que pra HQs da Vertigo… E eu coloco o Sombra e Doc Savage como precursores dos super-heróis.

      • Jorge Santos

        Não falo do Constantine atual.
        Falo das revistas que foram impressas pela Editora Globo.

        • Jorge Santos

          John Constatine não começou com os novos 52. É beeeem mais antigo.
          Foi publicado pela editora Abril (eu escrevi Globo ali em cima… tentei editar, mas não deu )Estou com a revista Vertigo aqui, um ótimo material.
          E tem a participação em Superamigos (interação com Batman e com o Monstro do Pãntano).

          • Constantine foi criado dentro do Universo DC. Tanto que teve participação até durante a Crise nas Infinitas Terras. Mas não o considero um super-herói. Nem ele gosta de interagir com os outros “fantasiados” da DC. Depois de um tempo ele passou a ter um universo próprio, longe dos outros personagens da DC, a pesar de algumas eventuais participações do Monstro do Pântano ou Vingador Fantasma. A questão aqui é que, mesmo que ele exista em um universo de quadrinhos, ele não é um super-herói. Ele é um mago que eventualmente se envolve com super-heróis, mas essa não é a sua essência. Posteriormente, quando cancelaram a sua revista Hellblazer, ele voltou pro Universo DC, sendo até líder da Liga da Justiça Dark, mas eu não gosto destas histórias e ainda não o considero um super-herói ali.

Trackbacks / Pings

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *