E o Oscar vai para…Kristen Parker!

Dentre os prêmios da cerimônia do Oscar de 2015, um em especial chamou atenção dos fãs de filmes de terror. Trata-se da estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante para Patricia Arquette pelo filme Boyhood, da Infância à Juventude. Longe de ser uma estrela de Hollywood, Patricia tem uma filmografia bastante irregular colecionando desde sucessos medianos até participações em produções que passaram quase que totalmente despercebida de público e crítica.

A Hora do Pesadelo 3

Além de Boyhood, outros bons filmes que Patricia participou respondem por Amor à Queima Roupa (1993), Ed Wood (1994), Stigmata (1999) e A Paranormal (2005). No entanto, os fãs mais atentos das produções de terror dos anos 80 conhecem Patrícia de A Hora do Pesadelo 3: Guerreiros dos Sonhos. Com direção de um então desconhecido Chuck Russell, que faria posteriormente A Bolha Assassina (1988), O Máscara (1994) e Queima de Arquivo (1999), o terceiro filme de Freddy Krueger é considerado a sequência mais popular da franquia, o que não quer dizer que seja a melhor das continuações.

A Hora do Pesadelo 3 acompanha um grupo de jovens moradores da Rua Elm, em Springwood. De tanto terem pesadelos com Freddy, os adolescentes acabam internados em um hospital psiquiátrico. A então estreante Patricia ficou com o papel da mocinha Kristen Parker. A responsabilidade foi grande, mas a novata mandou bem atuando em sequências antológicas da franquia como o primeiro pesadelo de abertura ou quando é engolida por uma cobra gigante com a cabeça de Freddy. Patricia participou inclusive do videoclipe da música Dream Warriors, da banda Dokken, cuja música foi o tema de A Hora do Pesadelo 3.

E como boa final girl, Kristen sobreviveu. Infelizmente quando a parte 4 começou a ser produzida, Patricia estava grávida. O papel de Kristen passou para Tuesday Knight, que também se saiu muito bem.

Contos da Escuridão (1990)

Mas Patricia não foi o único nome do terror que brilhou no Oscar 2015. Julianne Moore levou o prêmio de melhor atriz por Para Sempre Alice. Ela é conhecida por grandes filmes como Magnólia (1999), As Horas (2002), Ensaio sobre a Cegueira (2008), entre outros. Apesar de alguns trabalhos para TV, a estreia de Julianne em uma produção para o cinema foi na ontologia de terror Contos da Escuridão, de 1990.

Após suas estreias, tanto Julianne como Patricia começaram a se envolver em outras produções com títulos “mais sérios” e com incursões cada vez mais raras no gênero terror. Com o passar dos anos, elas até regressaram ao gênero mas em produções blockbusters de grandes estúdios de Hollywood. Patricia faria Stigmata e Julianne se envolveu no remake de 2013 de Carrie – A Estranha.

Estes perfis de Patricia e de Julianne acabam sendo bastante comuns para muitos atores que hoje brilham em Hollywood. Este processo acontece porque filmes de terror de baixo e médio orçamento acabam respondendo como os degraus iniciais para jovens atores que não se importam muito com roteiros ou salários e querem trabalhar para ficarem famosos e assim conseguirem participar de outros filmes. Muitos destes atores não conseguem sair do gênero por não quererem ou por não conseguirem.

Reveja alguns dos astros de Hollywood que começaram suas carreiras cobertos de sangue e fugindo de vilões.

Johnny Depp – Um dos atores mais versáteis e respeitados de Hollywood iniciou sua carreira no filme A Hora do Pesadelo (1984) interpretando Glen Lantz. Johnny nunca se arrependeu de ter trabalhado no primeiro filme de Freddy Krueger e chegou a fazer uma participação especial no capítulo 6 da franquia, em 1991, interpretando ele próprio. Em 1994, Wes Craven produziu O Novo Pesadelo onde Freddy ataca os atores do filme original. Wes não convidou Johnny por achar que ele não teria agenda ou interesse em participar de mais um filme da franquia. Logo depois o ator declarou que lamentou não ter sido convidado e que teria, sim, aceitado participar.

A Hora do Pesadelo (1984)

Renée Zellweger – A Bridget Jones foi protagonista de O Massacre da Serra Elétrica 4 – O Retorno (1994). No filme, ela deu vida a Jenny, a final girl da vez. Com direção de Kim Henkel, que foi roteirista do clássico original, tem-se aqui não apenas a pior sequência da franquia como um dos piores filmes de terror da história do cinema. E Renée está péssima como a jovem perseguida por Leatherface e sua família de loucos. É um daqueles filmes que não importa quantos prêmios Renée ganhe, ela nunca vais conseguir se esquecer desta tragédia cinematográfica na qual esteve envolvida.

O Retorno (1994) (1)

Matthew McConaughey – O ganhador do Oscar de Melhor Ator também participou de O Massacre da Serra Elétrica 4, onde interpretou um dos vilões parentes de Leatherface. Pode-se concluir este texto com o mesmo que foi publicado no de Renée, já que além do filme ser uma bomba, Matthew está péssimo como o vilão Vilmer.

Leonardo DiCaprio – Sim, o Jack de Titanic não escapou da lista. Antes de participar de boas produções como Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador, Diário de um Adolescente e Romeu e Julieta, DiCaprio atuou em Criaturas 3 (1991). O filme segue a linha das demais produções com os alienígenas felpudos e famintos e responde como uma boa diversão.

Criaturas 3 (1991)

Jennifer Aniston – A Rachel de Friends é mais conhecida por suas comédias românticas que lotam as salas multiplex. Mas antes de ganhar milhões de dólares e colecionar elogios, Jennifer estrelou O Duende (1993). Trata-se de uma produção de gosto duvidoso do começo dos anos 90, mas que fez a alegria de muitos adolescentes fãs de filmes de terror.

O Duende (1993)

Clint Eastwood – Antes de ser um dos monstros sagrados de Hollywood, Clint enfrentou algumas criaturas que não eram índios ou cowboys. O currículo dele conta com uma participação não creditada em A Revanche do Monstro (1955), que é uma sequência anônima do clássico O Monstro da Lagoa Negra (1954). Outra participação não creditada de 1955 foi em Tarântula.

A Revanche do Monstro (1955)

Kevin Bacon – Antes de interpretar vilões memoráveis em títulos como O Homem Sem Sombra (1999) e X-Men – First Class (2011), Kevin acabou sendo vítima de um vilão bastante famoso. Ou melhor, da mãe deste vilão. O filme em questão foi Sexta-feira 13 (1980) e a mamãe de Jason não poupou Kevin, que teve o pescoço lentamente atravessado por uma flecha depois de fazer sexo com a namorada.

Sexta-Feira 13 (1980) (4)

George Clooney – Nenhuma lista de atores de Hollywood que começaram em filmes de terror de baixo orçamento estaria completa sem George Clooney. Em Return to Horror High (1987), ator interpretava um policial que investigava os assassinatos de um colégio. Sem contar que um ano depois, ele esteve no divertido A Volta dos Tomates Assassinos.

Return to Horror High (1987)

(Visited 72 times, 1 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista formado e Doutor em Comunicação. Fã de filmes de terror, pesquisa academicamente o gênero desde 2006. Autor dos livros Fronteiras do Medo e A Aceleração do Medo e co-autor do livro Medo de Palhaço.

3 comentários em “E o Oscar vai para…Kristen Parker!

  • 28/03/2015 em 00:10
    Permalink

    ótima sacada, graças aos filmes de terror e seus atributos é que estão onde chegaram.ótimos atores.

    Resposta
  • 15/03/2015 em 15:48
    Permalink

    Outro detalhe de Julianne Moore, é que ela faz uma coadjuvante no thriller “A mão que balança o berço” com a Rebecca De Mornay.

    Resposta
  • 15/03/2015 em 10:10
    Permalink

    As listas do Boca do Inferno tornaram-se positivamente icônicas. Muito boa.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien