Como Assistir Filmes de Terror Ainda Sem Lançamentos no Brasil

4
(1)

Graças às plataformas de streaming, conseguimos assistir a filmes e séries sempre que quisermos de qualquer lugar e de todos os gêneros, incluindo o amado gênero do terror. No entanto, mesmo com toda essa praticidade, ainda hoje alguns filmes chegam ao Brasil meses após serem lançados lá fora.

Mesmo se um filme está disponível em um determinado serviço de streaming de outro país, basta que a plataforma aplique a restrição geográfica para impedir o acesso aos espectadores brasileiros. Essa é uma escolha que nada tem a ver com o interesse do público no filme. Até mesmo filmes indicados ao Oscar, como Vidas Passadas, que concorreu na categoria de melhor filme, estreou no Brasil em janeiro de 2024. Nos EUA, a estreia foi em junho de 2023.

Nesse sentido, tecnologias como o ExpressVPN para roteador desempenham um papel crucial em desmantelar essas fronteiras digitais, permitindo aos fãs de terror em todo o mundo acessar uma gama mais ampla de filmes.

O Problema da Disponibilidade Geográfica

Segundo a Digital TV Research, a receita global de serviços de vídeo sob demanda por assinatura alcançará US$100 bilhões até 2025, com um crescimento significativo impulsionado pela expansão internacional dessas plataformas. No entanto, a mesma expansão revisita a questão das restrições geográficas, limitando o acesso baseado na localização do usuário.

Como exemplos, podemos comprar o catálogo de filmes de horror da Netflix do Brasil como de outros países e notar a diferença de títulos do catálogo. Filmes aclamados pela crítica, como O Mal que Nos Habita da Argentina, lançado em 2023 nos Estados Unidos e que chegou ao Brasil em fevereiro de 2024, são exemplos desse problema.

Filmes de Horror para Ficar de Olho em 2024

O Mal que Nos Habita é um filme de horror, escrito e dirigido por Demián Rugna, que os leitores apaixonados por filmes de horror do Boca do Inferno aguardavam a chegada aos cinemas nacionais com ansiedade. Além dele, outros filmes também são aguardados em 2024.

Sorria 2 continua a perturbadora narrativa de seu antecessor, com uma campanha de marketing que já começou a criar um burburinho. A expectativa é que este filme traga novamente uma experiência imersiva de terror psicológico que se estenderá até outubro.

Fora do circuito de Hollywood, destaque para As Bestas, um thriller de suspense espanhol e francês que traz à tona tensões em um ambiente rural isolado. A recepção crítica até agora sugere que será um dos filmes mais envolventes do ano.

Em 2024, os fãs de terror têm motivos de sobra para ficar atentos, com lançamentos que prometem deixar muitos espectadores sem sono. Prepare-se para um ano repleto de suspense, surpresas e, claro, muito terror.

Conclusão

Para os amantes do cinema de horror, o ano de 2024 promete em termos de sustos e pesadelos. As opções que estão previstas para chegar ao Brasil estão entre as mais bem avaliadas pela crítica internacional. Muitos desses filmes devem demorar para chegar aos cinemas brasileiros. Se quiser assistir a todos esses filmes no cinema, fique de olho no calendário das distribuidoras e comece a guardar dinheiro para comprar os ingressos.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

One thought on “Como Assistir Filmes de Terror Ainda Sem Lançamentos no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *