O Ataque dos Vermes Malditos 6: Um Dia Frio no Inferno (2018)

O Ataque dos Vermes Malditos 6: Um Dia Frio no Inferno
Original:Tremors: A Cold Day in Hell
Ano:2018•País:EUA
Direção:Don Michael Paul
Roteiro:John Whelpley
Produção:Mike Elliott
Elenco:Jay Anstey, Alistair Moulton Black, Paul du Toit, Michael Gross, Keeno Lee Hector, Jamie Kennedy, Danny Keogh, Greg Kriek, Jamie-Lee Money, Kiroshan Naidoo

A ameaça grabóide parece não ter fim. Desde o espetacular primeiro filme, O Ataque dos Vermes Malditos (Tremors, 1990), com um caipirão Kevin Bacon na cidade de Perfection, essas criaturas subterrâneas têm dado muito trabalhado principalmente para o experiente em armas e esquisitão, Burt Gummer (Michael Gross), que as têm enfrentado em todas as continuações. De um simples residente no aguardo de uma nova guerra até alcançar a popularidade que a função lhe trouxe, até mesmo com publicidades, Burt mantém seu mau humor constante e frieza para encontrar meios alternativos para exterminar os monstros, em constante evolução. Após uma passagem pela África do Sul, onde conheceu o cinegrafista e filho Travis (Jamie Kennedy), o caçador encontra-se agora recluso em sua cidade-natal, buscando meios de se esquivar da Receita Federal.

É lá, em companhia do filho, que ele recebe um contato para um novo desafio. No ártico canadense, uma equipe de pesquisadores na coleta de gelo enfrenta um grabóide em sua estrutura tradicional, subterrâneo e veloz. Ao encontrar os corpos destroçados, a Dra. Rita Sims (Tanya van Graan), com o apoio da jovem Valerie McKee (Jamie-Lee Money), pede a presença do caçador para ajudá-las a entender essa nova ameaça até porque as criaturas até então só apareciam em regiões quentes e no deserto. Após um ataque aéreo do grabóide voador Ass-Blaster, Burt conhece o grupo com quem irá trabalhar, contendo, como é de costume na franquia, personagens excêntricos como o medroso Dr. Charles Freezze (Francesco Nassimbeni), o viciado em energético Hart (Kiroshan Naidoo), a Dra. D (Jay Anstey), entre outros.

Burt também demonstra receio pela presença no local de agentes da DARPA, que planejam caçar os grabóides para transformá-los em arma biológica. Enquanto são atacados por um Ass-Blaster e depois por duas criaturas subterrâneas, há um outro problema para o protagonista: Burt foi contaminado por uma estranha doença e está como a tenente Ripler (Sigourney Weaver) em Alien 3, desenvolvendo uma condição que pode levá-lo à morte, caso não consiga capturar uma criatura viva, algo que nunca aconteceu até então. Ele, Travis e os demais devem encontrar maneiras de não somente sobreviver aos ataques constantes como também extrair um líquido que possa servir para produzir o antídoto necessário – como se isso fizesse algum sentido.

Apesar da nova locação, engana-se quem pensa que os grabóides serão vistos saltando do gelo para perseguir Burt e os demais – só acontece no prólogo. Logo, o que se vê é quase um remake do original, com os personagens divididos e se protegendo em telhados, rochas e antenas, e usando recursos para distrair os monstros, que se rastejam pelo solo arenoso. Travis se encanta pela Dra.Sims e, em dado momento, passa a se vestir como o pai, como se apresentasse à franquia a possibilidade de um reboot, mas sem o mesmo carisma e personalidade.

Como é de costume nos filmes, este também explora bastante o humor e tem bons efeitos especiais, sem se esquivar dos excessivos CGIs. Com a boa direção de Don Michael Paul (O Ataque dos Vermes Malditos 5: Linhas de Sangue, 2015) – só pecando na sequência em que Burt é atormentado por dores internas, nunca deixando claro o que está incomodando -, a partir de um enredo de John Whelpley (também do terceiro e do quinto), o novo filme diverte, principalmente os fãs da franquia, que a cada nova produção fica imaginando quais serão as novidades. Sem grandes surpresas, podendo servir muito mais como um episódio de série do que um novo filme, O Ataque dos Vermes Malditos 6, que encontra-se disponível na Amazon Prime, é um pouco inferior ao anterior, mas tem seus méritos como entretenimento.

O que resta agora é aguardar o próximo capítulo, intitulado Tremors: Island Fury, novamente com Burt Gummer em ação contra os eternos grabóides!

(Visited 458 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *